Tabaco, nem pensar!

O tabagismo é um problema de saúde pública que afeta milhões de pessoas. As estatísticas nos mostram que a cada dois fumantes, um terá morte precoce em decorrência deste hábito. Muitas pessoas querem parar de fumar, mas não conseguem sozinhas e isto é perfeitamente compreensivo, uma vez que a nicotina gera dependência.

A arquitetura do cigarro está solidificada em três dependências: química, emocional e comportamental. Química por que são cerca de 4.720 substâncias tóxicas que o organismo tem que eliminar. Emocional, pois os comportamentos aditivos estão atrelados a componentes emocionais – ser humano muitas vezes utiliza o ato de fumar como função de preenchimento ao vazio emocional. Comportamental, porque se torna um hábito, o sujeito condiciona comportamento ao uso do cigarro, como exemplo, o fato de fumar logo depois do cafezinho.

O primeiro passo para cessar com o este hábito é reconhecer que o cigarro é um problema, uma dependência. O segundo é buscar auxílio profissional, pois não é necessário passar por essa fase sozinho. Além disso, os trabalhos mostram que as chances de sucesso da parada aumentam consideravelmente quando há ajuda profissional. A boa notícia é que existem muitos profissionais da área da saúde que se engajam neste processo de auxílio no parar de fumar. A efetividade é muito maior quando trabalhada em conjunto com uma equipe transdisciplinar, pois é possível trabalhar a motivação, com o estabelecimento de estratégias comportamentais para lidar com a fissura e aprender recursos favoráveis à saúde para lidar com suas emoções.

Michael Zanchet

Psicólogo do Kurotel – Centro de Longevidade e Spa

Publicado por

kurotelb

Fundado em 1982 por Luís Carlos Silveira, e sua esposa, Neusa Silveira, o Kurotel - Centro Médico de Longevidade e Spa, está localizado em meio às belezas da Serra gaúcha, na cidade de Gramado. É reconhecido por promover e estimular as pessoas a se comprometerem com um estilo de vida mais saudável, motivando escolhas positivas. Valorizando a vida nos sentidos quantitativo (longevidade) e qualitativo (vitalidade e bem-estar).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *