A importância da família e dos modelos familiares

A base de uma sociedade é a família, pois os primeiros valores internalizados são passados pelo cunho familiar, como a base da formação da personalidade e do caráter. Porém, na velocidade em que a sociedade contemporânea se estabelece, seja pelo acumulo de tarefas ou pela falta de planejamento urbano, muitas vezes passamos longe do contato diário com os nossos familiares, que por muitos momentos se passam por uma equipe, onde cada um tem a sua função e seus compromissos.

Mas vale a pena priorizarmos tempo com a família; não apenas falando de quantidade, mas sim de qualidade. Tempo para o companheiro, para ver as tarefas dos filhos, para fazer algo juntos, um espaço lúdico para saber como foi o dia de cada um.

Em especial no mês de Agosto, pela passagem do Dia dos Pais, lembrar que cada familiar tem o seu papel dentro da família (ou deveria ter): os pais para educar, criar, dar afeto e limites; os avós para brincar, reviver aqueles momentos que tiveram com os seus filhos, mas com maior maturidade.

Modelos que atravessam gerações, mas quando somos adultos devemos ter o discernimento de ver nossos pais como seres humanos, que podem errar, com virtudes e defeitos. Por isso analise a sua família, conheça eles, siga modelos que façam bem e rompa com aqueles que não são adequados ao seu ponto de vista. Aceite que os seus filhos também o façam, talvez escolhendo outras características que não são do seu agrado; isso se chama construção da identidade, da personalidade, liberdade de expressão, individualidade.

Independente das escolhas, nada interfere no amor entre pais e filhos, que deve sempre prevalecer.

Michael Zanchet – Psicólogo do Kurotel CRP: 07/13384

                  

Publicado por

kurotelb

Fundado em 1982 por Luís Carlos Silveira, e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa, está localizado em meio às belezas da Serra gaúcha, na cidade de Gramado. É reconhecido por promover e estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas. Valorizando a vida nos sentidos quantitativo (longevidade) e qualitativo (vitalidade e bem-estar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *