Receitas para o período de Carnaval

Sucos Hidratantes – PRÉ CARNAVAL

Suco de Melancia e Morango

Ingredientes:
¼ de fatia de melancia
5 morangos (preferência orgânicos)
100 ml de água de coco
Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

 

Suco de Melão e Aipo

Ingredientes:
1 fatia de melão
½ talo de aipo
¼ de pepino pequeno
150 ml de água de coco
Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

 

Refeições pré Carnaval

Biscoito Cracker Salgado com patê de salsa

Ingredientes:
½ xícara (chá) de farinha de arroz integral
½ xícara (chá) de farinha de amêndoas (bater as amêndoas no liquidificador)
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça
½ colher (chá) sal não refinado
1 colher (chá) chá de ervas: tomilho, alecrim, orégano, manjericão
1 pitada de noz moscada (opcional)
¼ colher (sopa) de fermento químico
¼ xícara (chá) de água filtrada
1 colher (chá) de azeite de oliva extra virgem
1 xícara (chá) de biomassa de banana verde

Modo de preparo: Em um recipiente misture todos os ingredientes secos. Em seguida adicione o azeite, a água e misture com as mãos até formar uma bola compacta. Abra a massa em cima de um papel manteiga, o máximo que conseguir sem quebra-la. Depois, corte a massa em cubos e transfira os crackers para uma forma untada com óleo. Asse em forno a 180°C pré-aquecido por cerca de 20 minutos.

Rendimento: cerca de 100 unidades pequenas

Patê de salsa

Ingredientes:
3 ramos de salsinha fresca
¼ xícara (chá) de leite de soja sem sabor (ou outro leite vegetal)
1 colher (café) sal não refinado
½ xícara (chá) de azeite de oliva extra virgem gelado

Modo de Preparo: Coloque no liquidificador a salsinha, o leite de soja e o sal e bata. Mantenha o liquidificador ligado, continue batendo os ingredientes e vá adicionando o azeite aos poucos até a mistura adquirir uma consistência de patê. Sirva gelado.

Rendimento: 15 porções (1 colher de sopa cheia)

 

Panqueca de batata-doce

Ingredientes:
2 xícaras de batata doce cozida e amassada
2 ovos
1 pitada de cúrcuma (açafrão da terra)
1 colher (café) de sal não refinado
Pimenta do reino à gosto
1 colher (café) de azeite de oliva extra virgem

Modo de preparo: Cozinhe a batata doce. Amasse as batatas com um garfo e reserve. Em uma vasilha misture os ovos com açafrão, sal e pimenta. Junte a batata amassada e misture. Numa frigideira coloque um pouco de azeite de oliva e coloque a massa. Quando estiver soltando do fundo, vire e deixe dourar. Sirva em seguida.

Rendimento: 4 panquecas médias

 

Sucos desintoxicantes  – PÓS CARNAVAL

Suchá de Abacaxi e Erva doce

Ingredientes:
200 ml de chá de erva doce
1 rodela de abacaxi
3 folhas de hortelã
Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

 

Suco Verde

Ingredientes:
200 ml de água de coco
½ maçã
1 lasquinha de gengibre
10 folhas de hortelã
1 folha de couve (com talo)
Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

 

Refeições Pós Carnaval

Light Ceasar com lascas de frango, chips de beterraba e croutons 

Ingredientes:               
150 g de filé de peito de frango cru
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem
1 unidade de alho picado
Suco de 1 limão
1 colher (café) de sal marinho não refinado
Pimenta do reino branca a gosto
2 unidades de beterraba pequena
2 fatias de pão sem glúten
Folhas verdes a gosto

Modo de Preparo: Corte os filés em lascas finas e tempere com o limão, alho, sal e pimenta. Deixe descansar por 15 minutos. Aqueça uma frigideira, adicione o azeite e grelhe o frango até dourar bem. Reserve. Descasque as beterrabas e com o auxílio de uma faca afiada ou de um mandoline, faça fatias bem finas, tipo chips.  Assar em forno pré-aquecido a 160°C por aproximadamente 25 minutos. Vire os chips na metade do tempo.  Retire do forno, deixe esfriar para secar bem. Reserve. Para os croutons, pique as fatias de pão sem glúten em quadrados pequenos e leve ao forno a 160°C por 20 minutos para torrar. Reserve. Rasgue as folhas de saladas em um bowl e adicione delicadamente as lascas de frango, os chips de beterraba e crótons. Sirva em seguida.

