A moda e sua influência na autoestima

O psicólogo do Kurotel, Francisco da Costa, aborda um novo viés sobre como o mundo fashion interfere em aspectos psicológicos

Podemos dizer que nossa relação com a moda (mais especificamente com a maneira que nos vestimos) é bidirecional. Isso porque nossas roupas são uma expressão do que estamos sentindo, de nossa personalidade, individualidade, assim como também podem ter um impacto em nossa autoestima e mesmo em como nos comportamos.

Mais do que uma tentativa de expressão, todo ato projeta no exterior uma manifestação do nosso mundo interno. Em nossa forma de vestir, comunicamos nosso desejo de conforto, de transgressão, de invisibilidade ou de nos destacarmos. O que a roupa mostra, esconde, o que leva escrito, sua atualidade, sua qualidade e especialmente a relação que estabelecemos com ela mesmo que de forma inconsciente, pode estar pleno de significados. Tudo comunica se há alguém disposto à leitura destes significados.

Sua roupa influencia como você se percebe e também como você é percebido pelos outros. Para isso serve a máxima “não basta ser, é preciso parecer”, se queremos acionar respostas nos outros. É inegável que a aparência externa comunica e aciona no outro uma atitude. Expectativas sobre nossas qualidades e mesmo competência profissional.

Psicólogos criaram um experimento para avaliar essa influência: Testaram a performance de pessoas ao falar sobre um certo tema, ao vestirem um avental branco de médico. A primeira observação foi de uma melhora nos resultados dos sujeitos enquanto usavam o avental em comparação à roupa comum. Em um novo momento, foi entregue o mesmo avental aos participantes, porém os experimentadores comunicaram que se tratava de um avental de pintor. Nessa condição a performance teve uma piora em relação ao primeiro teste. Esse exemplo é uma ilustração do impacto que a roupa pode produzir em nossa performance, e mesmo em nossa autoestima e empenho em fazer as coisas.

Outro estudo que comprova esse impacto, observou a diferença positiva que resultava do uso de roupas coloridas e de mais qualidade no contexto de uma clínica de saúde para idosos.A Moda busca criar nas pessoas esse impacto. É comum que os estilistas definam suas peças como feitas para ajudar as pessoas a se sentirem empoderadas, bonitas, para que chamem a atenção e para que sintam sua autoestima elevada.

Outro aspecto resultante das escolhas de vestuário e que atinge a autoestima indiretamente é a sensação de reconhecimento e pertencimento. Desde sempre o que vestimos, ornamentos e outros sinais, comunicam de que grupo ou tribo fazemos parte. Essa identificação com o grupo e ao mesmo tempo a expressão da individualidade é um dos vários paradoxos da Moda.

07 Maneiras de emagrecer no Verão

A médica diretora do Kurotel, Dra. Mariela Silveira, Especialista em Nutrologia e Terapia Cognitiva, lista sete forma efetivas de perder peso durante o verão.

Sabemos que fazer exercício físico regular e ter alimentação saudável é fundamental para se conseguir emagrecer com saúde. Mas existe alguns pormenores que são importantes para serem praticados para se conseguir sucesso. Além disso, atentar para o tempo que se passa em frente as telas e o sono também são alguns exemplos do que pode impactar muito para se chegar ao peso saudável. Nada dispensa a consulta médica para entender as especificidades de cada um, mas existem algumas informações gerais que podem ser muito úteis para a maior parte das pessoas:

Verde que te quero ver no verão:

Primeiramente, ao invés de falarmos em comer menos, vamos começar por comer mais… verdes é claro. Folhas verdes devem ser ingeridas preferencialmente em dois ou três momentos do dia. Aproveitar a variedade de folhas verdes que vão muito além do alface, como ora pro nobis, rúcula, azedinha, radite, dente de leão, entre outras, para ingeri-las na salada, sempre antes do prato principal do almoço e do jantar. Uma porção também pode constar no suco verde. E para quem deseja se desafiar mais, por que não colocar uma salada incrementada já no café da manhã.

