Mantenha uma alimentação leve e saudável no verão

No verão os dias ficam mais quentes e com isso perdemos muito água e sais minerais. Por isso, é importante cuidarmos da nossa alimentação, deixando ela mais leve e saudável.

A equipe de nutrição do Kur respondeu algumas dúvidas da maioria dos nossos clientes durante essa época. Confira abaixo:

1)      Quais são as vitaminas essenciais para o verão? Por que?

A alimentação é  um item fundamental para a saúde. Nós somos os reflexos daquilo que comemos, pois cada célula nossa é formada a partir dos nutrientes que fornecemos ao organismo através da alimentação. A falta ou quantidade insuficiente de um único nutriente já é capaz de gerar conseqüências negativas no nosso organismo. As vitaminas e minerais desempenham papeis importantes para a nossa saúde. Atuam na formação dos ossos e dentes, mantém o equilíbrio de líquidos e substâncias, controlam os batimentos cardíacos e impulsos nervosos, promovem o funcionamento adequado de muitos sistemas do corpo além de produzirem enzimas para a realização de todos processos metabólicos. No verão necessitamos mais dos nutrientes:

  • A vitamina C tem ação antioxidante que neutraliza os radicais livres, protegendo a pele dos raios UVA e UVB, preservando dessa forma a firmeza, elasticidade e resistência da pele, o que ajuda também a prevenir o aparecimento de manchas e o envelhecimento precoce com a exposição ao sol. Alguns exemplos de alimentos ricos em vitamina C são as frutas cítricas (laranja, mexerica, limão), mamão papaia, morango, kiwi, melão, tomate, manga, etc.
  • A vitamina A é necessária para que a pele ative as substâncias responsáveis pelo bronzeado. As maiores e melhores fontes de vitamina A são os alimentos de origem animal como gema de ovo, leite integral, manteiga e queijos amarelos. Mas existem alimentos que são precursores da vitamina A que são os carotenos ou pró-vitamina A, ajudam a prolongar o bronzeado além de garantir uma cor mais bonita. Fontes alimentares de carotenos: cenoura, moranga, abóbora amarela, manga e mamão são os grandes campeões. Mostarda em folha, couve verde e agrião são ótimas fontes que escondem seus carotenos por causa do grande conteúdo de clorofila.
  • A vitamina E possui ação antioxidante que combate os efeitos nocivos dos radicais livres evitando o envelhecimento precoce. Fontes alimentares: gérmen de trigo, óleos vegetais e sementes, abacate.
  • As vitaminas do complexo B, assim como os minerais potássio, zinco, selênio e silício também são nutrientes essenciais para o verão, por terem ações antioxidantes que garantem vitalidade ao nosso organismo.

2)      Qual é a vitamina/mineral responsável pela proteção da pele e qual evita a desidratação?

A pele é constantemente exposta a agentes agressores (raios ultra-violeta provenientes da exposição solar, fumo do tabaco e químicos poluentes), o que pode resultar na produção de moléculas instáveis, conhecidas por radicais livres. Estes dão origem a lesões oxidativas nas estruturas das células, podendo causar um envelhecimento precoce da pele, e até o aparecimento de câncer. A melhor forma de garantir que a pele está a obter todos os nutrientes essenciais de que precisa é seguir uma alimentação saudável baseada na variedade e no equilíbrio. As vitaminas C, E, A e carotenóides, têm funções antioxidantes (contrariam o efeito dos radicais livres), ajudando a manter a saúde e integridade da pele.

Nos dias quentes ocorre maior perda de líquidos e minerais devido ao aumento da temperatura corporal e à transpiração excessiva. Deve ser aumentada, portanto, a ingestão de líquidos. Não espere a sede chegar, pois ela é um sinal de que já estamos desidratados, devendo a água ser consumida antes que esse sinal se desencadeie. Em condições normais, o organismo de uma pessoa adulta perde em média 2,5 litros por dia, considerando as perdas pelo suor, urina, fezes e na perspiração (perdas de água, na forma de vapor, pela pele e pulmão que não são percebidas). Portanto, é necessária a reposição diária de 2,5 litros de água, considerando-se toda a água ingerida pura ou na forma de alimentos, tanto sendo líquidos quanto sólidos. Consumir sucos de frutas naturais e vegetais, especialmente as ricas em potássio, como melancia ou melão ou banana, que controlam o equilíbrio hidroeletrolítico, evitando a desidratação.

3)      Qual deve ser o consumo diário desses nutrientes?

Para manter a saúde do nosso organismo procure ingerir no mínimo 5 porções de vegetais ao dia entre frutas e verduras de cores diferentes e cada porção proporcional ao tamanho da palma da mão.

4)      Quais alimentos prontos (frutas/legumes) são apropriados para serem consumidos no verão por conterem muitos nutrientes? Por que?

Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, verduras e legumes, pois são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de serem alimentos refrescantes que combinam com a alta temperatura do verão. Consuma à vontade folhas verdes e legumes (de preferência crus). Os cereais integrais também são boas opções para o verão já que combinam com saladas e pratos frios em geral. Na hora de comprar, opte pelos pães, cereais matinais e arroz integral no lugar de doces, massas e arroz refinado. As gorduras vegetais (azeite, óleo de girassol, soja etc) combinam com as preparações de verão e são mais saudáveis que as gorduras de origem animal. As carnes magras são as mais indicadas para esta época, pois são mais facilmente digeridas evitando desconfortos além de serem mais saudáveis. Opte pelas carnes brancas de aves, peixes, e cortes de carne vermelha magros. Quanto a forma de preparo varie entre cozidos, grelhados e assados deixando de lado as frituras que não combinam com o clima quente do verão, além de serem extremamente calóricas. As sobremesas mais refrescantes são as melhores opções, opte sempre por frutas ou doces à base de frutas.

Os chás também são indicados no verão com objetivo de auxiliar a desinchar e desintoxicar sentido, são eles hibiscus, gengibre, chá verde e branco, dente de leão, além disso, podemos fazer a misturas desses chás com hortaliças e frutas, chamando de suchás. Outra opção os sucos de frutas naturais são uma ótima escolha para quando o clima está quente demais ou mesmo para as pessoas sem tempo de se alimentar com calma. Possuem muitos nutrientes e podem corrigir certas necessidades orgânicas.

  • Existe uma diferença na alimentação do verão e do inverno? Por que?

Durante o verão ocorre uma diminuição do metabolismo basal, pois o nosso corpo não precisa de um esforço tão grande para manter a temperatura interna constante, como no inverno, onde o nosso metabolismo basal aumenta nos mantendo aquecidos para enfrentar as temperaturas baixas. Por este motivo no verão, prefira alimentos mais leves como frutas, verduras e carnes brancas. Consuma também grãos integrais (arroz, trigo, centeio, quinua, milho e seus derivados), eliminando os alimentos refinados como arroz branco, açúcares e farinhas brancas e abuse dos vegetais folhosos. Eles contém fibras, sais minerais e água que atuam na desintoxicação do organismo e ainda colaboram com a hidratação. Desta forma estaremos garantindo mais energia e vitalidade para enfrentar o calor.

Fonte: Equipe de Nutrição do Kurotel

Publicado por

kurotelb

Fundado em 1982 por Luís Carlos Silveira, e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa, está localizado em meio às belezas da Serra gaúcha, na cidade de Gramado. É reconhecido por promover e estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas. Valorizando a vida nos sentidos quantitativo (longevidade) e qualitativo (vitalidade e bem-estar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *