O Kur (cura, em alemão) nasceu de uma inquietação. Inquietação de jovens universitários que perceberam que a Medicina devia tratar a saúde, e não a doença. E neste dia 26 de março de 2020, quando completamos 38 anos, podemos reafirmar: o mais importante é a vida. Uma vida com saúde, com qualidade e bem-estar físico e mental. Essa é nossa filosofia, nossa missão, nossos valores. Comemoramos nosso aniversário sem a presença física de nossos queridos amigos clientes e colaboradores. Mas sentimos a presença de cada um nesta energia positiva que recebemos a cada dia e é isso que nos conecta diariamente a nossa essência, plantada há 38 anos.

Neste período, em que os cuidados com a saúde nunca foram tão recorrentes, mantemos nosso propósito de estimular a uma vida mais saudável no sentido mais literal da palavra “VIDA”. Prevenção sempre foi e será o melhor remédio.

Fomos os primeiros, em Gramado, a comunicar que entraríamos em um período de quarentena, como forma preventiva. Pois a saúde e a vida humana estão acima de qualquer valor para nós. É para isto que abrimos as nossas portas em 1982 e é para isto que existimos.

A sementinha

O sonho de um jovem casal percorria seus dias e noites pelos corredores da Universidade Católica de Pelotas. Inspirações e planos eram compartilhados constantemente. Compartilhavam ideias ousadas para a época, no final dos anos 1960. Luís Carlos cursava Medicina, Neusa, Serviço Social. Ambos com aspirações de multiplicar seus anseios e desejos de que a saúde deveria ser primordial, base absoluta, para uma vida melhor.

Havia uma inquietação nestes jovens. “O médico era preparado para tratar da doença”, indica o fundador do Kurotel, Dr. Luís Carlos Silveira. E relembra: “Muitas vezes o cliente queria se expressar, falar de suas angústias, de problemas familiares ou de trabalho, e isso não era permitido. Não era dada voz a ele”.

“Às vezes eu ficava mais tempo na enfermaria, onde fazíamos atendimento, para conversar com os pacientes e descobria coisas extraordinárias, que eles verbalizavam. Eu identificava que, na verdade, seus problemas e angústias eram a razão de sua baixa imunidade e, por consequência, eram a razão de suas patologias”, conta o médico.

“Eu sonhava em fazer alguma coisa diferente. Permitir que meu cliente pudesse verbalizar, relatar aquilo que estava na linha abaixo d’água”, revela, apontando suas inquietações, desde a época em que era um universitário: “Havia casos de recorrências de amigdalite, por exemplo. Por que aquele estreptococo estava de volta? Porque a imunidade estava baixa. E por que a imunidade estava baixa? Porque aquele paciente estava estressado, e, portanto, produzia muito cortisol (hormônio produzido pela glândula suprarrenal deprimindo o sistema imunológico) . Era necessário tratar aquele problema desde sua raiz”, conta Dr. Luís Carlos.

“Então, eu, e Neusa, hoje minha esposa, ficávamos desenhando o que aspirávamos, imaginando uma equipe multiprofissional, de diversas áreas contribuindo para o bem-estar das pessoas”, lembra Dr. Luís Carlos.

Em 1971, quando levantou o canudo de médico, o jovem formando já tinha projetado seu futuro.  Criaria um centro médico que reunisse os recursos de uma clínica generalista sem ser um hospital, e hospedagem em ambiente aprazível que não fosse simplesmente um hotel. Onde o estado de saúde dos clientes fosse abordado por uma equipe transdisciplinar envolvendo medicina, alimentação, atividade física e emoções humanas.

Em 1982, seu projeto se concretizou. Em 26 de março o Kurotel abriu suas portas e seguiu uma trajetória de cuidados e inovações, tornando-se um dos mais cobiçados endereços do mundo para quem busca saúde, qualidade de vida e bem-estar físico e mental.

São 38 anos dedicados a esse propósito: estimular que a vida seja celebrada a cada dia com vitalidade e alegria.