Grãos

Acrescentar grãos na alimentação é uma excelente maneira de aumentar a saciedade, baixar o índice glicêmico dos alimentos, melhorar o intestino e reduzir peso. Não havendo contra-indicações, comer 1 a 2 colheres de sopa de sementes ao dia, especialmente junto ao almoço e ao jantar, pode facilitar o processo de emagrecimento. Programe para ter na sua dispensa linhaça dourada ou marrom, chia, gergelim, pipas, semente de girassol, sementes de abóbora, entre outras. A adição de chia na alimentação mostrou-se especialmente importante para redução da cintura abdominal.

Cool Fit Drink:

É preciso abandonar bebidas vazias. Esqueça bebidas calóricas como refrigerantes ou nectars industrializados (confundidos com suco). Se desejar emagrecer, prefira comer a fruta, ao invés de tomar o suco dela.   Se tomar bebida alcoolica, não exagere e intercale com água ou kombucha. E de novo, tome água e bebidas probióticas como o kefir ou kombucha. Elas ajudam na função intestinal, mas também na saciedade. Se você toma em média uma lata de refrigerante ao dia, retirar esta bebida poderá fazer você reduzir cerca de 6kg ao ano, somente com essa medida.

Durma melhor:

O sono adequado ajuda a regular hormônios e neutrotransmissores relacionados a fome. Trabalhos mostram que dormir adequadamente (não ter privação de sono, nem apneias) fazem com que o peso reduzido quando uma pessoa é submetida a uma dieta seja, na sua maioria por queima de ácidos graxos. Ou seja, quem dorme melhor, queima mais gordura.

Faça musculação:

Fazer exercício físico cardiovascular é válido para condicionamento cardíaco e pulmonar, além de melhorar a preservação dos telomeros. Entretanto, quando falamos em emagrecimento, a grande questão é a musculação. O músculo tem um papel endócrino fundamental que atua na regulação de hormônios como o GH, cortisol, insulina. Após a musculação, o metabolismo fica ativado por muito mais tempo do que quando se faz uma caminhada, por exemplo. O gasto calórico é maior e o emagrecimento também. Musculação é fundamental para fazer parte da vida de quem quer emagrecer. Aproveite o verão para usar menos tela, e se movimentar mais! E de preferência, “muscularize-se”.  

Menos açúcar, menos açúcar!

Quanto menos carboidratos refinados, melhor! Não saia tirando frutas nem legumes, mas sim, toda a forma de açúcar desprovido ou com pouca fibra. Retirar o açúcar do açucareiro, mas também o do arroz branco, massa banca, barrinhas de cereal refinadas, biscoitos ou bolachas é absolutamente útil e importante. Quando menor o nível de açúcar circulante, menor o da insulina, o que, por sua vez, faz menor depósito de gordura

Sua dieta e ingerida de forma zen!

A dieta da moda pode estar errada! Sua necessidade individual, sempre está certa. O conceito de individualidade bioquímica, é aquele que compreende que cada pessoa tem uma constituição genética e ambiental própria. Se cada um tem diferentes qualidade e quantidade de enzimas, assim como distinta composição da microbiota intestinal (conjunto de bactérias que habitam nosso intestino e que alteram o jeito que recebemos o alimento), é fácil perceber que cada um se dará melhor com sua dieta específica. Desta maneira, ter um apio médico e nutricional para ajudar a personalizar o cardápio, é sempre importante. Mas enquanto isto não acontece, existe algo que já se pode cuidar agora: o Mindful Eating. Comer de maneira tranquila, atenta, consciente, percebendo como está a fome, as sensações corporais e o bem estar, é uma das medidas mais importantes para conseguir emagrecer. E, melhor ainda, manter o peso saudável.​

10 fatos que aprendemos sobre saúde na última década

A médica diretora do Kurotel, Dra. Mariela Silveira, lista 10 fatos que impactaram a saúde do mundo inteiro na última década.

1) A redescoberta do músculo:
Todos já sabiam a função da musculatura para a sustentação ortostática, mas seu verdadeiro papel na produção de hormônios, e sua importância, no emagrecimento e longevidade é recente.

2) A vitamina D e suas multi-funções.
Basicamente, trabalhos científicos sobre sua compreensão, atividade e benefícios foram feitos em quase todas as especialidades médicas. Foi identificada que serve pra muito mais coisas do que se poderia imaginar.