Rendimento: 4 porções

 

Canja de Frango com Quinoa e Legumes

Ingredientes:
1 xícara (chá) de peito de frango cozido e desfiado
2 litros de água (aproximadamente)
1/4 xícara (chá) de quinoa em grãos
1 cebola pequena bem picada
3 dentes de alho picados
½ cenoura pequena ralada
½ abobrinha pequena ralada
½ chuchu pequeno ralado
1 colher de chá de azeite de oliva extra virgem
1 colher (café) de sal marinho não refinado
Pimenta do reino a gosto (se desejar)
Tempero verde a gosto (salsinha e cebolinha)

Modo de preparo: Em uma panela aqueça o azeite, acrescente a cebola e o alho e refogue até dourar, acrescente a água. Quando levantar fervura, adicione a quinoa e deixe cozinhar por 10 minutos. Acrescente a cenoura, a abobrinha, o chuchu e o frango desfiado. Coloque sal, a pimenta e tempero verde a gosto e deixe cozinhar por 30 minutos.Sirva em seguida.

Rendimento: 6 porções

 

Peixe Grelhado com Vinagrete de Gengibre

Ingredientes para o peixe:
4 filés (600g) de peixe (pirarucu, salmão, robalo, atum, pescada)
1 colher (café) de sal não refinado
Pimenta do reino a gosto
1 colher (café) de óleo vegetal

Ingredientes para o vinagrete:
1 colher (sopa) de gengibre ralado
1 dente de alho picado
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem
2 colheres (sopa) de aceto balsâmico
2 colheres (sopa) de caldo de legumes caseiro

Modo de preparo: Para o vinagrete, misture todos os ingredientes e bata no liquidificador. Peneire a mistura e reserve. Coloque os filés de peixe para marinar com o sal e pimenta por cerca de 20 minutos.  Em frigideira antiaderente, unte com 1 fio de óleo vegetal (espalhe com o auxílio de um pincel de silicone ou um guardanapo). Aqueça a frigideira untada e grelhe o peixe de ambos os lados até ficar dourado. Cerca de 10 minutos. Sirva o peixe em seguida, com o vinagrete de gengibre e um acompanhamento de sua preferência.

Rendimento: 4 porções

Alimentação no Carnaval

Orientações para se alimentar antes da folia de Carnaval

A alimentação que antecede ao carnaval dever ser rica em carboidratos, preferencialmente os integrais, como: pães, massas, arroz, aveia, batata doce, mandioca, grãos (feijão, lentilha, milho), para fornecer energia ao organismo e ganhar resistência para os quatro dias de festas.

Durante os dias de festas:

  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Hidrate-se bem com água, água de coco e suco de frutas naturais.
  • Evite comer petiscos, frituras e fast food porque não são as melhores opções para ‘’forrar” o estômago. Prefira castanhas, frutas secas, sementes de abóbora ou girassol torradas sem sal e salgados assados.
  • Prefira uma alimentação leve e com boas fontes de carboidratos (preferência os integrais), combinadas com frango ou peixes, legumes e verduras.

Após o carnaval:

Procure seguir uma alimentação saudável e desintoxicante, rica em frutas (preferencialmente melão, melancia, maçã, pera, kiwi, abacaxi, banana), folhas verdes, verduras cruas, carnes brancas (frango e peixes) e carboidratos integrais. Evite o consumo excessivo de laticínios, gorduras e frituras, e carne vermelha.

