Luis Carlos e Neusa Silveira foram pioneiros em medicina preventiva no Brasil e juntos construíram uma história única em busca da saúde e do bem-estar

O amor incondicional, um punhado de sonhos e a obstinação de um jovem casal fizeram nascer, quase quatro décadas, o Kurotel. Uma iniciativa vanguardista que se transformou em um dos mais cobiçados endereços para quem busca qualidade de vida e longevidade.  Um lugar premiado e reconhecido internacionalmente como um dos melhores do mundo.

Estabelecido em meio às belezas da Serra Gaúcha, na cidade de Gramado, o Kurotel –  Centro Contemporâneo de Saúde e Bem-Estar surgiu da crença de que o valor maior da medicina está na prevenção. Uma atitude que oportuniza às pessoas uma existência harmônica, com saúde e felicidade. 

O começo de tudo

O casal Luís Carlos e Neusa se conheceu enquanto ainda frequentava as aulas na Universidade de Pelotas, cidade ao sul do Rio Grande do Sul. Pelos corredores e jardins, eles compartilhavam ideias muito a frente de seu tempo. Criar um centro médico que reunisse os recursos de uma clínica generalista sem ser um hospital, além de possuir hospedagem sem ser simplesmente um hotel. Imaginavam um local onde o estado de saúde dos clientes fosse abordado por uma equipe interdisciplinar, envolvendo medicina, alimentação, atividade física e emoções humanas.

Então, no início dos anos 70, veio o casamento e a mudança para Gramado, principal destino turístico do RS já naquela época. Na visão do jovem casal, o clima e as características da cidade eram ideais para receber o futuro empreendimento.  O conhecimento veio da Europa – mais precisamente da Alemanha, onde existiam os kur hotels (hotéis de cura). Eles eram criados, principalmente, para receber e tratar pessoas com sequelas de pós-guerra.

Os primeiros passos do Kurotel

No entanto, o princípio dos kur hotéis europeus não era de forma integrada.  E o que os fundadores realmente desejavam era trabalhar com os pacientes antes que a doença se instalasse. “Queríamos proporcionar aos clientes uma reciclagem, a adoção de hábitos e atitudes que mudassem a sua vida a partir da estada no Kur”, lembra o médico fundador do Kurotel.

Algum tempo depois, o projeto amadurecido começou a tomar forma e, no dia 26 de março de 1982, o Kurotel finalmente abriu as portas.  “Mas a princípio, para o público, era difícil entender que o Kurotel era, antes de mais nada, a realização do sonho de tornar pessoas mais saudáveis e longevas. Para os clientes, era difícil entender que a mudança de hábitos poderia ter impacto tão significativo ou ainda maior do que a redução de quilos na balança”, recorda Neusa Silveira.

A crença nesse valor fundamental sempre norteou o trabalho de toda a equipe e permitiu que o Kurotel atravessasse o tempo crescendo, agregando novos segmentos ligados à saúde, e também servindo de modelo de gestão e sustentando a boa imagem perante clientes e mercado.  “Continuamos crescendo e nos especializando, agregando novos profissionais e ampliando a gama de tratamentos, buscando as melhores práticas do mundo em prevenção de doenças e busca de longevidade”, conclui o médico Luis Carlos Silveira.