Atualmente, a genética está sendo cada vez mais importante no processo de melhora da qualidade de vida do ser humano. No âmbito do treinamento físico não é diferente: a genética pode mostrar qual tipo de exercício físico é mais compatível com perfil genético do indivíduo.

No Kurotel, o cliente tem a possibilidade de realizar o Fit Sport, teste genético não invasivo que analisa o DNA para descobrir, antes de tudo, qual exercício mais indicado para cada indivíduo.

A genética pode ser uma grande aliada para descobrir o exercício físico ideal

Com a análise genética para o esporte é possível:

– Analisar a predisposição para o tipo de esforço: descobrir se a estrutura muscular é orientada a uma força explosiva ou de resistência;

– Verificar a capacidade antioxidante: capacidade de normalizar o estresse oxidativo;

– Análise da lipólise: capacidade do indivíduo de eliminar gordura, sugerindo também estratégias alimentares para otimizar o processo de emagrecimento;

– Resposta inflamatória: descobrir o período correto de recuperação entre os treinos.

Através deste exame, é possível ter uma grande assertividade na prescrição do exercício, obter melhores resultados, melhorar o desempenho, motivar mais a pessoa para que consiga atingir mais rapidamente seus objetivos, e acima de tudo, motivá-lo a dar continuidade no seu treinamento.

Com a análise do perfil genético o educador físico consegue prescrever com muito mais certeza o exercício indicado para cada indivíduo, conseguindo assim, aperfeiçoar o resultado do treinamento.

Rafael Fabres de Carvalho – Educador Físico do Kurotel