Emagrecimento: uma questão de escolhas

A palavra emagrecimento está no pensamento de muitas pessoas, que se sentem insatisfeitas com seus corpos, principalmente nos meses que antecedem o verão onde a exposição do corpo é maior.

A dieta mais aconselhável é aquela que é possível seguir por uma filosofia de vida, onde é possível aprender a reeducar o contexto de vida para beneficiar a saúde e o corpo, tendo dados clínicos que sirvam como base para as escolhas.

Para isso são necessárias duas atitudes: reduzir e manter o peso corporal. Muitas pessoas se perdem no manter, por isso, é muito importante o acompanhamento médico, para avaliar as condições de saúde da pessoa, afim de mensurar os dados clínicos e avaliar fatores de risco, qual composição corporal é mais adequada para aquela pessoa, conforme a faixa etária, genética e estado de saúde.

Já a redução é pautada na organização da alimentação, tendo uma dieta composta por todos os nutrientes que o corpo necessita para o seu bom funcionamento, essa dieta deve ser prescrita por uma nutricionista, personalizando o cardápio conforme a faixa etária, costumes, cultura dessa pessoa, especificando o tipo de alimento e a quantidade.

O movimento do corpo também é muito importante, pois gera gasto energético,  fundamental para haver a redução de gordura e o aumento da musculatura, fazendo a troca real do emagrecimento que é reduzir gordura e aumentar massa muscular. O comportamento e o emocional são fundamentais para esse processo, afinal quem comanda as ações são as nossas percepções e pensamentos.

Emagrecer e manter o peso corporal requer organização e inserção de uma nova percepção e mentalidade do seu contexto de vida, incluindo os exercícios físicos na semana, aprendendo e redescobrindo o paladar de uma alimentação baseada no sabor, na qualidade e no prazer, tendo foco no que está comendo, relaxando e reconhecendo as emoções.

O desejo está dentro de si e os profissionais instrumentalizam você para esse projeto de saúde, mas quem faz a operação e tem o protagonismo é você, quando toma as decisões. Por isso que emagrecer não é um momento da vida, mas sim uma nova filosofia!

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384