Se a ressaca já estiver instalada, o próximo passo manter a hidratação. Além de muita água, abuse nos chás de erva doce, hortelã e boldo, assim como no suco verde. Para aliviar o mal-estar  mastigue um pedacinho de gengibre ou casquinhas de limão.

 

Desintoxicação alimentar

Durante o tratamento de desintoxicação a alimentação deve ser rica em alimentos que alcalizam o organismo (mínimo 60% da dieta) e reduzida em alimentos e bebidas que acidifiquem o organismo (máximo 40% da dieta).

  • Reduza o consumo de café, sal refinado, açúcar branco, carne vermelha, frango de granja, queijos, leite de vaca, farinha de trigo branca (e seus derivados), frituras, embutidos e bebidas alcoólicas.
  • Evite o consumo de qualquer alimento industrializado que seja cheio de aditivos alimentares (evite os alimentos que contenham na lista de ingredientes o glutamato monossódico, adoçantes artificiais – sacarina e aspartame -, corantes, aromatizantes, estabilizantes, excesso de conservantes etc).
  • Evite a ingestão de frituras e carnes em geral com gordura aparente, mas inclua diariamente uma pequena porção de amêndoas, castanhas sem sal, nozes, azeite de oliva, sementes de gergelim, abóbora e girassol, que tem gorduras essenciais e nutrientes antioxidantes como selênio, cobre, zinco e vitamina E, que reduzem inflamação e melhoram a desintoxicação.
  • Reduza o consumo de frutas, legumes e verduras contaminados por agrotóxicos, frango e carne vermelha possuem maiores quantidades de hormônios e receberam antibióticos, que acabam por nos intoxicar. Para obter um melhor resultado na desintoxicação, substitua o que for possível por alimentos de cultivo orgânico, para minimizar a exposição a pesticidas, herbicidas, hormônios e antibióticos. Use frango e ovos caipiras e aumente o consumo de peixes brancos e sardinha fresca (evite salmão de cativeiro e atum em lata, que podem ter metais pesados).
  • Dê preferência aos alimentos alcalinos, que auxiliam no processo de desintoxicação, sendo estes as frutas e vegetais em geral, mas principalmente os alimentos: brotos, brócolis, couve, alho, amora, mirtilo, lima, limão, laranja, toranja, maçã, alecrim, manjericão, aipo, salsinha, gengibre, orégano, hortelã e açafrão da terra. Também aumente o consumo de peixes ricos em ômega- 3, como o bacalhau, pirarucu, cavala, salmão selvagem, atum e sardinha frescos. Para complementar a alimentação inclua ovos caipiras, oleaginosas (castanhas, nozes), aveia, linhaça, chia, feijões, arroz integral, quinoa, batata doce, batata baroa, mandioca, lentilha, grão de bico e kefir.
  • Mantenha a hidratação, ingerindo mínimo dois litros de água dia. E evite o consumo de refrigerantes, sucos em caixinha ou lata, mate e águas saborizadas industrializadas mesmo as versões dietéticas, pois todos são produtos industrializados cheios de aditivos químicos.

 

NEWS KUR: Pães para o novo ano

Novo ano, novas resoluções, novo estilo de vida! Já pensou em ir cortando as farinhas brancas da sua dieta? Nós queremos ajudar você, por isso, separamos duas receitas deliciosas de pães, integral e sem glúten, para você inserir no seu dia a dia.

