No momento das refeições, você dedica a atenção necessária para essa ação, consegue sentir, de fato, o sabor do alimento que está consumindo e identifica os ingredientes presentes em seu prato?

Se o que mencionamos anteriormente não faz parte do seu dia a dia, vamos apresentar uma técnica que vai permitir a você tudo isso, proporcionando diversos benefícios à sua saúde: o mindful eating. Conheça mais sobre o assunto a seguir!

 

O que é mindful eating?

O conceito desse termo refere-se à ação de comer com atenção plena, com a proposta de envolver a mente, o espírito e o coração neste momento

É uma estratégia que visa estimular os sentidos e que nos faz perceber o que estamos comendo, extraindo o máximo de gosto e prazer na mastigação e na permanência do alimento na boca durante a refeição.

 

Princípios básicos do mindful eating

Comer com total atenção permite satisfação sem trazer prejuízo para o corpo, tornando assim a alimentação prazerosa e nutritiva. Confira os princípios da técnica:

– Perceber a fome antes do início da refeição;

– Visualizar o prato de comida;

– Respirar antes de começar a comer;

– Avaliar ao passo que está comendo o movimento da fome (diminuição);

– Observe cada movimento do garfo até a boca e no ato de mastigar o alimento;

– Reconheça o sabor da comida (o gosto, a textura e o alimento passando pela garganta);

– Ao final da refeição, perceber a saciedade.

 

Quais são os benefícios da técnica?

Entre as principais vantagens, podemos citar o menor consumo de alimentos para estar saciado, o que ajuda você a ter uma relação mais consciente com a comida.

A prática regular faz com que esse hábito seja perpetuado, desta forma, permitindo uma rotina mais saudável para a sua vida.

Outro aspecto importante diz respeito à redução de peso, afinal, a técnica proporciona mais controle sobre a alimentação.

 

Como colocar o mindful eating em prática

Assim como qualquer outra mudança em sua rotina, o mindful eating precisa se tornar um hábito e, para isso ter início, é importante realizar a organização da alimentação. Este passo é fundamental em um processo de reeducação do estilo de vida: o que comer, em que horário e em qual quantidade. Veja uma sugestão de um bom planejamento alimentar:

1° – Inicie a alimentação por uma salada. Uma boa orientação neste caso é fazer um prato que seja bem atrativo;

2° – Evite ingerir líquido durante a refeição, assim, poderá sentir o sabor único do alimento;

3° – Priorize que a porção venha pronta e servida, sem utilizar a exposição de comida na mesa, para que assim não corra o risco de sair do planejamento;

4° – Elimine distrações, ou seja, mantenha-se distante de celulares, notebooks, TV, etc.

 

Michael Zanchet, psicólogo do Kurotel, ainda destaca uma outra técnica que auxilia a praticar o mindful eating, acompanhe a seguir:

Diferencie a fome: dê uma nota de 0 a 10 antes de iniciar, outra no meio da refeição e mais uma nota ao final da alimentação. 

Verdadeira fome: jejum, um período sem comer e com a sensação de vazio no estômago.

Vontade de comer: é a ideia de comer porque há comida por perto.

Desejo incontrolável: urgência emocional e fisiológica de comer.

 

O Mindful eating no Kurotel

Aqui, no Kur, tornamos as suas refeições prazerosas e saborosas, por meio de uma apresentação impecável de pratos e de alimentos selecionados, cultivados em horta própria e de produtores locais. Além disso, auxiliamos na prática da técnica do mindful eating.

Quer saber mais? Clique aqui e fale com nossa equipe!