3) Genoma:
Embora o Projeto Genoma Humano tenha iniciado nos anos 90, foi na última década que houve, de fato, a grande possibilidade de se utilizar o conhecimento para se identificar quimioterápicos mais específicos e para se reorganizar estilo de vida de acordo com polimorfismos identificados. Inclusive, o RNA antes desconhecido, recentemente passou a ser muito mais considerado.

4) Interface cérebro-máquina:
O primeiro chute da copa do mundo, idealizado pelo cientista Miguel Nicolelis, poderia ter sido dado assim. A tecnologia do exoesqueleto evoluiu muitíssimo nos últimos dez anos e deu esperança a milhares de vidas antes paralisadas.

5) Neurônios podem nascer ao longo da vida:
Até 2002, se entendia que neurônios eram células permanentes. Entretanto, estudo em pessoas que tiveram lesões cerebrais mostraram que com determinados estímulos, novos neurônios poderiam reconstituir parte da via comprometida. E nos últimos anos – na década de ouro do cérebro- essas vias se clarearam. Os estímulos reconhecidos passam desde medicamentos até musicoterapia, acupuntura, nutrientes e mindfulness.

6) Meditação:
Se antes a meditação era mal compreendida e mal vista, na última década uma avalanche de trabalhos mostraram o funcionamento do cérebro durante a prática e todos seus benefícios.

7) Controlar o açúcar ajuda na longevidade:
Novos fatores envolvidos na longevidade foram descobertos e um dos mais importantes é que manter baixos os níveis de açúcar pode nos ajudar a viver mais.

8) Inteligência Artificial:
Veio com força total nesta última década e influenciou toda a relação com os serviços de saúde desde. A radiologia foi uma das áreas que primeiramente sofreu impacto positivo desta mudança.

9) Aplicativos e sensores:
Passamos a ser totalmente monitorados e nos monitoramos para todos os aspectos da nossa saúde e bem estar.

10) Realidade virtual, aumentada e mista:
Experiências virtuais passaram a ser incorporados aos serviços de saúde. A psiquiatria e neurologia, foram muito impactadas e passaram a reconhecer que essas tecnologias podem ser utilizadas no tratamento de várias enfermidades de sistema nervoso central.

Summer Fit&Fashion: descubra a programação de Janeiro do Kurotel

As altas temperaturas do verão são convidativas a viver momentos de alto astral e descontração. No Kurotel, uma programação que reúne cuidados com a saúde junto ao “Viver Kur – Moda” irá surpreender você. Jantares temáticos com gastronomia gourmet saudável e convidados do universo fashion. Confira:

O que a neurociência fala sobre mudança de hábito?

Estamos em um período especial. O término de um momento e o nascimento de outro ano renovam as intenções de mudança. Muitas vezes, nesta fase as pessoas tornam-se mais críticas, revisando os 12 meses que se passaram, analisando o que houve de bom e o que houve de ruim. O início de um novo ciclo pode trazer alento e esperança para se colocar uma nova maneira de viver em prática, conforme comprova a neurociência. 

Do ponto de vista do cérebro, quando uma pessoa considera ter realizado algum equívoco, mas acredita que aprendeu algo com ele, a inteligência emocional pode ser desenvolvida e esta pessoa tem maior predisposição a ter mais sucesso em vivenciar e nutrir melhores hábitos, do que uma pessoa que não tem essa mesma crença, como mostra uma pesquisa da Michigan State University.Ou seja, a crença de se ter habilidade em conseguir acertar ou corrigir o que se considera imperfeito, é cientificamente comprovada como um importante dispositivo para a resiliência. Além disso, contribui para a concretização de novas práticas, mais saudáveis e sustentáveis. 

Outra comprovação do que ajuda na mudança do hábito é que a emoção positiva precisa vir antes do bom resultado. Muitas vezes, as pessoas dizem que querem chegar a um objetivo para, então, se sentirem felizes.

Um trabalho do australiano Robertson e colaboradores, por exemplo, mostrou que as pessoas que conseguiram emagrecer foram aquelas que tiveram mais alta pontuação de duas virtudes: esperança e gratidão. Ter esperança não é meramente acreditar. Fala de flexibilidade cognitiva, ou seja, de entendermos que as coisas não são “tudo ou nada”. Se uma pessoa comeu uma sobremesa robusta, não significa que tudo vá por água abaixo. Esta virtude permite compreender que o equilíbrio é possível.

