Ceia de Natal no Kurotel

O menu natalino do Kurotel foi especialmente elaborado com a curadoria do chef francês Jean Paul Bondoux do renomado La Bourgogne.  Todos os sabores foram construídos com ingredientes colhidos da própria horta orgânica cultivada pelo Kurotel.

Confira um dos pratos do Menu de Natal.

Frango Orgânico com Salteados de Cogumelos Frescos

Ingredientes:

400g de file de peito de frango picado em cubos grandes

2 xícaras de cogumelos frescos (shitake, shimeji, paris)

2 dentes de Alho

1 cebola

1 xícara de Caldo de legumes

1 xícara de Suco de uva branca

1 colher de sopa de azeite de oliva

1 xícara de leite de coco

Ramos de Tomilho

Folhas de Louro

1 colher de café de sal marinho não refinado

Modo de preparo:

Aqueça uma frigideira untada com azeite, coloque a cebola e o alho, deixe dourar.

Acrescente o peito de frango em cubos e deixe grelhar rapidamente.

Nesta mesma frigideira, acrescente os cogumelos picados, tomilho, louro, caldo de legumes e suco de uva, deixe ferver por 5 minutos. Por último, acrescente o leite de coco e deixe ferver mais 5 minutos.

Após este tempo de cozimento, retire todos os ingredientes da panela e reserve. Deixe apenas o molho ferver até reduzir. Se necessário, diluir 1 colher de café de amido de milho em um pouco de caldo de legumes, acrescentar ao molho e deixar ferver.

Monte o prato com os cogumelos e o frango e distribua por cima o molho e ervilhas frescas para decorar.

Rendimento: 2 porções

Kurotel é premiado pelo Spa & Wellness MexiCaribe na categoria Luxury Resort Spas

Premiação reconhece os melhores spas no México, Caribe e América Latina

O Kurotel – Centro Médico de Longevidade & Spa de Gramado, no Rio Grande do Sul, acaba de conquistar nova premiação. Eleito na categoria Luxury Resort Spas ou “Spas resorts de luxo”, em tradução livre, pela Spa & Wellness MexiCaribe 2018, publicação especializada na indústria de spas e bem-estar da região do México, Caribe e América Latina, o Kurotel é o destino de quem busca um tempo para si, seja para promover mudanças ou recuperar-se de uma situação de estresse ou de doença em meio às belas paisagens da Serra Gaúcha.

“Estamos muito honrados com mais esse reconhecimento internacional, que é fruto de mais de três décadas de muito trabalho e dedicação na promoção de um estilo de vida mais saudável e longeva por meio de ferramentas que ajudam as pessoas a se manterem nesse caminho após sua estadia no Kur”, celebra Rochele Silveira, sócia-diretora do Kurotel, que já soma mais de 65 premiações ao logo de sua trajetória (veja abaixo as principais). Idealizado por seus pais, Neusa e Luis Carlos Silveira, que desenvolveram tratamentos médicos Premium e programas de saúde focada baseados na premissa que é a essência de sua criação: tratar o corpo, a mente e o espírito de forma integrada. Ou seja, envolvendo medicina humanizada, alimentação funcional gourmet, atividade física personalizada e emoções humanas respeitadas em um espaço completo. “É uma clínica e tem um Spa com ambientes de hotelaria com acomodações e serviços de luxo”, completa Rochele.

Entre as estruturas que contribuíram para o resultado desta premiação está a recém-inaugurada Ala Contemporânea: um complexo com 20 novos apartamentos para oferecer ainda mais possibilidades de tratamento e mais flexibilidade de permanência: de mais ou menos dias. A decoração minimalista das amplas habitações também merece ser celebrada e é acentuada por mobiliários de cores neutras. O toque moderno se destaca na nova ala, com design despojado e funcional. A iluminação com sistema de Led e os tecidos em algodão de alto padrão complementam a ambientação que traz conforto térmico, táctil e aconchego característico da região.

Principais premiações do Kurotel

Seven Star Global Luxury Awards

Signum Virtutis, Selo de Excelência Global de Melhor Spa (2014) –  Melhor do Mundo

 

Condé Nast Johansens Luxury Spa Awards for Excellence

Melhor SPA na América do Sul (2007 a 2013)

Most Excellent Luxury Spa, Americas & Caribe (2015, 2016)

Best Destination Spa Americas & Caribe (2015, 2016)

 

World Travel Awards

Melhor SPA do Brasil (2005, 2007, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2016)

Best Luxury Medical Spa das Américas (2015, 2016, 2017)
South America Leading Spa Resort  (2015)

Latin America’s Best Wellness Retreat (2016)

Hotel & Spa Awards Revista LUX
Best Medical Center & Spa (2016, 2017)

 

Corporate Travel Awards

Health Resort of the Year – Brazil (2017)

 

World Luxury Spa Awards

Melhor Centro Médico e Spa de Luxo da América do Sul (2018)

Receita de Tartelete de Laranja

Uma massa gostosa, leve e um recheio cremoso com o sabor marcante da laranja.