PÃO INTEGRAL

Ingredientes

5 xícaras (chá) de farinha de trigo integral
1 xícara (chá) de farinha de centeio
¼ xícara de óleo vegetal
1 colher (chá) de sal não refinado
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
1 colher (sopa) fermento biológico (ou 1 pacote de 10g)
1 colher (sopa) de linhaça (ou outra semente de sua preferência)
2 ½ xícaras (chá) de água morna

Modo de preparo

Em uma vasilha, misture os ingredientes secos: farinhas, sal, açúcar, linhaça e fermento. Misture bem. Acrescente primeiro o óleo, em seguida vá adicionando água morna aos poucos, misturando com as mãos. A massa ficará com ponto de mingau grosso. Reserve. Unte com óleo uma forma de bolo inglês, coloque a massa com o auxílio de uma colher, deixe crescer por cerca de 30 minutos. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180°C durante 45 minutos, aproximadamente. Espere esfriar para desenformar. Sirva em seguida.

Rendimento:  2 unidades

PÃO SEM GLÚTEN COM UVA PASSAS

Ingredientes

1 ½ xícara (chá) de farinha de arroz integral
1 colher (sopa) de fermento em pó (químico)
1 colher de sopa de açúcar mascavo
1 colher de café de sal não refinado
1 xícara de água mineral
1/4 xícara de óleo vegetal
3 ovos
½ xícara de uva passas*

Modo de Preparo:

Coloque no liquidificador todos os ingredientes, exceto o fermento em pó. Bata até obter uma massa homogênea. Transfira o conteúdo para uma vasilha e misture o fermento em pó na massa com uma colher. Unte uma forma de bolo inglês com óleo e coloque a massa. Leve para assar em forno médio pré-aquecido por aproximadamente 30 minutos.

Rendimento: 1 unidade

*você pode substituir por tomate seco, damasco, nozes… o que for de sua preferência

NEWS KUR: Ceias de Natal e Ano Novo saudáveis e saborosas

O Kurotel sugere práticas e substituições para manter o sabor e a funcionalidade dos pratos sem comprometer a balança.

Preparar uma ceia de Natal e Ano Novo saudável e funcional é possível desde que a escolha dos alimentos não privilegie aqueles que são tão somente gordurosos, açucarados e sem valor nutricional. “Dá para montar uma mesa belíssima com pratos saudáveis, com ingredientes leves e saborosos, que agrade os paladares mais exigentes, é só escolher os itens que irão compor os pratos com sabedoria”, afirma nossa nutricionista, Larissa Santana, que sugere algumas práticas e substituições para hora da escolha e preparação daquilo que será servido. Confira abaixo:

Não erre no cardápio

É importante analisar quantas pessoas estarão presentes, se alguém levará mais algum prato. “Vale lembrar que é sempre uma noite onde as pessoas comem um pouco mais, então, devemos evitar alimentos com pouca qualidade nutricional”, afirma a nutricionista que sugere a priorização de folhas, legumes, verduras e frutas, além das carnes mais magras e produtos integrais para compor a mesa.

Cuidado com os vilões

Como nessa época do ano a ingestão de bebidas alcoólicas e sucos industrializadosé maior, o ideal é substituir os refrigerantes por sucos naturais e deixar o champanhe apenas para os brindes. E para não exagerar nos doces o ideal é evitar comer quantidades demasiadas e escolher apenas um dentre todos para experimentar. No preparo, uma boa alternativa para substituir o leite condensado é a biomassa de banana verde. “Rica em amido resistente, ela funciona como um prebiótico, alimentando as bactérias boas do nosso intestino, melhorando a flora intestinal. Dá para fazer receitas ótimas, muito saborosas, evitando o excesso de açúcar do leite condensado”.

De olho no excesso de proteína no menu

Não é preciso descaracterizar as ceias, deixando de lado os tradicionais peru, chester e tender, mas a ceia não precisa necessariamente reunir todas as carnes. “Se possível escolher uma ou no máximo duas proteínas, de amimais diferentes. Não levar à mesa todos os tipos de proteínas vendidas nesta época para não estimular o consumo”, indica Larissa que sugere servir o tradicional peru e uma opção de peixe assado na ocasião.

