Dia 26 de abril – Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Hoje é o “Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial”, data muito importante em termos de saúde para toda a sociedade.

A Pressão Arterial é a força causada pela contração do coração e das paredes das artérias para impulsionar o sangue por todo o corpo, a fim de fornecer oxigênio e nutrientes para o funcionamento do organismo. A Hipertensão Arterial acontece quando a nossa pressão está acima do limite considerado normal, que, na média, é máxima em 120 e mínima em 80 milímetros de mercúrio, ou simplesmente 12 por 8. Valores inferiores a 14 por 9 podem ser considerados normais a critério médico. Estes valores são obtidos através de aparelhos como o tensiômetro ou esfigmomanômetro e podem ter uma variação relativamente grande sem sair dos níveis de normalidade. Para algumas pessoas ter uma pressão abaixo de 12 por 8, como, 10 por 6, é normal. Já valores iguais ou superiores a 14 (máxima) por 9 (mínima) são considerados como hipertensão para todos.

Pessoas com familiares hipertensos, ou ainda, as que consomem muito sódio (sal), acima do peso, que tenham elevado consumo de álcool, pessoas diabéticas e as que não possuem hábitos alimentares saudáveis, têm maior risco de desenvolver a hipertensão. A doença atinge mais mulheres do que homens, chegando a mais de 50% na terceira idade e a 5% em crianças e adolescentes.

Sabe-se que cerca de 300 mil brasileiros morrem anualmente devido a hipertensão. São 820 mortes por dia, 30 por hora, 1 a cada 2 minuto. Doenças cardiovasculares, matam duas vezes mais do que o câncer, três vezes mais do que acidentes, seis vezes mais do que infecções, incluindo a aids.

As causas são diversas e multifatoriais como sobrepeso e obesidade, hereditariedade e histórico familiar, má alimentação, maus hábitos como tabagismo e excesso de ingestão de álcool, excesso de sódio, além de algumas particularidades como a Síndrome da Apneia do Sono (despertares noturnos, ronco e sonolência durante o dia). A má adesão ao tratamento também se destaca como um problema, pois cerca de 80% dos hipertensos não tomam a medicação corretamente, o que reduz a expectativa de vida em até 16 anos.

A pressão alta é um mal silencioso. A ausência de sintomas atrapalha o diagnóstico e ele, muitas vezes, só é feito quando há complicações mais sérias. A melhor maneira de descobrir se é hipertenso é verificando a pressão com regularidade de, no mínimo, uma vez por ano e a adoção de hábitos saudáveis podem evitar que a doença venha a se instalar.

 

Dr. Renato Kalil F. Uehbe  – Médico do Exercício e do Esporte do Kurotel

News Kur – Hipertensão

Você sabia que cerca de 25% da população brasileira tem pressão alta? A hipertensão é uma doença silenciosa que atinge mulheres e homens de todas as idades, principalmente na terceira idade. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, cerca de 300 mil brasileiros morrem anualmente, sendo uma a cada 2 minutos.

Mas não queremos lhe assustar e sim alertar para que você dê mais atenção para a sua saúde. Estes dados podem ser alterados facilmente com a adoção de hábitos saudáveis e acompanhamento médico adequado. As causas da hipertensão são as mais diversas, como sedentarismo, sobrepeso, obesidade, hereditariedade, histórico familiar, má alimentação, maus hábitos como tabagismo e excesso de álcool e, principalmente, o consumo demasiado de sódio.

O sódio aparece como um dos grandes vilões causadores da hipertensão e conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), os brasileiros consomem em média 12 gramas de sódio por dia, sendo que o recomendável é o consumo de menos de dois por dia.

Queremos compartilhar com você os 10 mandamentos para a prevenção e controle da pressão alta:

 

  1. Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
  2. Pratique atividades físicas todos os dias.
  3. Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
  4. Adote uma alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
  5. Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
  6. Abandone o cigarro.
  7. Nunca pare o tratamento, ele é para a vida toda.
  8. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  9. Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
  10. Ame e seja amado.

Equipe Kurotel