Aprenda a fazer uma Tartelete de laranja com o modo de preparo elaborado pela equipe de Nutrição do Kurotel e surpreenda no almoço da família.

Ingredientes para a massa:

1 xícara (chá) de farinha de arroz integral

2 ovos

1 colher (sobremesa) de açúcar mascavo (ou adoçante culinário)

1 colher (sopa) de óleo vegetal

1 pitada de sal não refinado

1 xícara (chá) de água

Raspas de casca de laranja

 

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes do crepe no liquidificador e bata por alguns instantes.

Coloque uma concha de massa em uma frigideira antiaderente levemente untada e grelhe dos dois lados.

Faça os crepes um a um.

Coloque os discos de crepe já prontos em forminhas de cupcakes ou muffins, ajeite as bordas e asse em forno brando, a temperatura de 150ºC, por 10 a 15 minutos até dourar.

Deixe esfriar e reserve.

 

Ingredientes para o recheio:

1 colher (sopa) de açúcar de coco (ou adoçante culinário)

Suco de 3 laranjas

1 colher (sobremesa) de amido de milho

1 unidade de anis estrelado

2 cravos da índia

 

Modo de preparo:

Misture todos os ingredientes em uma tigela e leve ao fogo brando até engrossar.

Recheie as tartaletes com o creme de laranja.

Decore o prato com casca de laranja ralada e folhas de hortelã. Sirva em seguida

 

Rendimento: 12 unidades

Dificuldade em seguir uma dieta

É notória a dificuldade que as pessoas têm em seguir uma dieta. E por que isso ocorre? Para o psicólogo Michael Zanchet, da Equipe do Kur, a principal razão para as pessoas terem dificuldade de seguir uma dieta saudável é: imediatismo, resultado rápido, priorizar o estético e colocar a saúde em segundo plano, metas frágeis e difíceis de dar continuidade.

Segundo o profissional, todo resultado imediatista e rápido vem permeado de não ter um planejamento, não contemplando uma  mudança de hábito e de filosofia de vida, com metas frágeis do tipo: quero emagrecer para estar bem no verão ou para determinado evento; sendo assim, acabou o verão, passou a festa, terminou a motivação. “Toda dieta restritiva e monótona, não terá prosseguimento, trazendo assim prejuízo para a saúde.”

A estética tem que ser consequência de um processo saudável, “ela deve reforçar a autoestima, afinal para decorar a casa, a mesma tem que ter alicerce, caso contrário não tem sustentação.”

E também existem aquelas pessoas que se boicotam quando estão tentando fazer dieta e querer emagrecer. Michael Zanchet interpreta esse boicote: “Ele ocorre pela falta de planejamento e motivação interna. Quando não estou convicto e me ponho em situações de risco, onde existe oferta de comida, em que o ambiente social é centrado no comer e beber, fica inviável um processo adequado, no ponto de vista de organização; no âmbito emocional, o não reconhecimento das emoções geram muitas vezes a estratégia errônea de depositar as mesmas na alimentação, gerando uma saciedade, mas um prejuízo no processo de emagrecimento.”

Mas existem muitas pessoas que conseguem atingir seus objetivos, com um emagrecimento saudável. De que forma isso acontece? “As pessoas que conseguem ter êxito, mudam a filosofia de vida; organizam no seu contexto de vida: exercícios físicos, alimentação fracionada e organizada e planejam os eventos sociais, de maneira que se permitam a uma alimentação, talvez fora nos padrões do cotidiano, mas mensurando a quantidade; com isso, equilibram melhor o seu contexto de vida, sem perceber como sacrifício, pois reeducam a alimentação, sem torná-la monótona e com data para acabar; existem dois fatores importantes: primeiro é reduzir o peso e o segundo é manter o mesmo. Da mesma maneira é reconhecer as emoções, estabelecer estratégias adequadas para elaborar: caminhar, conversar, pintar, escrever, relaxar.