A gratidão, por sua vez, é uma emoção aonde o cérebro reconhece que algo bom já aconteceu e favorece vias para se manter uma recompensa positiva, o que estimula ainda mais a manutenção do bom hábito.

Compreender o cérebro e a mente pode ser um importante aliado para a mudança de atitude. E um ano novo é um excelente momento para se rever propósitos, principalmente no que tange a práticas mais harmônicas com saúde, felicidade e bem-estar.

Por Mariela Silveira
Médica nutróloga e Terapeuta Cognitiva, diretora clínica do Kurotel – Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar

Um ano de cada vez!

Estamos prestes a entrar em 2020. Nesse período de final de ano, as pessoas têm a tendência a fazer uma retrospectiva do que passou: quais os propósitos firmados que efetivei e quais não consegui efetuar? Com a proximidade do Natal e do Réveillon a sociedade tem uma tendência pela busca da caridade, o senso de solidariedade aumenta; possivelmente por que se analisa o ano corrido e se percebe o quanto está próximo do fim. Tudo isso porque não somos projetados para a perda, então se alivia a culpa com a solidariedade, o que é positivo, tanto para quem faz quanto para quem recebe.

O convite é que tenha consciência que os anos passarão e que cada ano é composto por 12 meses, se você quer tornar o seu ano mais leve de janeiro a dezembro, cuide durante os 12 meses: do seu corpo, do seu sorriso, do espírito de solidariedade, do divertimento, da família, do amor, das amizades, da espiritualidade; daí você não vai sobrecarregar o dezembro com tudo aquilo que você não fez e iniciará o ano com maior bem-estar.

O importante agora é ter lucidez, faça uma retrospectiva leve do seu ano, o que funcionou, o que não aconteceu e por que; lembre-se que você é um ser humano, tem situações na vida que necessita tempo e maturidade para poder se tornar eficaz na sua vida. Por isso, se permita reforçar o positivo e aprender com os equívocos, respeitando o seu tempo. Bons propósitos para 2020 e viva um dia de cada vez.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet. CRP: 07/13384

Kurotel celebra 38 anos com experiências e programação especial

Os 38 anos do Kurotel, celebrados no dia 26 de março de 2020, serão comemorados em grande estilo. Os benefícios começam com uma condição exclusiva: quem efetuar a reserva ainda em dezembro garante uma redução de 38% para hospedagens de, no mínimo, sete noites, em março. Para comemorar e presentear os clientes, o Kur aposta em programação especial e ações de encantamento durante os três primeiros meses do próximo ano.  

Programações mensais

Janeiro
09/01 – Jantar Externo – Sítio do Alpha
16/01 – Jantar Contemporâneo – Uma Experiência
23/01 – Jantar Temático – Jardim
30/01 – Jantar do Chá – Harmonizado
27 a 31/01 Viver Kur Moda
27/01 Talk com Alexandre Taleb – consultor de moda e estilo
28/01 Talk com Carlos Bacchi – estilista gaúcho de alta costura
29/01 Talk: Moda e Autoestima
30/01 Talk com Natália Bischoff – diretora de marketing da marca Jorge Bischoff
31/01 Desfile Kur Cosméticos

Fevereiro
06/02 – Jantar Temático – Cardápio Mediterrâneo
12/02 – Foto de Bolso + Varal de Fotos
13/02 – Jantar do Futuro
20/02 – Jantar Contemporâneo – Uma Experiência
20 a 25/02 – Viver Kur – Carnaval

Março
05/03 – Jantar Externo – Sítio do Alpha
12/03 – Jantar contemporâneo
19/03 – Jantar nos Jardins
21/03 – Abertura da Estação Outono: Quarteto de cordas – Orquestra Sinfônica de Gramado
26/03 – Noite Especial – Aniversário Kurotel       

38 anos de uma história de tradição, modernidade e sucesso:

O êxito da história do Kurotel é comprovado pelo reconhecimento nacional e internacional. Em 2019, o recebeu duas importantes premiações. Além de ser eleito pelo quinto ano consecutivo como o “Melhor Destino de Wellness do Brasil e América Latina” pelo World Luxury Spa Award, foi contemplado como vencedor da premiação “Global Luxury Hotel & Spa Awards” da Lux Life Magazine, na categoria “Awards Excellence in Luxury Acommodation”.

