Alimentação X Estresse

Filé de peixe com especiarias
Filé de peixe com especiarias – Kurotel

Há momentos em que o corpo sente uma maior fadiga. Ou porque está passando por um estresse familiar, no trabalho ou porque tem pela frente uma maratona de exigências, metas e não quer decepcionar. Nestes períodos a preocupação com uma alimentação rica em determinados nutrientes pode auxiliar no melhor desempenho do corpo e da mente.

O estresse é um aglomerado de reações fisiológicas que em excesso leva a um desequilíbrio no organismo. Geralmente ele ocorre como resposta física ao desgaste mental, jornada de trabalho excessiva, sobrecarga de tarefas e preocupações do dia a dia. A complicação pode gerar problemas de saúde intensos, acarretando desde sintomas gastrointestinais, queda de cabelo e até dores pelo corpo.

Uma alimentação equilibrada pode contribuir no combate a este mal, que acarreta um número cada vez maior de pessoas. Existem alguns alimentos que diminuem a produção de radicais livres por possuírem antioxidantes, fundamentais no combate ao estresse. Além de alimentos ricos em substâncias precursoras de neurotransmissores como a serotonina, responsável pelo bom humor e sensação de prazer.

É importante salientar também, que os maus hábitos alimentares, como ingestão excessiva de cafeína e alimentos muito estimulantes, além de açúcar, sal, e produtos refinados pode agravar o estresse no organismo.

Abaixo seguem alguns alimentos que podem contribuir significativamente na luta contra ao estresse:

  • Castanha do Pará, amêndoa: Rica em magnésio e selênio, minerais importantes no combate ao estresse.
  • Banana: rica em magnésio e vitamina B6, minerais que ajudam na produção de neurotransmissores que diminuem a ansiedade. Também contém triptofano que estimula a produção de serotonina.
  • Feijão, lentilha: possuem magnésio e cálcio, além de serem ricos em triptofano, promovem a produção de serotonina.
  • Aipo: Quatro talos ao dia ajudam a reduzir a liberação do hormônio que causa o estresse. O Aipo também possui niacinamida que promove o relaxamento.
  • Abacate: contém ácido fólico, ferro, magnésio, potássio e vitaminas B3, B6, C e E, auxilia no controle da ansiedade.
  • Maracujá: o chá de maracujá e as folhas da fruta são ricos em vitamina C e também em compostos químicos chamados flavonoides, que ajudam a acalmar o sistema nervoso central.
  • Alface: possui uma substância chamada lactucina, que tem propriedades calmantes, usado às vezes até como sedativos.
  • Brócolis: ajuda no combate à depressão e é rico em ácido fólico, muito importante para ajudar no bom funcionamento das células.
  • Peixes e frutos do mar: os alimentos contêm zinco e selênio, principais componentes para diminuir a ansiedade.

Opte sempre por uma alimentação equilibrada e saudável, pois ela melhora as funções orgânicas, favorecendo um bom funcionamento de todo o corpo e mente.

31 de agosto – Dia do Nutricionista.