O psicólogo apresenta uma recomendação para quem está nesta busca. “Primeiro, analisar o contexto de vida, onde estou cometendo equívocos na alimentação e na organização. Segundo, não ter pressa e sim organização de um estilo de vida que componha exercícios físicos, fracionamento e organização de uma alimentação, relaxamento, reconhecimento das emoções. Busque auxílio de uma equipe composta por: médico: para avaliar a saúde clínica; psicólogo: para avaliar comportamentos e questões emocionais que possam estar interferindo no processo saudável; nutricionista: para prescrever e organizar uma dieta saudável baseada na sua rotina de vida; educador físico: para prescrever os exercícios físicos.​

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384

Projeto foca no emagrecimento saudável para o verão

Kurotel cria projeto focado no emagrecimento saudável para o verão

Atento as tendências mundiais de wellness e a crescente procura das pessoas por uma vida mais equilibrada física e mentalmente, o Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa de Gramado, lança no mês de setembro o “Kur Medida Saudável”, um projeto que une treino metabólico, alimentação gourmet saudável e tratamentos estéticos, voltado para as pessoas que estão se preparando para o verão. Para chegar bem na época mais aguardada do ano é necessário foco e disciplina com a alimentação e exercícios físicos. Diferente do que as pessoas pensam e divulgam como “projeto verão” sendo realizado com apenas algumas semanas de antecedência desta estação, é necessário um reajuste de hábitos e adoção de certas práticas com a antecedência de alguns meses para conquistar melhor retorno.

O objetivo do projeto é potencializar o emagrecimento com segurança e saúde através de uma combinação de elementos que, juntos, promovem uma diminuição de medidas. O treino metabólico Kur é único. Foi desenvolvido internamente, por profissionais de educação física para ser uma aula de forte intensidade com alto gasto calórico. O treino, combinado a uma dieta equilibrada, e terapias estéticas (como por exemplo, massagem modeladora, aparelho para redução de medidas, etc.), corrobora para os bons resultados dos hóspedes. O aparelho Vela Shape III, por exemplo, ajuda na queima da molécula de gordura e auxilia na melhora do colágeno e flacidez da pele.

A alimentação é uma grande aliada e essencial nesse processo. O cardápio do Kurotel sob a consultoria do chef francês Jean Paul-Bondoux, do renomado restaurante La Bourgogne da rede Relais & Châteaux de Punta del Este, está sendo atualizado junto com a equipe de nutrição do spa. O chef a cada 6 meses traz novas receitas que, adaptadas a filosofia alimentar Kur, integram o cardápio para que as refeições sejam sempre prazerosas, saudáveis e gourmet.

Para potencializar ainda mais os resultados, o Kurotel desenvolveu uma atividade em grupo chamada Psiconutrindo, onde os setores de Psicologia e Nutrição se juntam para esclarecer paradigmas sobre o emagrecimento e incentivar o hospede a estabelecer a melhor dieta para si, de acordo com seu organismo, a fim de melhorar o seu bem-estar. Esta atividade opcional foi criada com o objetivo de motivar o cliente na conquista de um melhor resultado e para que a experiência de emagrecimento do Kurotel não acabe junto com a estada, mas que realmente seja duradoura se refletindo em melhorias nos hábitos diários de cada hospede.

Uma visão do envelhecer!

Se você acha que envelhecer é ruim, será assim. Mas se você observar que o envelhecimento faz parte de um processo natural da vida e que enquanto estamos envelhecendo, estamos vivos! Pode ser que envelhecer seja bom, se você lidar e analisar que a vida é feita de perdas para poder avançar a próxima etapa.

Perdemos do início ao fim, ao nascer perdemos o útero da mãe, ao caminhar o colo, na adolescência a infância, na faculdade o status de estudante para profissional e o convívio com os colegas, no intercâmbio o aconchego da casa dos pais, no casamento a privacidade exclusiva da individualidade e assim poderia citar inúmeros exemplos.

Mas se você focar somente na perda, não vai perceber os ganhos da próxima etapa, e em cada momento terá algo a aprender e desenvolver, sendo um paradigma da vida, por isso a perda, para você se desocupar daquilo e vislumbrar um outro horizonte; as pessoas tem a tendência a não elaborar o luto da perda e somente lamentar o que não tem e deixam de vislumbrar e desenvolver a próxima etapa.

Por isso, vai o recado elabore as suas perdas, identifique em que etapa da vida você está, vai desbravar e viver esse novo momento e assim poderá descobrir que envelhecer é bom, se souber aproveitar o presente, que é o único tempo certo.

