29 de setembro: Dia Mundial do Coração

Hoje comemoramos o “Dia Mundial do Coração” e, um dos principais focos da prevenção de doenças do coração é o controle da pressão arterial. Diabetes, obesidade, sedentarismo, tabagismo e hipertensão arterial figuram como as principais causas de doenças como Infarto do coração e derrame cerebral (acidente vascular encefálico).

O coração bombeia o sangue para todos os tecidos e órgãos de forma contínua, levando oxigênio e nutrientes o que garante, consequentemente, o pleno funcionamento de todo nosso metabolismo.

Para uma ótima saúde cardíaca as recomendações são conhecidas, mas sempre vale a pena repetirmos:

1 – Pratique exercícios físicos, mexa-se o máximo que puder, evite períodos longos em posição sentada, tenha regularidade e assiduidade;
2 – Mantenha uma alimentação equilibrada;
3 – Não fume, modere o álcool e evite o excesso de sal;
4 – Use corretamente seus medicamentos;
5 – Consulte seu médico regularmente;
6 – Cultive momentos de lazer, esteja mais tempo de corpo e alma com sua família;
7- Sorria mais, escute mais o silêncio.

Sinta seu coração em meio ao caos, perceba ele, cuide dele, cuide de si. ​

Dr. Renato Kalil F. Uehbe

21 de setembro: Dia Mundial da Doença de Alzheimer

O Alzheimer é uma doença que afeta os idosos, e apresenta sintomas como demência ou disfunções cognitivas, como a perda de memoria, orientação, atenção e linguagem. Estima-se que no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer, 1,2 milhão de pessoas já sofrem desse mal.

Apesar dessa doença não ter cura, veja algumas medidas que podem ser praticadas para ajudar na prevenção do Alzheimer, segundo matéria da Revista Saúde:

Mexa o corpo: pesquisadores das universidades da Califórnia e de Pittsburgh, ambas nos Estados Unidos, descobriram que quem se exercita mais tem um cérebro maior, sobretudo em áreas associadas à memória e ao Alzheimer. Os experts calcularam que o risco de desenvolver a doença caiu pela metade nesse pessoal.

Mexa a cabeça: quanto mais exercitar o cérebro, melhor. Desafie o raciocínio com leituras, cursos, jogos de videogame… A inatividade cognitiva aumenta em 19% o risco de ter Alzheimer.

Controle o peso: manter-se em forma evita danos às artérias que, com o passar dos anos, boicotam as atividades neuronais. Nesse sentido, também é crucial controlar colesterol, pressão e diabete.

Alimentação: uma dieta rica em peixes, azeite de oliva, vegetais e castanhas resguarda os neurônios. Frutas vermelhas são outra ótima pedida.

E lembre-se: é melhor prevenir do que remediar. Saúde sempre em primeiro lugar!

Inicia a maior feira de exposição de animais da América Latina

A maior feira de exposição de animais da América Latina inicia no próximo dia 26 de agosto em Esteio, no Rio Grande do Sul. A feira é destaque nacional e internacional e ocorrerá entre 26 de agosto e 3 de setembro de 2017 reunindo as últimas novidades da tecnologia agropecuária e agroindustrial. Estarão expostas as mais modernas máquinas, o melhor da genética e as raças de maior destaque criadas no Estado.

Quem habitualmente frequenta este tipo de feira, sabe do carinho e apreço que os proprietários tem pelos animais. Pensando nisso, pedimos para o nosso psicólogo Michael Zanchet nos contar um pouco sobre a importância da relação com os animais de estimação.

“Os animais de estimação são muito importantes para o desenvolvimento das pessoas, na infância por exemplo, eles auxiliam na promoção do relacionamentos, cuidados, limites e desenvolvimento de empatia. Da mesma forma, animais como o cavalo denotam a potência, a exuberância, é uma figura de poder. O cavalo dá a sensação, para quem monta, de sentir-se livre e dominado ao mesmo tempo. Esses são muito utilizados em técnicas terapêuticas, denominadas como equoterapia, que são importantes no desenvolvimento biopsicosocial de pessoas portadoras de necessidade especiais ou com alguma deficiência.”

Sobre os animais de estimação: 

Na atualidade existe uma grande incidência de animais de estimação nos lares. O animal apesar de não falar, expressa lealdade ao seu dono e sempre está no aguardo do carinho, da brincadeira e da chegada desta pessoa. Recurso saudavelmente utilizado por pessoas que moram sozinhas, casais que vêm seu ninho vazio, pessoas que optam em não terem filhos, e, também, são auxiliares no processo de luto e nos conflitos pessoais.

A interação com animais de estimação é importante à saúde mental, pois, por exemplo, ao chegar a casa e seu cão estar a sua espera na porta, solicitando carinho ou um passeio, repercute emocionalmente no seu dono de forma positiva.

