No Kurotel, a gastronomia sempre foi um grande diferencial, destaque entre os clientes. Deste modo, buscamos atender a todas as necessidades e restrições alimentares, prezando pela qualidade, variedade e sabor dos pratos.

 

Além de tudo isso, nossos cardápios ganharam mais um diferencial e um grande atrativo a partir do momento em que recebemos a certificação Kosher, pelo Rabino da WEDO Kosher, em 2019.

 

Conheça mais informações sobre o que é, como funciona e o que essa certificação representa para nós, do Kur! Continue a leitura.

 

O que é o Kosher?

É um termo que faz referência a um estilo de vida alimentar, que tem como base comidas adequadas e permitidas pelas leis do judaísmo. Essa alimentação é derivada, principalmente, de dois dos principais livros do Torá: o Levítico e o Deuteronômico.

 

A produção destes pratos segue um conjunto de leis, denominadas Kashrut (leis alimentares), para os judeus e que regulamenta diversos aspectos da vida cotidiana. Se o preparo e a constituição de um alimento não estiverem de acordo com os preceitos da cultura Kosher, a pessoa irá consumir algo que pode estar carregado por impurezas espirituais.

 

Os fundamentos para o consumo de alimentos Kosher baseiam-se na crença judaica de que tudo no mundo possui corpo e alma e, no momento que o ser humano ingere algo, ele se alimenta fisicamente e espiritualmente daquilo. 

 

Como funciona a alimentação Kosher?

Para se alimentar conforme às regras dessa cultura, é necessário evitar algumas práticas, tais como:

Comer a carne de animais que não sejam ao mesmo tempo ruminantes e com casco fendido. É o caso do porco e do coelho, por exemplo;

– Consumir peixes sem escamas nem nadadeira dorsal, como bagre, pintado e cação;

– Alimentar-se de frutos do mar e moluscos, excluindo da dieta o camarão, a lagosta e o caranguejo;

– Ingerir carne de aves selvagens;

– Carne e leite não devem ser misturados ou ingeridos juntos;

– Todo o sangue do animal deve ser drenado antes de ser consumido;

– Produtos à base de uva só devem ser consumidos se forem produzidos por um judeu;

– Se alimentar de répteis em geral, insetos, anfíbios e roedores, além de outros seres que rastejam pelo seu ventre.

 

O que a alimentação Kosher permite:

– Carne de animais ruminantes e com o casco fendido, como gado bovino e carneiros;

– Peixes que possuam escamas e nadadeiras, como salmão e sardinha;

– Galinha, pato, peru e ganso;

– Vegetais, frutas, grãos e cereais.*

*Deve-se ter uma grande atenção no consumo de produtos crus, como estes, já que o consumo de insetos e vermes é proibido.

 

O que significa a certificação Kosher?

A certificação Kosher é um selo/documento emitido para comprovar que determinado produto ou estabelecimento obedece às normas da dieta judaica, descrita na Torá. É expedido por um rabino ou por uma organização.

 

As empresas certificadas atestam o cumprimento de todos os processos que fazem parte das leis de alimentação judaica – este é o caso do Kur.

 

Kurotel e a certificação Kosher

Somos o primeiro SPA a garantir essa certificação e isso é resultado da presença da comunidade judaica em nossas instalações, desde 1982, ano de nossa fundação. 

 

Essa é uma forma de demonstrar nosso respeito à cultura, aos hábitos, aos costumes e à alimentação judaica.

 

Para obter esse selo, contamos com a presença do Rabino que conheceu o ambiente e definiu uma checklist dos itens necessários para Kosherizar nosso espaço. Após a certificação, a equipe recebeu um treinamento sobre as regras e exigências e, na sequência, tivemos uma consultoria para elaboração dos pratos, os quais foram monitorados durante a preparação até a entrega.

 

Essa certificação vem ao encontro do trabalho realizado diariamente aqui, no Kur, que tem como missão oferecer refeições elaboradas, que refletem na melhoria da saúde de nossos clientes. Além disso, promove ações que geram a qualidade de vida, bem-estar e longevidade, por meio de hábitos saudáveis.

 

Faça a sua reserva e venha desfrutar de cuidados consigo mesmo!