É a terceira vez que a publicação britânica Lux Life – cujo lema é mostrar apenas o melhor dos melhores -, reconhece o Kur como o principal destaque no mundo na categoria hotel de luxo e spa.

Kurotel, mais uma vez, premiado internacionalmente em 2019

Premiado e reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo, o Kurotel recebeu, recentemente, mais uma prova de sua excelência no mercado de luxo. Em 2019, venceu na categoria “Melhor Centro Médico e Spa da América Latina” pelo World Spa Awards, e também foi vencedor na premiação “Global Luxury Hotel & Spa Awards” da Lux Life Magazine, na categoria “Awards Excellence in Luxury Acommodation”.

Didi Wagner estrela a nova campanha do Kurotel

Marca reforça o conceito de pioneirismo, inovação e contemporaneidade

O Kurotel – Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar não para de inovar. Recentemente, lançou o seu novo site e e-commerce, além de uma nova campanha institucional, estrelada pela apresentadora do programa de TV Lugar Incomum, Didi Wagner, que adora viajar, priorizando a saúde e a qualidade de vida. O estilo de vida de Didi está totalmente em sinergia com a filosofia do Kurotel, cuja missão é estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas.

Reafirmando sua característica empreendedora e pioneira, o Kurotel lança seu novo site trazendo a oportunidade de os clientes efetuarem a compra direta de hospedagens e programas de saúde, bem-estar ou emagrecimento. Uma grande inovação no segmento.

Além disso, quem acessar a plataforma do centro de saúde e bem-estar encontrará detalhes dos planos oferecidos, atividades e programação mensal.

A plataforma amigável e intuitiva, conta ainda com inovações, como ser responsivo para versão mobile, ou seja, acesso total e simplificado por smartphones e tablets e diversas outras funcionalidades técnicas.

O site pode ser acessado no mesmo endereço on-line anterior (www.kurotel.com.br) e mostra que em um só lugar existem infinitas possibilidades para a saúde e o bem-estar.

Você já ouviu falar em Body Shaming?

Em tempos contemporâneos, disseminam expressões em inglês, as quais no senso comum, às vezes, são pouco compreendidas, um exemplo disso é Body Shaming, traduzindo: vergonha do nosso corpo.

Com advento da exposição física, de opiniões poéticas e de uma pseudo felicidade das redes sociais, que tem a sua contribuição positiva, quando bem usada, mas tem uma contribuição negativa quando mal utilizada.

Comentários maldosos sobre questões físicas que, em pessoas com uma autoestima frágil, podem contribuir para uma não aceitação do seu próprio corpo. Primeiro é importante ressaltar que tanto o elogio quanto a crítica, se não internalizada por aquela pessoa que recebe, perde o valor; por isso a importância de filtrar tanto o positivo quanto o negativo, tendo ciência qual o significado daquilo para a minha vida.

Corpo perfeito não existe, somente no photoshop, o foco deve ser um corpo saudável, equilíbrio e estética como consequência; o que pode ser buscado é a conjugação do verbo: aceitação. Vislumbrar o meu conteúdo emocional, intelectual e físico, ou seja, a busca constante do equilíbrio.

Se você tiver uma régua em mão, e que a mesma inicie a contagem no 8 e termine no 80, lembre-se que qualquer comportamento que tiver próximo do 80 ou do 8, não está legal; busque sempre estar entre 35 e 45, pois assim você vai dispender tempo e energia para as atividades vitais para a sua vida.

Essas podem ser divididas em: saúde (atividade física, alimentação, sono, relaxamento), pessoal (lazer) e profissional (trabalho, estudo, gerenciamento do seu patrimônio).

Autoestima não se sustenta pela opinião alheia, mas sim pela construção de laços fraternos de você consigo mesmo, acreditando nas suas potencialidades.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet
CRP: 07/13384