Maxixe

 O Maxixe é rico em zinco, mineral importante para o bom funcionamento de todos os tecidos do corpo, apresenta atividade antioxidante no combate aos radicais livres e não possui efeito tóxico ao organismo. Auxilia na cicatrização da pele, fortalece do sistema imunológico e auxilia no controle do colesterol. Contém também minerais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitamina C e fibras.

30-sementes-de-maxixe-d_nq_np_657101-mlb20276470448_042015-f

Uva Thompson

 A uva é um alimento fonte de carboidratos, importante para o fornecimento de energia para o organismo, além de conter vitamina C, vitaminas do complexo B, ferro, cálcio e potássio. Possuem ação antioxidante, combatem os radicas livres e são anticancerígenas. A uva Thompson não possui sementes e é utilizada para produzir uvas passas. As uvas de cores roxas, possuem resveratrol, que protege o coração das doenças cardiovasculares.

201212071400411354896041_uva_thompson_vt

Nozes e seus benefícios

Contém ácidos graxos poli-insaturados (gorduras benéficas), tocoferol (vitamina E) e fitoesteróis (substâncias antioxidantes) e magnésio. A vitamina E contribui no combate ao estresse oxidativo, reduzindo o risco de adesão de placas de gordura nas artérias. Os fitoesterois e o colesterol apresentam funções e estrutura semelhantes. No intestino, os fitoesterois impedem que boa parte da gordura seja absorvida pelo organismo, e ambos são eliminados nas fezes, desta forma protege o organismo das doenças cardiovasculares. O magnésio diminui o risco de desenvolver resistência à insulina auxilia na prevenção de diabetes mellitus tipo 2, hipertensão e síndrome metabólica.

9-razoes-para-incluir-alimentos-ricos-em-magnesio-na-alimentacao

 

Benefícios da Nectarina

É rica em vitamina A, boa fonte de vitaminas C e complexo B, além de sais minerais como cálcio, potássio, fósforo, flavonoides e ácido clorogênico. Os antioxidantes presentes na fruta ajudam a melhorar o mecanismo de defesa do organismo no combate às principais doenças como as complicações relacionadas com a obesidade, degeneração macular e prevenção do câncer.

nectarina

Como mudar os hábitos e garantir uma vida mais saudável 

Desenvolver hábitos saudáveis é essencial para manter uma vida equilibrada e a saúde sempre em dia. No entanto, é importante lembrar que as escolhas pessoais são consequência de um comportamento, que estrutura a vida de cada pessoa, tanto na parte física, quanto emocional, por isso é necessário tomar atitudes que tragam benefícios à mente e ao corpo.

É importante avaliar e rever alguns hábitos que afetam negativamente a saúde de cada pessoa. O primeiro fator para reorganizar a rotina e fazer escolhas mais saudáveis é reconhecer os comportamentos negativos. A melhor forma é entender o que não está fazendo bem e substituir por um hábito saudável, que traga benefícios.

A organização e o foco são os principais fatores para mudar a rotina negativa. É importante repetir e incluir os novos comportamentos saudáveis no dia a dia, até que se torne um hábito. Outro ponto é escolher atividades e exercícios que se encaixem melhor na rotina de cada um, além do horário e local mais apropriado. Faça exercícios, sinta a transpiração, a musculatura, e, principalmente, elogie-se.

Todas as pessoas são capazes de mudar o estilo de vida, no entanto é importante ter foco e organização. A mudança é essencial já que uma grande parcela de doenças está relacionada a hábitos maléficos à saúde. Sedentarismo, tabagismo, abuso de bebida alcoólica, excesso de sal, muito açúcar e pouco exercício físico, são exemplos de hábitos que influenciam negativamente na saúde e bem-estar.

 

 

 

 

 

Como ter uma boa noite de sono?

Percebe-se que o ato de dormir vem ganhando importância em nosso cotidiano, pois a má qualidade do sono interfere diretamente na saúde de muitos brasileiros.

Trabalhos recentes mostram que distúrbios do sono podem estar relacionados com problemas cardiovasculares, assim como com aumento de peso e obesidade. Além disso, por outro lado, o uso de medicamentos para dormir cronicamente pode estar relacionado ao comprometimento da memória. O período de sono compreendido entre 6,5 – 7,5 horas foi associado com menor risco de mortalidade.

Segundo profissionais do Instituto do Sono da Unifesp, não há um horário fixo de sono. Observa-se que é variável de acordo com necessidades individuais, faixa etária, fases da vida, predisposição genética, entre outros. O sono normal é a associação da quantidade (número de horas) certa e qualidade adequada.

Em decorrência do grande impacto que o sono exerce na nossa saúde, é necessária a conscientização das pessoas sobre este tema e que quando identifiquem alguma alteração nesta área procurem orientação médica o quanto antes. Os profissionais da saúde devem questionar e investigar melhor a quantidade e qualidade do sono de seus pacientes de forma rotineira com o objetivo de diagnosticar precocemente algum distúrbio que pode vir a causar impacto negativo na saúde e sobrevida desta pessoa.

Algumas regras básicas para uma qualidade do sono:

1) dormir o tempo adequado,

2) procurar deitar e levantar em horários regulares;

3) expor-se aos raios solares de manhã, logo que acordar;

4) ter hábitos regulares de atividade física;

5) relaxar (psicologicamente) após retornar do trabalho;

6) evitar bebidas alcoólicas;

7) preparar o ambiente do quarto para ter um sono tranquilo, ou seja, procurar dormir bem, não usando a cama para ler, ver televisão ou alimentar-se.

13465976_1195838697117762_6951303579427390497_n

Prática de exercícios físicos

 

A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS DEVE SER DIÁRIA?

A inatividade física é estimada como a principal causa de agravamento de aproximadamente 21- 25% de câncer de mama e de cólon; 27% de diabetes e 30% de cardiopatia isquêmica.

Segundo a OMS de 2010 a prática regular de atividade física reduz o risco da doença arterial coronariana, AVC, diabetes melito, hipertensão arterial, câncer e depressão. Previne gripes, resfriados, eleva o humor e ajuda a manter o peso.

O gasto de energia que a atividade física proporciona é fundamental para o balanço energético e a perda de peso. Além de otimizar a memória. Assim, constatamos os benefícios da atividade física regular: na aparência física, no trabalho, no dia a dia e na saúde.

12985357_1154107847957514_2581194977231436086_n

 

QUAL A VANTAGEM DE PRATICAR EXERCÍCIOS AO AR LIVRE?

A prática de exercícios ao ar livre (outdoor) coloca a pessoa em contato com a natureza, contribuindo para o alívio do estresse. Ela relaxa a mente, melhora a concentração e criatividade. O corpo depende dessa energia vital transmitida pelo sol, água e terra.

Durante a prática ao ar livre, ocorre a liberação de substâncias que melhoram o humor, trazendo sensação de felicidade e de calma após o exercício. Também aumenta a oxigenação cerebral e diminui as chances de determinadas doenças como diabetes e hipertensão arterial.

 

 

Qual o segredo para garantir energia para começar bem o dia?

Há um ditado popular: “De manhã é que se começa o dia”. Assim, iniciar bem o dia é realmente meio caminho para que o resto do dia corra bem. Não é tarefa fácil nos dias atuais. Segundo a opinião da professora do Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública (FSP) Sônia Tucunduva Philippi, o segredo para comer melhor e com prazer é combinar bons hábitos alimentares, escolhas inteligentes e a busca por uma vida saudável, com equilíbrio e bom humor.

1) Uma manhã cheia de energia começa no dia anterior, desde a refeição do seu jantar até o horário que dormiu influenciarão no modo que você irá acordar. Prefira pratos leves e saudáveis, evite comer muito próximo da hora de deitar. Evite bebida alcoólica, pois deixa o sono “aparentemente mais profundo”, mas menos reparador e pode propiciar um relaxamento maior das vias aéreas e língua ocasionando roncos. A higiene do sono é fundamental.

2) Programe o despertador para a hora exata de levantar e levante-se de uma vez. Colocando o despertador para tocar uma segunda vez, o sono pode estar mais profundo, gerando a sensação de maior cansaço do que na primeira vez que tocou.

3) Ao acordar, beba um copo de água em jejum, isso ajudará no bom funcionamento intestinal. Tome um bom café da manhã, pois ele fornece a energia e os nutrientes necessários para uma maior concentração e produtividade, ajuda a manter um peso corporal saudável e impede a alimentação errada com snacks menos saudáveis antes do almoço. Prefira carboidratos, de preferência integral, proteínas de boa qualidade (queijo branco ou ovos), frutas, fibras, mel e café em pequena quantidade, sendo este o último liquido do seu desjejum.

4) Procure acalmar seus pensamentos e refletir positivamente, tornando-se mais focado e otimista. A prática da meditação ajuda muito.

5) Exercite seu cérebro. A estimulação cerebral é importante para despertar os sentidos.

6) A definição dos seus objetivos diários vai torná-lo mais motivado e focado.

7) Exercite seu corpo.

140609-kur-material-2014-1282

A compulsão alimentar compromete o organismo

A compulsão por alimentos gera grandes prejuízos para a saúde física e emocional. Desta forma, o corpo acaba servindo como um depósito de questões emocionais não elaboradas de maneira adequada.

Cada vez mais esse fator requer uma grande atenção de profissionais da área para um tratamento eficaz. Dê preferência à orientação de uma equipe transdisciplinar, composta por médico, psicólogo, nutricionista, educador físico, etc.

A melhor maneira de trabalhar esse problema no âmbito emocional é procurar reconhecer, através da psicoterapia, os gatilhos que geram a compulsão, compreendendo a relação dos pensamentos-emoções-comportamentos, a fim de estabelecer estratégias para auxiliar no processo de elaboração dos conflitos emocionais, não transformando o corpo em um depósito destas questões.

1080740

Uma relação consciente com a alimentação é o melhor caminho para manter o equilíbrio físico e mental. É indispensável estabelecer uma organização em relação ao conteúdo, quantidade e horários das refeições, optando pela ingestão de alimentos de 3 em 3 horas, sempre seguindo a orientação personalizada de uma nutricionista.

Escute o seu organismo e dê ao seu corpo o que ele está solicitando. Lembre-se que a alimentação é necessária e prazerosa, o problema sempre é o excesso, que gera um desequilíbrio físico e mental.