Atenção com os temperos e ao cozer

Tanto no preparo das ceias como da alimentação do dia a dia, deve-se usar ervas frescas, condimentos e especiarias para deixar a comida mais saborosa sem precisar abusar do uso do sal. “No caso das gorduras, as opções mais saudáveis para cozinhar são azeite de oliva extravirgem, óleo de coco, óleo de girassol e óleo de arroz, mas todos devem ser usados em quantidades moderadas quando se quer controlar as calorias”, alerta a nutricionista.

Acompanhamento do bem

Para que a farofa se torne uma preparação mais saudável, é possível substituir a farinha de mandioca por farelo de aveia ou flocos de quinoa. “Outra ideia para deixar a farofa úmida é utilizar um consome de legumes no lugar da manteiga: a preparação fica muito saborosa e com menos calorias”.

Castanhas e oleaginosas com moderação

As oleaginosas são alimentos indicados para uma alimentação equilibrada, pois são ricas em gorduras saudáveis, além de vitaminas A, E, minerais como o Selênio, mas seu consumo deve ser moderado, pois são calóricas. No caso das ceias, evitar usar as oleaginosas como aperitivos, deixando-as apenas como ingredientes nos pratos principais.

As sugestões acima integram a filosofia de alimentação funcional e saudável do Kurotel, que os clientes vivenciam ao elegerem um dos programas que compõem o portfólio de serviços oferecidos. Algumas sugestões de receitas para o Natal e Réveillon você encontra na edição especial do e-book KUR em: www.kurotel.com.br/ceiaskur2017

 

Alimentos especiais do mês de dezembro

Frutas

Melão: Fruta rica em vitaminas A, C e do complexo B, e com altos teores do mineral potássio, nutrientes que contribuem para o funcionamento adequado do metabolismo e controle da pressão arterial. As sementes do melão são ricas em cálcio, mineral importante para os ossos. O melão também possui antioxidantes, bioflavoides e carotenoides, que têm ações anti-inflamatórias, protegendo o organismo contra a ação dos radicais livres e prevenindo contra as doenças cardíacas.

Imagem relacionada

Melancia: A melancia tem excelentes níveis de vitamina A, B6 e C, que auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico e protegem o organismo contra a ação dos radicais livres. Possui bons teores de potássio, mineral necessário para o equilíbrio da água dentro das células e controle da pressão arterial. A melancia contém altos teores de licopeno, substância antioxidante, que atua na prevenção do câncer de próstata e protege organismo contra os danos causados pelos radicais livres. A casca e as sementes da melancia são ricas em citrulina, um aminoácido que quando ingerido é transformado em arginina, outro aminoácido com ação vasodilatora, que aumenta a produção de óxido nítrico no interior dos vasos sanguíneos, melhorando o fluxo sanguíneo.

Imagem relacionada

Limão: O limão é uma ótima fonte de vitamina C, que atua protegendo o sistema imunológico e combate os danos causados pelos radicais livres. A vitamina C também participa da síntese colágeno, nutriente importante para a pele, unhas e cabelo. O limão é rico em ácido cítrico, que tem ação alcalinizante, equilibrando o pH do organismo, e contribui para absorção adequada dos minerais ferro e cálcio. Também é fonte das vitaminas B1, B2 e B3, que atuam na geração e no transporte de energia para todas as células. A casca do limão é rica em pectina, fibra solúvel, que auxilia no funcionamento do intestino e promove saciedade.

 

Resultado de imagem para limão

Verdura

Rúcula: A rúcula é uma hortaliça, pertencente à família das crucíferas, rica em vitaminas A, C e K, e dos minerais potássio, ferro, magnésio e manganês. Estes nutrientes possuem ação anti-inflamatória, fortalecem o sistema imunológico e proporcionam o funcionamento adequado do metabolismo. Também é fonte de compostos antioxidantes, como o sulforafano, que tem propriedades quimioprotetoras prevenindo diversos tipos de cânceres, e auxilia no processo de desintoxicação do organismo.

