News Kur – Estresse e emagrecimento

Quando falamos dos efeitos negativos do estresse na saúde, lembramos de sintomas como lapsos de memória, dificuldades no sono, picos hipertensivos, tonturas, gripes recorrentes, cansaço excessivo, maior irritabilidade e pouca tolerância. Enfim, uma lista de sintomas descritos que decorrem de respostas físicas, psicológicas ou ambas, geradas a partir do aumento de demandas que podem provir do meio externo ou interno. Mas, dificilmente falamos ou pensamos na influência do estresse para o emagrecimento. E devemos.

“O estresse é um processo de resposta psicofisiológica do organismo, frente a uma situação que ameace a quebra de sua homeostase (equilíbrio) interna. Ou seja, uma situação de tensão gerada por fatores internos ou externos, que desencadeia um amplo processo bioquímico, exigindo de nosso corpo um investimento maior de energia, para capacitá-lo e/ou adaptá-lo às demandas enfrentadas”, analisa a psicóloga Jacqueline Germano Trindade (CRPO RS 11989), da Equipe do Kurotel. “Níveis elevados de cortisol, hormônio liberado quando estamos estressados, podem provocar um aumento do colesterol LDL (ruim), redução do colesterol HDL (bom), aumento da gordura abdominal, retenção de líquidos, maior ansiedade, irritabilidade, incapacidade para relaxar, aumento da necessidade de consumo de carboidratos e açucares (podendo gerar até uma compulsão).” Concomitantemente, aspectos psicológicos podem ser desencadeados, estabelecendo no consumo alimentar uma relação distorcida com a comida, seja por recompensa, por alívio de tensão, ou por uma busca de prazer. Jacqueline relata que o cortisol elevado altera o metabolismo, “gerando um processo inflamatório e, consequentemente, produz um aumento de volume das células de gordura, levando ao aumento da gordura corporal”. .

Com todas essas alterações, o processo do emagrecimento pode tornar-se menos eficaz, inclusive permanecendo estagnado. Ter saúde e emagrecer saudavelmente é desenvolver hábitos salutares que se traduzem em um estilo de vida saudável. “O cuidado com as emoções e um sono reparador são comportamentos aliados que nos ajudam a controlar o estresse e a emagrecer com saúde”, explica a psicóloga.     ​

 

Estresse: trilhando entre o físico, o emocional e o tratamento!

O estresse tem a ver com percepção, toda vez que percebemos uma situação de perigo e/ou ameaça, real ou imaginária, o organismo se adapta para enfrentar; a essa adaptação chamamos de estresse: descarga de adrenalina, baixa as taxas de oxigênio, aumento do ritmo cardíaco, sudorese, tensão muscular, pupila dilata, estou pronto para atacar e/ou me defender.

Nas situações que realmente necessito de enfrentamento, chamamos de uma reação positiva, por exemplo: vou atravessar a rua e vem um carro em alta velocidade e eu corro para fugir; sou impulsionado pelo estresse positivo. Agora, quando interpreto que vou enfrentar um “leão” e no momento é uma “formiga”, acometo o organismo de uma sobrecarga de energia desnecessária, chamamos de um estresse negativo.

Na repetição crônica de percepções inadequadas, começa a desequilibrar o corpo, tendo malefícios físicos e psicológicos em decorrência do estresse. Pode-se citar alguns sintomas que são característicos do estresse crônico: ansiedade, insônia, tristeza, cansaço, taquicardia, hipertensão, problemas gastrointestinais, depressão, dor nas costas, cefaleia.

O mais importante é descartar todas as possibilidades clínicas para estabelecer um tratamento psicológico; não é incomum receber clientes no consultório, encaminhados pelo Médico Cardiologista, com todos os exames cardiológicos adequados, mas com sintomas: hipertensão, taquicardia, sensação de desmaio, insônia; provenientes do corpo somatizar questões emocionais.

Avaliando o cliente, muitas vezes, são traumas passados que a pessoa revive em outras situações e o cérebro interpreta de maneira equivocada, armando no organismo um estado de alerta e perigo. Costumo fazer uma metáfora, digamos que tenha sobrevivido a uma guerra depois de três meses na batalha, retorno ao meu cotidiano e para um lugar tranquilo, naturalmente o cérebro necessita um período de adaptação, num primeiro momento irei ficar olhando para os lados, desconfiado, talvez reviva algumas situações que sinta perigo, mas que não são daquele momento presente e sim dos fatos passados.