20 de julho :: Dia do Amigo

O ser humano é um ser sociável, ou seja, aprende a capacidade de socialização desde a infância. A primeira grande socialização é com nossos cuidadores e, posteriormente, com o crescimento, transferimos para mundo externo o convívio social. As pessoas se aproximam pela afinidade e criam vínculos de amizade que se aprofundam conforme o grau de permissão que essas pessoas ou grupos se dispõem e necessitam um do outro.

As amizades são fundamentais para desenvolvermos a empatia – o colocar-se no lugar do outro -, aprender a ajudar e ser ajudado, fazendo assim, parte da nossa evolução pessoal.

A grande questão é saber respeitar o outro e sentir-se respeitado pelo mesmo, pois dessa maneira é possível estabelecer laços de amizade sem idealizações, observando as características positivas e exaltando e compreendendo as limitações do outro, percebendo da mesma forma as minhas próprias e construindo um relacionamento baseado na verdade, pois toda vez que espero do outro aquilo que ele não tem, a tendência é a frustração.

Nesse dia 20 de julho exalte os seus amigos, mas esteja aberto às novas amizades e não as sufoque. Pluralize e se identifique nas diferenças, obtenha sentido nas amizades e não projete as suas dificuldades nos outros. Lembre-se que amigos não são familiares e sim amigos, eles ou elas não tem a mesma criação que você teve, por isso aprenda com as diferenças, pois com respeito ocorre crescimento e, assim, em todas as relações existirá aprendizado, afinal com algumas pessoas aprendemos como fazer e com outras aprendemos como não fazer.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet.

CRP: 07/13384

Dia Mundial do Doador de Sangue

No dia 14 de junho comemora-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. A partir de 2004 a Organização Mundial de Saúde (OMS) convencionou essa data, em homenagem ao médico prêmio nobel Karl Landsteiner, descobridor do sistema ABO de grupos sanguíneos.

Resultado de imagem para doação de sangue

O objetivo dessa celebração é promover campanhas e ações culturais para estimular a população a doar sangue e hemoderivados. Estatísticas mundiais revelam que os países que tem maior índice de doadores são os de alta renda. No entanto as maiores demandas por bolsas de sangue encontram-se nos países pobres e subdesenvolvidos. Além da conscientização da importância de ser um doador regular, vale ressaltar o cuidado com a saúde, estilo de vida saudável e visão preventiva para uma amostra de boa qualidade. No dia da doação são realizados medidas e exames que garantem segurança na coleta e também para o receptor dos componentes doados.

Os requisitos para ser um doador de sangue são:

  • Estar em boas condições de saúde.
  • Ter entre 16 a 69 anos.
  • Pesar no mínimo 50kg.
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
  • Estar alimentado, sendo que a ingestão de alimentos gordurosos deve ser evitada nas 4 horas que antecedem a doação.
  • Condições como febre, hipertensão arterial, anemia, amamentação e gravidez impossibilitam a doação de sangue.

Seja um doador regular de sangue, estimule seus amigos e familiares a praticar essa boa ação, não somente em casos esporádicos de necessidade especial de entes queridos.

Doar sangue salva vidas!

Dr. Pedro Paulo Prudente – Médico do Esporte do Kurotel

 

 

02/06: Dia Nacional de Combate a Cefaleia

 

Hoje é o Dia Nacional de Combate a Cefaleia. A cefaleia, mais conhecida como dor de cabeça, atinge 93% da população mundial em algum momento da vida. É uma das causas mais comuns de busca de atendimento médico e 70% das mulheres apresentam pelo menos um episódio de cefaleia ao mês. Geralmente, a cefaleia se torna crônica, ou seja, se inicia com dores menos frequentes, consideradas “normais”, e com o aumento das crises e o uso excessivo de analgésicos se transforma em uma cefaleia quase diária.

Existem mais de 150 tipos descritos de cefaleia, e consequentemente diversas e variadas causas. Aspectos emocionais e estresse, causas oftalmológicas ou odontológicas, herança genética, bruxismo, variações bruscas de temperatura e umidade do ar, menstruação e outros fatores hormonais. Em alguns casos a dor também pode começar com o consumo de queijos amarelos, frutas cítricas, banana, linguiças, frituras, chocolate, café, chá, refrigerantes a base de cola, vinhos e cervejas. As mulheres sofrem mais e são mais suscetíveis devido as oscilações hormonais, após a menopausa a proporção se iguala aos homens, pois já não há mais as oscilações hormonais.