Resultado de imagem para rúcula

Salsão: O salsão também conhecido como aipo, é uma hortaliça com excelentes fontes de vitaminas A, C, K e do complexo B, e dos minerais potássio e fósforo. Nutrientes que garantem o fortalecimento dos sistemas imunológico e neurológico. Além disso, contém os antioxidantes da família dos flavonoides, como a cumarina, o limoneno, a apigenina e a luteolina. Estes compostos antioxidantes possuem ação anti-inflamatória, que atua bloqueando a formação de tumores cancerígenos, e ação alcalinizante, que reduz a acidez metabólica.

Resultado de imagem para salsão

Hortelã: O hortelã é uma planta herbácea, sendo considerado um fitoterápico, pois têm várias ações medicinais, dependendo do seu preparo, utilização e dos componentes extraídos. O seu uso mais conhecido é para distúrbios digestivos, como má digestão, azia, vômito, flatulência e cólicas. Algumas pesquisas científicas descrevem que os óleos essenciais do hortelã possuem atividade antimicrobiana e fungicidas, mas que ainda necessitam de novos estudos para elucidar tais propriedades.

Resultado de imagem para hortelã

 

 

Legumes

Cogumelos: Os cogumelos comestíveis, tais como o champignons, shitake, funghi e shimeji, apresentam excelentes fontes proteínas e fibras alimentares, sendo nutrientes necessários para a construção e reparação de diversos tecidos do corpo, principalmente os músculos, e para o funcionamento adequado do intestino. Os cogumelos também são boas fontes de fósforo e vitamina C.

Resultado de imagem para cogumelos comestíveis

Pimentão: O pimentão é um fruto da planta capsicum annuum. É rico em vitaminas A e C, e dos minerais fósforo, cálcio e ferro. Também contém substâncias antioxidantes, a capsorubina e a capsaicina, que auxiliam na proteção celular prevenindo o câncer e combatem os radicais livres. A capsaicina também é encontrada nas pimentas, mas no pimentão a sua concentração é mais baixa.

Resultado de imagem para pimentão

Cenoura: O principal nutriente da cenoura é o beta-caroteno, uma substância, que durante a digestão, se transforma em vitamina A, muito importante para a visão, pele e mucosas. Com apenas 100g deste alimento as necessidades diárias de Vitamina A podem ser totalmente supridas. Rica também em sais minerais, como fósforo, cloro, potássio, cálcio e sódio, e vitaminas do complexo B, que ajudam a regular o sistema nervoso e a função do aparelho digestivo.

Resultado de imagem para cenoura

 

Nutricionista Michelle Mileto Troitinho/CRN2 5752

NEWS KUR – Alimentação preventiva e receita saborosa

No dia 16 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Alimentação, e neste ano a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, aborda o tema “Mude o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural”. O tema proposto traz consigo o conceito de sustentabilidade, que diz respeito à utilização dos recursos naturais respeitando os aspectos econômicos, sociais, ambientais e culturais, garantindo o bem-estar dos cidadãos e a preservação do ecossistema.

Cada vez mais percebemos a importância da sustentabilidade, através de um despertar no interesse das pessoas em ter a sua própria horta em casa, ou na compra de hortaliças, verduras, frutas, ovos, em feiras orgânicas de produtores locais, sendo estas alternativas fáceis e simples para ter uma alimentação saudável e uma maior proximidade com a natureza. Se nos nutrirmos com alimentos mais saudáveis, cultivados de acordo com a natureza, ou seja, respeitando o solo em que este alimento é plantado, sem a utilização de defensores químicos, estaremos melhorando a nossa própria qualidade de vida.

Ao valorizarmos o consumo de alimentos mais naturais (in natura) e reduzirmos ao mínimo a ingestão dos alimentos processados, garantimos mais saúde e nutrição ao nosso organismo, e um futuro mais sustentável para a humanidade e o planeta.