No tratamento é importante a avaliação do Médico Psiquiatra para ver a necessidade de farmacologia e a psicoterapia para analisarmos as disfunções cognitivas, pois é na reinterpretação das novas situações e elaboração dos traumas passados internalizados, que vai se estabelecer um novo padrão de ideia, de pensamento e assim elaborar os conflitos emocionais; dessa maneira aos poucos os sintomas vão perdendo função. Como técnicas complementares e fundamentais ao tratamento cito e reforço à importância dos exercícios físicos e das técnicas de relaxamento (massagem, exercícios de respiração diafragmática, yôga, meditação).

A grande relevância da avaliação clínica do Médico é que nos dá a certeza de que esse cliente não tem nenhum risco clínico, pois o profissional e seus exames vão nos dar essa normativa, podendo focar totalmente no componente emocional.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

 

Estilo de vida saudável para executivos

O mundo corporativo é, cada vez mais competitivo e executivos necessitam de inovação permanente para permanecerem no mercado, o que gera uma grande pressão entre os profissionais envolvidos nas suas metas, responsabilidades e sustentabilidade dentro desse jogo. Fatores como estresse, ansiedade, déficit de memória, depressão e problemas clínicos de saúde não são incomuns nesse segmento, o que pode dificultar o raciocínio e o bom desempenho nas atividades de trabalho. Perdem todos, o executivo que percebe seu desempenho aquém do que ele tem capacidade, a empresa e o consumidor final.

Nessa linha de pensamento, o Kurotel, através do programa Controle do Estresse e da Ansiedade, busca auxiliar os executivos (e demais profissionais que apresentam as características citadas), e tratar esses profissionais de maneira integrada, a fim de que através de um diagnóstico possa reeducar seu estilo de vida e trazer como benefícios o aumento de sua capacidade profissional e o seu bem-estar físico e mental. O executivo passa por avaliações com médico, psicólogo, fisioterapeuta, nutricionista, educador físico e dentista, para o diagnóstico do que está positivo e o que está negativo no seu estilo de vida.

Após passar por essa etapa, a equipe transdisciplinar prescreverá o tratamento adequado e personalizado para reeducar sua maneira de viver. A psicologia irá avaliar o cliente trabalhando variáveis como os níveis de estresse, de ansiedade e de sintomas depressivos, a memória, a qualidade do sono e a organização da rotina, enquanto as outras áreas farão o trabalho de bem-estar físico e clínico.

A ansiedade, o estresse e os sintomas depressivos são percebidos através da Avaliação de Estresse. Essa avaliação consiste na compreensão de dados clínicos que podem gerar o estresse negativo. Em uma segunda parte, será feita uma compreensão dinâmica do caso, uma psicoeducação do que é estresse e orientação de modificações de percepções e padrões de comportamentos, baseados nos resultados das escalas psicológicas e dados clínicos colhidos nas observações e entrevistas.

Dificuldade no sono é bem comum entre grandes executivos. Para esta correção existe a Higiene do Sono, que consiste na identificação dos comportamentos do cliente ao longo do seu dia e a características da insônia.

Outro fator de maior prevalência e preocupação da atualidade é a obesidade, tendo influência direta nos hábitos de saúde, estresse e alteração do metabolismo. Para esta questão a Terapia Cognitiva para Emagrecer, estruturada na teoria Cognitivo-Comportamental auxilia na melhora global do executivo, pois se baseia na maneira como as pessoas pensam e de qual forma isto afeta o que elas sentem e fazem.

Para um estilo de vida saudável em executivos, o Kurotel orienta o trabalho transdisciplinar, onde a medicina identificará causas da obesidade, investigando e tratando possíveis interferências endocrinológicas e metabólicas. A psicologia terá o enfoque nas emoções e nos padrões de comportamentos, estabelecendo com o cliente novos padrões de pensamento e auxiliando no processo de reorganização do estilo de vida, através de técnicas cognitivas e comportamentais. A nutrição trabalha o conteúdo, a quantidade e a organização da alimentação. E o educador físico realiza o planejamento da frequência e indica a melhor atividade física. O trabalho da equipe transdisciplinar visa ter como consequência final a redução e a manutenção do peso num processo de reeducação do estilo de vida de forma saudável.

Outra questão relevante é a memória. Esta é o grande carro-chefe para o emprego da capacidade intelectual e criativa na vida pessoal e profissional. A ansiedade, o estresse, a depressão e o cansaço têm influência na capacidade de memória de cada pessoa. Dessa forma, muitas vezes as queixas de memória, por exemplo, são tratadas através do gerenciamento do estresse, da ansiedade ou tratamento adequado para depressão. Isso reafirma ainda mais a convicção de a equipe do Kurotel trabalhar de forma integrada.