A dor de cabeça do tipo tensional representa mais de 70% dos casos. É moderada, dói dos dois lados da cabeça e não lateja, mas aperta. Não piora com exercícios e raramente causa náuseas. Quanto ao tratamento, primeiro é necessário identificar na pessoa o que desencadeia a dor, você pode anotar como num diário os momentos que teve a dor, tudo o que você comeu até 24 horas antes e as atividades que possam ter desencadeado outra crise.
Recomendações:

  • Evite usar “telas” (computador, smartphone, notebook, etc.) por longos períodos.
  • Beba pelo menos 2,5L de água por dia. (Afinal o seu cérebro é composto por 77% de água)
  • Evite longos períodos de Jejum.
  • Coma moderadamente
  • NÃO faça auto-medicação
  • Faça Acupuntura.
  •  Evitar os alimentos que podem “engatilhar” a dor de cabeça:
    – Queijos amarelos envelhecidos;
    – Frutas cítricas (laranja, limão, abacaxi e pêssego);
    – Banana (principalmente banana d’água);
    – Linguiças;
    – Frituras e gorduras;
    – Salsicha e alimentos com coloração avermelhada em conserva;
    – Chocolates;
    – Café, chá e refrigerantes a base de coca;
    – Vinhos;
    – Cervejas
    Sentir dor de cabeça não é normal, procure um médico para o adequado diagnóstico e tratamento.  Tenha um estilo de vida saudável, assim você estará prevenindo crises e tratando a doença.

Dr. Renato Kalil – Médico do Esporte do Kurotel

Fonte – OMS (Organização Mundial de Saúde) | Sociedade Brasileira de Cefaléia (SBC)

31/05: Dia Mundial sem Tabaco

A partir de 31 de maio de 1987, a Organização Mundial de Saúde convencionou uma data anual para se lembrar da luta contra o tabagismo. Todos os anos celebra-se O dia Mundial sem Tabaco, quando entidades ao redor do mundo, governos, hospitais e outras instituições privadas promovem ações para combater o tabagismo.

No Brasil, 11% das mortes são relacionadas ao tabaco. No mundo, 5 milhões de pessoas morrem anualmente por essa causa. Mais de 50 doenças são associadas ao tabagismo, como: doenças cardiovasculares, doenças pulmonares e muitos tipos de cânceres. Nesse sentido, por maior que seja a evolução das leis no Brasil que proíbam o fumo em locais públicos, muitas ações ainda precisam ser criadas para reduzir o impacto negativo causado por esse vício.

Resultado de imagem para cigarro

No KUROTEL é realizado a terapêutica antitabagismo com olhar “multi e transdisciplinar”. O cliente que deseja cessar o tabagismo é avaliado de forma global.  Inicialmente é visto pelo médico que definirá qual a melhor proposta de tratamento e se   necessário uso de alguma medicação adjuvante. O profissional da medicina gerencia todo o cuidado supramencionado e juntamente com a psicologia, nutrição, fisioterapia e educação física promove mudança no estilo de vida, terapia cognitiva comportamental, exercícios físicos adequados para reabilitação pulmonar e dieta detoxificante. Dessa forma, as chances de êxito da terapia são maiores, com minimização da possibilidade de lapsos e recaídas.

 

29/05 – Dia Mundial da Saúde Digestiva

Hoje comemora-se o dia Mundial da Saúde Digestiva, a data serve para esclarecer e orientar as pessoas quanto a importância do diagnóstico correto e precoce no tratamento das doenças do aparelho digestório. Entre os males mais comuns, estão a prisão de ventre, a azia, a gastrite, o refluxo, as intoxicações, as inflamações e até mesmo o câncer.

O Sistema Digestório (antes Sistema Digestivo ou Aparelho Digestivo) é formado por um conjunto de órgãos cuja função é transformar os alimentos, por meio de processos mecânicos e químicos, é composto por estruturas que vão da boca até o ânus.

Mas será que você está cuidando adequadamente do seu sistema digestório?  A maioria das pessoas com problemas dessa natureza não procuram ajuda médica e preferem recorrer à automedicação. Soluções básicas podem lhe ajudar a ter mais saúde digestiva.

Coma de forma fracionada ao longo do dia, não beba líquido durante as refeições, aumente a ingesta frutas e hortaliças, aumente a ingesta de grãos como a linhaça, chia, semente de abóbora, quinoa; mastigue mais vezes e mais devagar, beba mais água, diminua o consumo de alimentos processados e/ou industrializados, faça exercícios físicos regulares.

Outro tema recorrente quando falamos em saúde digestiva é a microbiota intestinal, esta podemos entender como um órgão virtual que se comunica com todo o organismo, principalmente cérebro. Quando as bactérias que vivem no intestino estão em desequilíbrio temos um quadro conhecido como Disbiose, isto pode influenciar negativamente a saúde emocional, potencializando quadros depressivos, de ansiedade, Alzheimer, Parkinson e até Autismo.

Se você tiver queixas gastrointestinais procure um médico. Somos o que comemos.

Dr. Renato Kalil – Médico do Exercício e do Esporte do Kurotel

Fontes:

  • Organização Mundial de Gastroenterologia (WGO)
  • Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG)
  • Organização Mundial da Saúde (OMS)