Você sabia que a alimentação pode ajudar na prevenção do Câncer? A berinjela, por exemplo, é fonte nutricional de fibras, das vitaminas A, B1, B2, B5 e C, dos minerais cálcio, fósforo, ferro, potássio, e de alcaloides que atuam diminuindo a pressão sanguínea e prevenindo a arterosclerose. A pele da berinjela é rica em substâncias fitoquímicas e glicosídeos solasodina, que ajudam na inibição do crescimento das células cancerosas e combate os radicais livres, prevenindo o envelhecimento celular.

Por isso, separamos uma lasanha de berinjela com soja para você preparar com a sua família

LASANHA DE BERINJELA COM SOJA

Ingredientes:

2 xícaras de proteína de soja texturizada
1 colher (sopa) de vinagre de maçã (ou suco de 1 limão)
500ml de água
1 cebola média picada
1 colher (sopa) de óleo vegetal
1 colher (chá) de sal
2 berinjelas
200g de queijo-de-minas ou tofu
200g de tomate picado
1 ml de tempero verde
Orégano a gosto

Modo de preparo: Coloque a soja de molho em água por 20-30 minutos, junto com 1 colher (sopa) de vinagre. Após, escorra e esprema bem a soja, para que saia toda a água. Refogue a cebola com pouco óleo, acrescente os temperos e o tomate. Acrescente a soja para cozinhar por 15 minutos. Corte a berinjela em finas fatias e coloque em uma panela com água quente por 10 minutos para cozinhar levemente. Caso utilize a abobrinha, o procedimento é o mesmo. Para montar a lasanha, coloque 1 camada de berinjela, 1 camada de soja e coloque o queijo por cima. Salpique orégano.

Leve ao forno para gratinar.

Rendimento: 5 porções

 

NEWS KUR: Receitas para desintoxicar do tabaco

SUCO VERDE

 

Ingredientes:

2 maçãs inteiras

2 folhas de couve

½ xícara de folhas de hortelã

1 lasca de gengibre

1 unidade de cenoura ou pepino

 

Modo de preparo:

1 – Separe duas maçãs por pessoa. Lave-as, corte-as ao meio e retire as sementes. Pique em pedacinhos e jogue no liquidificador. Obs: Não acrescente água.

2 – Pressione repetidas vezes o botão pulsar do liquidificador, enquanto empurra as maçãs picadas contra a hélice utilizando um pepino ou uma cenoura para socar.

3 – Acrescente 2 folhas grandes de couve picadas grosseiramente e meia xícara de folhas de hortelã, 1 lasca de gengibre (uma colher de café). Se desejar, acrescente ainda um punhado de brotos (de alfafa ou trigo ou feijão).

4 – Por fim, adicione a cenoura ou o pepino que estavam auxiliando a socar os ingredientes.

5 – Coe em um coador de pano e tome em seguida.

 

 DIP DE VEGETAIS

 Imagem relacionada

Use vegetais crus como cenoura (ou cenoura baby), pepino, salsão, nabo e aspargos verdes crus e corte em tiras, em forma de palito (exceto aspargos, pode deixar inteiro).

Deixe-os de molho numa vasilha com 1 colher de chá de sal, 1 colher de sopa de vinagre e um pouquinho de água (o suficiente para cobrir) por pelo menos 1 hora. Escorra e disponha em um copo bonito, mergulhados em um molho de iogurte desnatado (1/2 copo), azeite de oliva (1 colher de sopa), mostarda dijon (2 colheres de sopa) e tempero verde picado.

