Dificuldade em seguir uma dieta

É notória a dificuldade que as pessoas têm em seguir uma dieta. E por que isso ocorre? Para o psicólogo Michael Zanchet, da Equipe do Kur, a principal razão para as pessoas terem dificuldade de seguir uma dieta saudável é: imediatismo, resultado rápido, priorizar o estético e colocar a saúde em segundo plano, metas frágeis e difíceis de dar continuidade.

Segundo o profissional, todo resultado imediatista e rápido vem permeado de não ter um planejamento, não contemplando uma  mudança de hábito e de filosofia de vida, com metas frágeis do tipo: quero emagrecer para estar bem no verão ou para determinado evento; sendo assim, acabou o verão, passou a festa, terminou a motivação. “Toda dieta restritiva e monótona, não terá prosseguimento, trazendo assim prejuízo para a saúde.”

A estética tem que ser consequência de um processo saudável, “ela deve reforçar a autoestima, afinal para decorar a casa, a mesma tem que ter alicerce, caso contrário não tem sustentação.”

E também existem aquelas pessoas que se boicotam quando estão tentando fazer dieta e querer emagrecer. Michael Zanchet interpreta esse boicote: “Ele ocorre pela falta de planejamento e motivação interna. Quando não estou convicto e me ponho em situações de risco, onde existe oferta de comida, em que o ambiente social é centrado no comer e beber, fica inviável um processo adequado, no ponto de vista de organização; no âmbito emocional, o não reconhecimento das emoções geram muitas vezes a estratégia errônea de depositar as mesmas na alimentação, gerando uma saciedade, mas um prejuízo no processo de emagrecimento.”

Mas existem muitas pessoas que conseguem atingir seus objetivos, com um emagrecimento saudável. De que forma isso acontece? “As pessoas que conseguem ter êxito, mudam a filosofia de vida; organizam no seu contexto de vida: exercícios físicos, alimentação fracionada e organizada e planejam os eventos sociais, de maneira que se permitam a uma alimentação, talvez fora nos padrões do cotidiano, mas mensurando a quantidade; com isso, equilibram melhor o seu contexto de vida, sem perceber como sacrifício, pois reeducam a alimentação, sem torná-la monótona e com data para acabar; existem dois fatores importantes: primeiro é reduzir o peso e o segundo é manter o mesmo. Da mesma maneira é reconhecer as emoções, estabelecer estratégias adequadas para elaborar: caminhar, conversar, pintar, escrever, relaxar.

O psicólogo apresenta uma recomendação para quem está nesta busca. “Primeiro, analisar o contexto de vida, onde estou cometendo equívocos na alimentação e na organização. Segundo, não ter pressa e sim organização de um estilo de vida que componha exercícios físicos, fracionamento e organização de uma alimentação, relaxamento, reconhecimento das emoções. Busque auxílio de uma equipe composta por: médico: para avaliar a saúde clínica; psicólogo: para avaliar comportamentos e questões emocionais que possam estar interferindo no processo saudável; nutricionista: para prescrever e organizar uma dieta saudável baseada na sua rotina de vida; educador físico: para prescrever os exercícios físicos.​

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384

Publicado por

kurotelb

Fundado em 1982 por Luís Carlos Silveira, e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa, está localizado em meio às belezas da Serra gaúcha, na cidade de Gramado. É reconhecido por promover e estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas. Valorizando a vida nos sentidos quantitativo (longevidade) e qualitativo (vitalidade e bem-estar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *