Tabaco, nem pensar!

O tabagismo é um problema de saúde pública que afeta milhões de pessoas. As estatísticas nos mostram que a cada dois fumantes, um terá morte precoce em decorrência deste hábito. Muitas pessoas querem parar de fumar, mas não conseguem sozinhas e isto é perfeitamente compreensivo, uma vez que a nicotina gera dependência.

A arquitetura do cigarro está solidificada em três dependências: química, emocional e comportamental. Química por que são cerca de 4.720 substâncias tóxicas que o organismo tem que eliminar. Emocional, pois os comportamentos aditivos estão atrelados a componentes emocionais – ser humano muitas vezes utiliza o ato de fumar como função de preenchimento ao vazio emocional. Comportamental, porque se torna um hábito, o sujeito condiciona comportamento ao uso do cigarro, como exemplo, o fato de fumar logo depois do cafezinho.

O primeiro passo para cessar com o este hábito é reconhecer que o cigarro é um problema, uma dependência. O segundo é buscar auxílio profissional, pois não é necessário passar por essa fase sozinho. Além disso, os trabalhos mostram que as chances de sucesso da parada aumentam consideravelmente quando há ajuda profissional. A boa notícia é que existem muitos profissionais da área da saúde que se engajam neste processo de auxílio no parar de fumar. A efetividade é muito maior quando trabalhada em conjunto com uma equipe transdisciplinar, pois é possível trabalhar a motivação, com o estabelecimento de estratégias comportamentais para lidar com a fissura e aprender recursos favoráveis à saúde para lidar com suas emoções.

Michael Zanchet

Psicólogo do Kurotel – Centro de Longevidade e Spa

Benefícios da ervilha

eervilha

A ervilha é fonte de vitaminas B1, B2, B3, B6, ácido fólico, ferro, Vitamina C, vitamina K, carotenóides, fibras e proteínas. Auxilia na proteção cardiovascular, manutenção da saúde óssea, metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios, prevenção de anemia, proteção antioxidante, funcionamento do intestino, controle da glicemia e colesterol.

Benefícios da maçã

maca

A maçã contém pectina (fibra solúvel), presente na casca da maçã, que atua no sistema digestório, funcionamento do intestino (pode ser consumida por pessoas com diarréia ou constipação), auxilia no controle da saciedade e redução do colesterol. Possui flavonóides que combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce, vitaminas B1 e B2 que ajudam a regular o sistema nervoso. Contém potássio, indispensável para a o controle dos batimentos cardíacos e pressão arterial.

Benefícios do brócolis e da couve-flor

Salada_couveflor_brocolis

O brócolis e a couve-flor pertencem a classe das brássicas, possuem fitoquímicos (glicosinolatos e isotiocianatos), substâncias importantes para prevenção do câncer, pois apresentam elevada atividade antioxidante, minimizando assim os danos oxidativos e auxiliando na detoxificação do fígado. Contém Genistelina, substância com o poder de inibir o crescimento de tumores. Também são fontes de vitamina C, essencial para o fortalecimento do sistema imunológico, formação de colágeno, absorção do ferro e redução de colesterol. São também fontes de vitamina K, cálcio, fósforo e potássio, nutrientes importantes para a saúde óssea e cardiovascular.

Comece seu dia com energia

comece-a-correr-com-fartlek-destaquehor

“Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato, mas um hábito. ” Aristóteles – filósofo grego (384 aC – 322 aC) 

Acordar de manhã, sentindo-se cheio de energia e disposição não é tarefa fácil nos dias atuais. Muitas vezes a sensação de fadiga e cansaço crônico, aliado ao estresse, é mais comum do que a plenitude de estar bem. Mas existem orientações simples e que todos nós podemos praticar.

Uma manhã cheia de energia começa no dia anterior, desde a refeição do seu jantar até o horário que dormiu influenciarão no modo que você irá acordar. Prefira pratos leves e saudáveis, evite comer muito próximo da hora de deitar. Evite bebida alcóolica pois deixa o sono “aparentemente mais profundo”, mas menos reparador e pode propiciar um relaxamento maior das vias aéreas e língua ocasionando roncos, higiene do sono é fundamental. Evite a luminosidade de tablets, smartphones e televisores no ambiente que você dorme, pois isso reduz a produção de um hormônio natural e indutor do sono, a melatonina, que é fabricado pelo nosso organismo. Dormir mais cedo ajuda nosso corpo a descansar, reparar danos e produzir hormônios que trazem sensação de bem-estar e vigor.

A sua hidratação no decorrer da manhã e tarde é fundamental. Beber pouca água durante o dia fará você compensar a noite e consequentemente irá levantar muitas vezes para ir ao banheiro, levando a um sono de má qualidade. A água ainda é importante para diversas reações químicas, enzimáticas, controla sua pressão arterial e otimiza sua circulação.