 

SALADA ANTIOXIDANTE COM FRUTAS VERMELHAS, QUEIJO DE BUFALA E VINAGRETE DE MIRTILO

Ingredientes Medida caseira
VINAGRETE DE MIRTILO
Mirtilo fresco 1/2 xic
Vinagre balsâmico 1 colher de sopa
Alho picado 1 dente
Cebola picada 1 colher de sopa
Mel ou AGAVE 1 colher de sopa
Azeite extra virgem 1 colher de sopa
Sal marinho 1 colher de café
Vinho tinto seco  2 colheres de sopa
SALADA
Alface frisé 1 porção
Radicchio rasgado 1 porção
Cereja desidratada* ¼ xic
Mirtilo desidratado* ¼ xic
Morango fresco filetado 8 unid
Semente de girassol tostadas 1 colher de sopa
Queijo de búfala 1 bolinhas
Vinagrete de mirtilo 1 porção

 

Modo de preparo:

Para fazer o vinagrete, coloque todos os ingredientes da receita no liquidificador e bata até obter uma mistura homogênea. Reserve.

Lave as folhas, monte em uma travessa, coloque as sementes de girassol, o queijo de búfala e regue com o vinagrete de mirtilo. Sirva em seguida.

 

Vegetais e frutas para prevenir doenças

Por Revista Kur 30

 

Publicado no Journal of Epidemiology and Community Health, um novo estudo vem reforçar ainda mais as evidencias cientificas. Quanto maior o consumo de vegetais e frutas, maior a prevenção. Esse trabalho de grande dimensão foi realizado na Inglaterra e avaliou o efeito da ingestão de frutas e vegetais. Os pesquisadores examinaram os hábitos alimentares de 65.226 pessoas de 35 anos ou mais, por um período de 12 anos, entre 2001 e 2013. Foi encontrada uma forte relação inversa entre o consumo de frutas e vegetais com morte de qualquer causa, significando que o maior consumo desses alimentos diminui o risco de morte. O aumento do consumo de porções de vegetais, saladas, frutas frescas ou secas está significativamente associado a um menor índice de mortalidade. Alem disso, o alto consumo de frutas e vegetais foi associado a uma redução na mortalidade produzida por câncer e doenças cardiovasculares.

O maior efeito foi observado com a ingestão de sete ou mais porções por dia, que esta associada com uma redução de 42% no risco de morte em qualquer idade, quando comparada com a ingestão de menos de uma porção por dia. Os vegetais parecem ter um efeito mais pronunciado quando comparados as mesmas quantidades de frutas. Mas atenção, o estudo mostra que o consumo de frutas congeladas ou enlatadas foi associado com um maior risco de mortalidade.

No entanto, a relevância desse achado deve ser examinada com cuidado, desde que consumir enlatados pode ser um marcador de estilo de vida pouco saudável. Este estilo de vida, e não os enlatados, pode ser a causa da maior mortalidade. Deve ser considerado, por sua vez, que as frutas enlatadas contem muito açúcar, o que anularia o efeito benéfico da fruta fresca.

Como as mulheres podem e devem cuidar da saúde agora que estão adiando a gravidez

Atualmente as mudanças na sociedade estão gerando novos papeis para a mulher, participando de um movimento dinâmico que se alterna entre a carreira, projetos pessoais e o relógio biológico. Detentora da liberdade, inclusive aquela que permite a expressão e escolhas, podendo opinar no seu próprio planejamento de vida e familiar.

Contudo, é importante que a mulher mantenha o cuidado com sua saúde, independentemente da idade, pois há mudanças físicas e hormonais que necessitam de medidas específicas para a qualidade de vida e devem ser constantes, principalmente se há um projeto de ser mãe em um momento mais maduro de vida.

Resultado de imagem para mulher grávida

Assim, é necessário corrigir hábitos para evitar problemas futuros, procurando manter visitas aos ginecologistas, oftalmologistas, dermatologistas, realizar exames clínicos, ter uma alimentação equilibrada e saudável, praticar exercícios físicos, ter momentos de lazer, sono reparador e cuidar da mente e das emoções.

Dra. Gislaine Bonardi – Médica Geriatra do Kurotel