Boas vivências!

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384

Verduras que contribuem para o Emagrecimento

Hoje é a vez dos verduras!

Seguindo nossa lista de alimentos que contribuem para o emagrecimento, a Nutricionista do Kurotel separou quais as verduras que irão lhe ajudar a emagrecer, pois essas possuem um baixo valor calórico e alto teor de fibras, que promove mais saciedade.

No final da lista separamos duas receitas deliciosas para você preparar em casa.

Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, chicória, couve, couve-flor, erva-doce, espinafre e louro

Foto: boa forma e saúde

Brócolis e Couve-flor: Pertencem a classe das brássicas, possuem fitoquímicos (glicosinolatos e isotiocianatos), substâncias importantes para prevenção do câncer, pois apresentam elevada atividade antioxidante, minimizando assim os danos oxidativos e auxiliando na detoxificação do fígado. Contém Genistelina, substância com o poder de inibir o crescimento de tumores. Também são fontes de vitamina C, essencial para o fortalecimento do sistema imunológico, formação de colágeno, absorção do ferro e redução de colesterol. São também fontes de vitamina K, cálcio, fósforo e potássio, nutrientes importantes para a saúde óssea e cardiovascular.

 

Alho-poró: Vegetal que pertence à família do alho e da cebola. É rico em vitaminas B1, B6 e C, e dos minerais cálcio, magnésio, manganês, fósforo, sódio, potássio, ferro e zinco. Possui ações anti-inflamatória, antibacteriana e vasodilatadora. Seu consumo é eficaz para o controle da pressão arterial, saúde cardiovascular e prevenção do câncer, pois as propriedades nutricionais do alho-poró neutralizam a ação dos radicais livres no organismo.

 

Almeirão: Hortaliça fonte das vitaminas A, B2, B3, C e K, e dos minerais cálcio, fósforo, ferro, magnésio e potássio. Possui propriedades antioxidantes pela presença da lactucina e da lactupricrina, substâncias que conferem o sabor amargo à hortaliça e com ação ansiolítica e sedativa, que amenizam o estresse. Também é fonte de prebióticos, inulina e frutooligassarídeos, que estimulam o processo de digestão e alimentam as bactérias benéficas do intestino, melhorando o trânsito intestinal. Além disso contribui para a boa saúde do fígado, pois estimula a eliminação das toxinas.

 

Erva-doce: Planta medicinal de nome científico Pimpillena anisum. Mais conhecida pelos seus efeitos calmantes e sedativos, e estimulante do processo digestivo. É fonte dos minerais potássio, ferro, zinco, cobre, selênio, manganês, magnésio, e das vitaminas A, B1, B2, B3, B6 e ácido fólico. Na sua composição também está presente o ácido málico, um ácido orgânico, que auxilia no processo de geração de energia dentro das células, aumenta as defesas do sistema imunológico e participa do processo de desintoxição das toxinas (principalmente de metais tóxicos). As fibras presentes na erva-doce contribuem para o esvaziamento gástrico e bom funcionamento do intestino.

 

Louro: Planta medicinal de nome científico Laurus nobilis. Possui propriedades desintoxicantes, bactericida, antisséptica, digestiva e anti-inflamatória. Auxilia no processo de digestão, aliviando a acidez do estômago e estimulando a produção das enzimas digestivas, e nas doenças inflamatórias do fígado, através da eliminação das toxinas (principalmente de metais tóxicos).

 

Couve: É uma crucífera com inúmeros benefícios para saúde. Possui propriedades antioxidantes (flavonoides e carotenoides) que neutralizam a ação dos radicais livres, prevenindo o câncer e o envelhecimento precoce. Além disso estimula as funções hepáticas, gástricas e intestinais contribuindo para o processo desintoxicação e eliminação das substâncias tóxicas do organismo.

É fonte vegetal mais biodisponível em cálcio, essencial para a saúde óssea. Contém magnésio, mineral importante para o bom funcionamento dos neutransmissores como a serotonina e dopamina, melhorando o humor, sono e a disposição. É rica em ácido fólico, ferro, vitamina C e complexo B nutrientes essenciais para a manutenção das funções orgânicas e fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo as doenças cardiovasculares e neurodegerativas.

 

Chicória: É um alimento de baixo valor energético e se destaca por ser um alimento com maior de teor de inulina (fibra solúvel). Também é fonte de vitaminas e minerais como: vitamina A, B6, vitamina C, potássio, cálcio, ferro, magnésio e fibra solúvel (inulina). Por conter inulina contribui para o equilíbrio da flora intestinal, sistema digestivo, controle do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares.