 

Atividades físicas e de lazer contra o estresse e a ansiedade

A prática de atividades físicas e momentos de lazer são essenciais no controle do estresse e da ansiedade.

Listamos algumas atividades que podem ser incluídas na sua rotina para que você sinta-se bem:

Exercícios: caminhada, bicicleta, artes marciais, musculação, pilates, hidroginástica…

Pratique exercícios físicos com regularidade, mas sempre com orientação do educador físico, realize atividades que lhe proporcionem o sentimento de prazer e que faça você controlar o foco atencional, desativando a mente. Desta forma você consegue contemplar os benefícios para o físico e o mental.

Lazer: jogar jogos, conversar com amigos e familiares, pintar, escutar música, ir ao cinema ou teatro, tocar um instrumento, praticar atividades de jardinagem…

Para o lazer, a linha de raciocínio é a mesma. Pratique atividades com quem você gosta, ou individualmente, ao ar livre ou em espaços específicos, mas que você possa canalizar o seu fluxo de ideias e energia física para aquela atividade, desativando a mente e vivendo o presente.

Nosso Programa Controle do Estresse e da Ansiedade pode lhe auxiliar neste momento. Permita-se vivenciar esta experiência conosco. Saiba mais em: https://www.kurotel.com.br/programa/controle-do-estresse

 

Sente estresse ou ansiedade? Elaboramos 11 orientações para lhe auxiliar

SEGUNDO OMS (Organização Mundial da Saúde), 90% DA POPULAÇÃO MUNDIAL SOFRE COM ESTRESSE E ANSIEDADE, CONSIDERADAS AS DOENÇAS DO SÉCULO.

Caso você esteja dentro destes 90%, o nosso psicólogo Michael Zanchet elaborou 11 orientações para lhe auxiliar no gerenciamento destes sentimentos.

  1. Evite lutar contra as atividades do seu cotidiano. O melhor caminho é planejar e organizar as atividades de maneira que seja respeitado o tempo para executar cada uma delas.
  2. Busque respeitar os seus limites e saiba dizer “não” para aquilo que você não gosta de fazer.
  3. Equilibre a sua semana com atividades de saúde (exercícios físicos, alimentação balanceada, relaxamento), pessoais (lazer) e profissionais (profissão, atividades estudantis, gerenciamento do lar).
  4. Desperte devagar pela manhã, perceba a sua respiração, alongue de maneira leve a sua musculatura, sinta a temperatura do dia e como está o clima.
  5. Faça exercícios de respiração diafragmática.
  6. Inclua atividades de relaxamento na sua rotina de vida (exemplos: massagem, banhos de banheira de hidromassagem, yôga, meditação…).
  7. Desenvolva hobbies na área artística (pintura, tecelagem, jardinagem, música…).
  8. Alimente-se de três em três horas.
  9. Evite bebidas com cafeína em excesso e após às 16 horas.
  10. Preserve um tempo para o seu sono (dormir e acordar no mesmo horário);
  11. Evite a ingesta de bebidas alcoólicas com regularidade.

O nosso Programa Controle do Estresse e Ansiedade permite que você vivencie esta experiência de bem-estar e que os resultados sejam melhor compreendidos para lhe auxiliar a gerenciar estes sentimentos. Saiba mais em: https://www.kurotel.com.br/programa/controle-do-estresse

 

Será que o que você sente é estresse ou ansiedade?

Existem alguns questionamentos que podemos fazer para auxiliar a descobrir se estamos com características indicativas de estresse e ansiedade.

Nossa equipe de psicologia elaborou estes questionamentos para ser o seu start neste pensamento, mas é importante salientar que estas perguntas são de caráter indicativo, não são diagnósticos e não exercem mensuração quantitativa.

É essencial buscar um profissional para realizar a avaliação correta.

– Você se sente sem energia para desempenhar as suas atividades do cotidiano.

(    ) Sim    (    ) Não

– Ás vezes se sente sobrecarregado de pensamentos, com a sensação que a “cabeça está cheia” e com dificuldade de raciocinar.

(    ) Sim    (    ) Não

– Nas últimas duas semanas, sentiu-se muitas vezes triste e com a sensação de incapacidade; sem uma razão aparente e concreta.

(    ) Sim    (    ) Não

– Tem se sentido frequentemente irritado.

(    ) Sim    (    ) Não

– Tem feito maior esforço para executar atividades que antes ocorriam ao natural.

(    ) Sim    (    ) Não

– No último mês teve alguma alteração física do tipo: problema dermatológico; lapso passageiros de memória; insônia; taquicardia; hipertensão.