 

Espinafre: Possui baixo valor energético e um elevado teor de nutrientes, vitamina A, B2, B6, vitamina C, E, K, folatos e minerais tais como o ferro, magnésio, cálcio, potássio e fósforo. Contém boa quantidade de fibras o que contribui para a saciedade. Os nutrientes, como a vitamina K, o magnésio e o cálcio auxiliam na manutenção óssea, prevenção da aterosclerose. As vitaminas antioxidantes A, C e polifenois neutralizam a ação dos radicais livres, protegendo o organismo da oxidação do colesterol. O aumento do consumo diário de vegetais de cores verdes, diminui a incidência de diabetes tipo 2.

 

Sugestões de receitas

 

SOUFLÉ DE ESPINAFRE

Ingredientes

2 xicaras (chá) de espinafre (pode usar também abobrinha ou cenoura)

3 ovos

1 xicara (chá) de leite desnatado (ou leite vegetal)

1 xicara (chá) de amido de milho

1 xicara (chá) de farinha de arroz integral

2 colheres (sopa) de queijo minas frescal (ou mozzarella de búfala)

1 colher (sopa) de fermento químico

1 colher (chá) de sal

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

Tempero verde a gosto

 

Modo de Preparo: Ferva o espinafre em água e 1 pitada de sal por 3 minutos. Escorra e pique grosseiramente. Coloque o espinafre no liquidificador com os ovos, o leite, o amido, a farinha de arroz, o queijo, a cebola e o alho. Bata até ficar homogêneo. Acrescente o fermento e misture com uma colher. Incorpore o tempero verde e acerte o sal. Unte 4 forminhas com óleo vegetal e distribua a massa nas forminhas.  Leve para assar em forno médio (180ºC) por 20 minutos.

Rendimento: 4 porções

 

SOPA CREMOSA DE BRÓCOLIS

Ingredientes:

1 buque de brócolis frescos (pode usar os congelados)

1 unidade grande de chuchu descascado e picado

1 cebola pequena picada em cubos

2 dentes de alho picados

2 litros de caldo de legumes caseiro

1 colher (café) de sal não refinado

1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem

Coentro em pó a gosto

Pimenta do reino moída na hora a gosto

 

Modo de preparo: Lave os brócolis e o chuchu, pique em pedaços grandes e reserve.

Em uma panela, aqueça o azeite de oliva e acrescente a cebola, o alho e deixe dourar. Acrescente os brócolis picados e o chuchu, refogue mais alguns minutos.  Adicione o caldo de legumes e deixe cozinhar até os brócolis estarem bem macios. Desligue o fogo, bata a mistura no liquidificador e volte ao fogo. Adicionar os temperos e deixe a sopa ferver até adquirir a consistência desejada. Sirva em seguida, decorando com tempero verde a gosto ou crótons.

Rendimento: 6 porções

10 dicas para levar a vida após o câncer

Após receber o diagnóstico de câncer a vida rapidamente começa a girar em torno de uma agenda de compromissos, cirurgias e tratamentos. A maioria das pessoas tem uma ideia de quanto tempo isso durará e entram numa rotina. Depois de todo o processo há uma espécie de excitação para voltar à vida, mas quando a vida não está bem definida, o que você faz? É possível retomar o ritmo de onde você parou, antes do câncer? Felizmente, outras pessoas já passaram por isso, veja a seguir as dicas que poderão ajudar na volta à sua vida normal.

1. Fique aberto com quem você ama. O câncer não “termina” quando o tratamento termina, muito menos o apoio que você recebe. Alguns cuidadores não percebem que você ainda poderá necessitar deles com a mesma intensidade  de quando  fazia o tratamento. Seja honesto sobre como está se sentindo e não tenha medo de pedir ajuda.

2. Busque um novo Hobby. Poderá haver muita pressão sobre você para que volte a ser como era, mas para algumas pessoas fazer as mesmas coisas como antes pode agora ser estranho. Se acontecer, use isso como uma oportunidade tentar algo novo. Sempre quis começar a tricotar, correr ou pintar? Agora é a hora. Na verdade, você é uma nova versão de si mesmo, então por que não começar algo que você sempre quis fazer, mas nunca tentou? Isso te ajudará a definir este novo capítulo de sua vida como algo mais do que apenas “a vida após o câncer”.