(    ) Sim    (    ) Não

– Você tem evitado os compromissos sociais, por sentir-se desgastado fisicamente ou fragilizado emocionalmente.

(    ) Sim    (    ) Não

– Percebeu no último mês alteração no padrão do seu sono.

(    ) Sim    (    ) Não

– Você às vezes tem a sensação de “falta de ar” e/ou taquicardia.

(    ) Sim    (    ) Não

– Enquanto faz uma atividade está persistentemente pensando no que tem que fazer depois, tirando o foco do presente.

(    ) Sim    (    ) Não

Se você respondeu muitas vezes sim, busque auxílio profissional da área da psicologia ou psiquiatria para fazer uma avaliação e ter um acompanhamento adequado.

Temos o Programa Controle do Estresse e Ansiedade para lhe auxiliar. Saiba mais em: https://www.kurotel.com.br/programa/controle-do-estresse

News Kur – O real sentido da vida!

Vivemos em uma sociedade automática, com número e velocidade de informações rápidas. Entramos num ciclo vicioso que altera a nossa percepção sobre: o tempo, as emoções, a simplicidade da vida; por vezes corremos atrás de aspectos que nem mesmo sabemos dar sentido àquilo.

A vida é feita de momentos, mas temos que estar bem fisicamente e emocionalmente para poder usufruir desses momentos. Diante da tragédia que fomos assolados no final do ano passado, que foi o acidente aéreo com o time de futebol da Chapecoense, houve alguns sobreviventes, mas sem dúvida o que mais me chamou a atenção foi o caso do goleiro Jackson Follmann, que ao responder para um repórter o que ele mais gostaria de voltar a fazer naquele momento? Sua resposta foi: poder voltar a caminhar com auxílio da prótese. Pergunto a você: tem dado valor a sua respiração? Ao fato de estar vivo, enxergando, mastigando, sorrindo, andando, sentindo o perfume das flores?

Não sei quais são as suas dificuldades, até por que todos nós temos, mas a real liberdade é dar o verdadeiro sentido à vida, poder se relacionar com o mundo de maneira própria, estabelecer prioridades com o tempo, valorizar e cuidar do corpo físico e mental, dar atenção aos familiares e amigos, respeitar a individualidade e poder apreciar cada momento vivendo o presente.

A escolha é sua: viver no automático, sem sentir o perfume, sem valorizar a vida, sem sentir o gosto dos alimentos e sem perceber o sorriso das pessoas, pensando sempre no futuro (ansiedade). Ou viver o presente, o sorriso das pessoas, o prazer de sentir o gosto dos alimentos, sem a necessidade de repetir, viver o abraço fraterno dos que o rodeiam, com a intensidade do momento.

O automático pode gerar estresse, ansiedade e depressão.

O presente pode gerar tranquilidade, harmonia.

Reflita: qual o sentido que você quer dar a sua vida?

 Michael Zanchet – Psicólogo do Kurotel

News Kur – Densitometria de dupla energia (DXA) é o melhor método para avaliar a composição corporal

Com os avanços científicos ficou possível realizar um escaneamento do corpo e com ele conseguir identificar as composições corporais, como peso muscular, massa magra, massa gorda, distribuição da gordura por regiões, massa óssea e água. A partir destes resultados e com o auxílio de um médico, a pessoa pode utilizar os parâmetros para melhorar a sua saúde e prevenir doenças.

Trata-se de um exame que verifica a composição corporal com densitometria por emissão de raios X de dupla energia, chamado de DXA e que vai além da medida corporal total ou massa sem gordura. O Kurotel realiza este exame, pois ao contrário de qualquer outra técnica, com ele é possível avaliar a distribuição de gordura no corpo por um método que é considerado “padrão ouro” comprovado cientificamente para avaliação da composição corporal (massa muscular, massa gordurosa, gordura visceral e massa óssea). Rápido e indolor, o exame não requer nenhum preparo especial e é realizado com baixa intensidade de exposição aos raios X.

As principais aplicações clínicas são: na avaliação do estado nutricional, na averiguação da eficácia de programas de condicionamento físico e de tratamento da obesidade, na reabilitação motora de doenças neuromusculares e na abordagem de pacientes com anorexia nervosa. O exame ainda ajuda a determinar o momento de aquisição do pico de massa óssea em crianças e adolescentes, auxiliando o especialista na análise dos distúrbios do crescimento.

Com o método densitométrico (DXA), é possível estimar com precisão a quantidade e volume do tecido adiposo visceral (VAT), sendo este o tipo específico de gordura relacionado a vários tipos de doenças metabólicas, tais como câncer, hipertensão arterial, síndrome metabólica, obesidade e diabetes tipo 2. Essa análise e acompanhamento se tornam de grande importância pelo fato de que o tecido adiposo visceral tem sido considerado o fator de risco mais importante na evolução das doenças cardiovasculares.

Dra. Gislaine Bonardi – Médica Geriatra do Kurotel 

News Kur – Hipertensão

Você sabia que cerca de 25% da população brasileira tem pressão alta? A hipertensão é uma doença silenciosa que atinge mulheres e homens de todas as idades, principalmente na terceira idade. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, cerca de 300 mil brasileiros morrem anualmente, sendo uma a cada 2 minutos.

Mas não queremos lhe assustar e sim alertar para que você dê mais atenção para a sua saúde. Estes dados podem ser alterados facilmente com a adoção de hábitos saudáveis e acompanhamento médico adequado. As causas da hipertensão são as mais diversas, como sedentarismo, sobrepeso, obesidade, hereditariedade, histórico familiar, má alimentação, maus hábitos como tabagismo e excesso de álcool e, principalmente, o consumo demasiado de sódio.

O sódio aparece como um dos grandes vilões causadores da hipertensão e conforme a Organização Mundial da Saúde (OMS), os brasileiros consomem em média 12 gramas de sódio por dia, sendo que o recomendável é o consumo de menos de dois por dia.

Queremos compartilhar com você os 10 mandamentos para a prevenção e controle da pressão alta:

 

  1. Meça a pressão pelo menos uma vez por ano.
  2. Pratique atividades físicas todos os dias.
  3. Mantenha o peso ideal, evite a obesidade.
  4. Adote uma alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes.
  5. Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba.
  6. Abandone o cigarro.
  7. Nunca pare o tratamento, ele é para a vida toda.
  8. Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde.
  9. Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer.
  10. Ame e seja amado.

Equipe Kurotel

News Kur – Alimentação equilibrada pode contribuir no combate ao estresse

Nos dias atuais, cada vez mais crescem as maratonas de exigências e metas profissionais, ocasionando um elevado índice de fadiga corporal advindo do estresse. Isso ocorre, pois o estresse é um aglomerado de reações fisiológicas, que em excesso, leva a um desequilíbrio de todo o organismo. Geralmente ele é uma resposta física ao desgaste mental, jornada de trabalho excessiva, sobrecarga de tarefas e preocupações do dia a dia. A complicação pode gerar problemas de saúde intensos, acarretando desde sintomas gastrointestinais, queda de cabelo e até dores pelo corpo.

Uma alimentação equilibrada pode contribuir no combate a este mal, que atinge um número cada vez maior de pessoas. Existem alguns alimentos que diminuem a produção de radicais livres por possuírem antioxidantes, fundamentais no combate ao estresse. Além de alimentos ricos em substâncias precursoras de neurotransmissores como a serotonina, responsável pelo bom humor e sensação de prazer. É importante salientar também, que os maus hábitos alimentares, como ingestão excessiva de cafeína e alimentos muito estimulantes, além de açúcar, sal, e produtos refinados pode agravar o estresse no organismo.

Abaixo alguns alimentos que auxiliam significativamente na luta contra o estresse:

 

  • Castanha do Pará, amêndoa: Ricas em magnésio e selênio, minerais importantes no combate ao estresse.
  • Banana: rica em magnésio e vitamina B6, minerais que ajudam na produção de neurotransmissores que diminuem a ansiedade. Também contém triptofano que estimula a produção de serotonina.
  • Feijão, lentilha: possuem magnésio e cálcio, além de serem ricos em triptofano, promovem a produção de serotonina.
  • Aipo: Quatro talos ao dia ajudam a reduzir a liberação do hormônio que causa o estresse. O Aipo também possui niacinamida que promove o relaxamento.
  • Abacate: contém ácido fólico, ferro, magnésio, potássio e vitaminas B3, B6, C e E, auxilia no controle da ansiedade.
  • Maracujá: o chá de maracujá e as folhas da fruta são ricos em vitamina C e também em compostos químicos chamados flavonoides, que ajudam a acalmar o sistema nervoso central.
  • Alface: possui uma substância chamada lactucina, que tem propriedades calmantes, usada às vezes até como sedativos.
  • Brócolis: ajuda no combate à depressão e é rico em ácido fólico, muito importante para ajudar no bom funcionamento das células.
  • Peixes e frutos do mar: os alimentos contêm zinco e selênio, principais componentes para diminuir a ansiedade.

Opte sempre por uma alimentação equilibrada e saudável, pois ela melhora as atividades orgânicas, favorecendo um bom funcionamento de todo o corpo e mente.

Equipe de Nutrição Kurotel