3. Espere e aceite os dias ruins. Acredite, você passará por eles. Você, por exemplo, se perguntará por que tive câncer ou por que sobreviveu e outros não. Você sentirá medo e ansiedade apenas ao  pensar na possibilidade de recidiva. Mas, lembre-se, ter um dia ruim e ficar emotivo não significa que não esteja curtindo sua segunda chance na vida, significa apenas que é humano. Sinta o que sente no momento e não deixe ninguém lhe dizer como você deve se sentir. Elabore um plano para o que fará nesses dias ruins — talvez comer sua comida favorita com seu melhor amigo, fazer uma viagem ou assistir seu filme preferido. Crie o “plano de emergência do dia ruim” isso poderá garantir que sempre terá um lugar para voltar.

4. Considere voltar a trabalhar. Se você estava trabalhando antes do câncer, o retorno ao trabalho pode ajudar a restaurar um senso de normalidade e controle que muitas vezes é perdido durante o tratamento. Se você não se sente confortável em reassumir a posição que tinha antes do diagnóstico, considere trocar de trabalho ou fale com seu chefe. Monte o seu currículo por competências e realizações, ao invés de datas trabalhadas a fim de destacar suas capacidades e desviar a atenção da eventuais lacunas geradas pelo tratamento.

5. Pratique o seu discurso de elevador. O que falar é uma das maiores preocupações que os sobreviventes de câncer têm antes de voltar ao mundo “normal”: O que você faz quando alguém lhe pergunta sobre o seu diagnóstico? Acabou de terminar a luta por sua vida, então como fazer para resumir isso em um par de frases para quem pergunta? Anote e pratique uma explicação de cinco minutos, de dois minutos e de 30 segundos sobre o que você quer dizer quando alguém pergunta onde você esteve ou como você está, assim não se sentirá bloqueado ou surpreso.

6. Comece a se exercitar (se possível). O exercício, além de ser uma maneira de diminuir o estresse e a tensão, também é uma maneira de se conectar com seu novo corpo. Com a autorização do seu médico, comece a realizar exercícios leves em casa e posteriormente saia e vá até o parque no início de manhã. Em seguida, repense na questão de fazer uma academia ou mesmo aulas com um personal  trainer. Eles farão com que você se exercite com um grupo de apoio de alta energia. Nota: Se você considerar a última sugestão, não se esqueça de conversar com o instrutor sobre como tem se sentido com os exercícios.

7. Faça uma lista dos seus medos. Pode ser extremamente benéfico escrever sobre suas preocupações relacionadas à vida após o câncer. Alguns podem incluir a luta contra a químio, o medo de recidiva, ressentimento por ter que suportar o câncer, o medo de ser tratado de forma diferente uma vez que você retomou sua vida “normal”, ou como sua vida sexual será com as cicatrizes físicas e mentais. Anotar seus pensamentos pode efetivamente melhorar a ansiedade e ajudar a solucionar os diferentes problemas de forma mais eficaz.

8. Assuma o controle de sua saúde. Você não pode fazer seu cabelo crescer exatamente da mesma maneira como antes ou por um ponto final na questão dos esquecimentos, mas  pode pensar em coisas da sua vida que pode controlar. Participe ativamente da sua saúde e faça mudanças em seu estilo de vida — até mesmo definir uma agenda diária para ajudá-lo a voltar nos trilhos. Você conhece seu corpo melhor do que ninguém, então se certifique de permanecer diligente e anote o que lhe faz sentir bem.

9. Esteja disposto a deixar passar. Algumas pessoas não vão poder lhe ajudar nessa transição ao novo normal. Aqui, a chave para deixar em mente é a seguinte: se você não pode me amar no meu pior, você não pode ter-me no meu melhor. Nem todo mundo com quem você se importa estará do seu lado, mas tudo bem. Tome isso como uma lição a aprender, agradeça aqueles que ficaram e esqueça aqueles que se afastaram. Se não fosse agora, pelo câncer, eles teriam feito isso em algum outro momento.

10. Compartilhe suas experiências. O dom de dar é de quem continua dando, mesmo depois que seu tratamento terminou. Pense no dia do seu diagnóstico e pense em si mesmo agora. Você inevitavelmente aprendeu muito ao longo do caminho, embora tenha percebido (ou não). Você tem um conhecimento que poderá ajudar outras pessoas, e dissemina-lo permitirá com que se sinta como se essa experiência com o câncer não tivesse sido por acaso: você agora é capaz de ajudar alguém a passar por isso!

Fonte: oncoguia.org.br