Ao acordar, beba um copo de água em jejum, isso ajudará no bom funcionamento intestinal. No café da manhã tenha uma refeição leve, porém completa, ou seja, carboidratos (de preferência integral), proteínas de boa qualidade (queijo branco ou ovos), frutas, fibras, mel e café em pequena quantidade, sendo este o último liquido do seu desjejum.

Pratique exercícios idealmente de manhã e ao ar livre, quando possível. Use roupas leves que permitam bom contato dos raios solares com sua pele, isso promoverá uma maior produção da vitamina D, o que é muito melhor do que engolir aquele suplemento comprado em sua última viagem ao exterior. Nunca treine em jejum! Para quem não pode se exercitar pela manhã, a dica é evitar a atividade física muito próxima do horário de ir dormir, pois o hormônio adrenalina que é liberado durante uma sessão de treino pode te deixar mais agitado.

Não existem milagres ou fórmulas mágicas (hormônios artificiais, vitaminas, etc), um dia cheio de energia começa com uma decisão e programação de uma rotina saudável. A forma como você acorda na segunda-feira, depende de sua atitude ao longo da semana anterior.

Nunca é tarde para começar a mudar seus hábitos.

Dr. Pedro Paulo Prudente(CRM-RS 40.921) | Dr. Renato Kalil F. Uehbe(CRM-RS 42.214) –  MÉDICOS DO EXERCÍCIO E ESPORTE DO KUROTEL

Alimentos termogênicos

As substâncias termogênicas contidas em alguns alimentos têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e aumentando a queima de lipídios. Abaixo a equipe de nutrição do Kurotel indica alguns alimentos que auxiliam neste processo:

PIMENTA TAILANDESA 1

Pimenta: especiaria rica em capsaicina, importante antioxidante natural, responsável pelo “sabor ardido”. A capsaicina aumenta a temperatura corporal com conseqüente aumento do metabolismo, que auxilia a transformar as células de gordura em energia beneficiando o emagrecimento. Além disso, a capsaicina aumenta a liberação de endorfinas pelo cérebro conferindo a sensação de bem-estar e diminuindo a vontade de comer.

canela_3

Canela: especiaria com alto teor de óleos essenciais (eugenol, alfa- felandreno, alfa- terpineol) que lhe conferem propriedades que aceleram o gasto calórico.

gengibre-organico

Gengibre: raiz medicinal rica em gingerol, substância com alto poder antioxidante. O gingerol possui propriedades termogênicas que acelera o metabolismo, otimizando a queima calórica.

Cafe-antes-treino-hipertrofia-aerobio-aerobico

Cafeína: composto ativo natural do café, que pode auxiliar na mobilização da gordura armazenada pelo corpo para ser usada como fonte de energia ajudando na redução de peso.

cha-verde-taygomes

Chá verde: planta medicinal com propriedades antioxidantes por conter grandes quantidades de composto polifenólicos, especialmente as catequinas. O chá verde possui efeitos benéficos na redução do peso pelo fato das catequinas agirem no metabolismo reduzindo o armazenamento de gordura.

Benefícios da tangerina

tangerina

A tangerina é rica em vitaminas C, B1 e B2, as quais ajudam à saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado e boca. Além de conter grande quantidade de fibras, de sais minerais como magnésio, potássio, cálcio e fósforo, e da substância betacaroteno (precursor da vitamina A), que aumenta a resistência às infecções. Apresenta também compostos antioxidantes, que auxiliam, protegendo o organismo contra o envelhecimento  precoce, reduzindo os riscos de câncer, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas.

Benefícios da abóbora e da abobrinha

fx3606

São alimentos fontes de potássio, cálcio, fósforo, magnésio, zinco, fibra, vitaminas A, C, E e complexo B. A abóbora com a coloração alaranjada, contém carotenóides, que são componentes antioxidantes que o corpo transforma em vitamina A, esses nutrientes auxiliam na proteção da pele contra os malefícios da luz solar. O consumo de carotenóides protege o organismo de doenças crônicas, como doenças cardíacas e câncer e também previne problemas de visão. As vitaminas do complexo B ajudam no funcionamento do sistema nervoso, previnem doenças neurológicas e proporcionam mais energia ao organismo. Também é recomendada para quem quer emagrecer e para pessoas diabéticas, pois é um alimento rico em fibras, possui em sua composição carboidratos de baixo índice glicêmico, além de proporcionar saciedade.

A meditação e a performance nos negócios

meditacao-analitica-vipassana-blog-sobre-budismo

De acordo com estudos a meditação repercute de diversas formas no organismo humano.

Recentemente descobriu-se que a prática contínua resulta na formação de novas conexões neuronais, o que significa que pode-se prevenir e combater processos instaurados como a ansiedade, a depressão e uma série de outros males, não somente físicos como a hipertensão arterial, a dor crônica, a insônia.

Com isso, temos no mundo dos negócios um ambiente muito propicio para os benefícios da meditação. Primeiramente pelo quadro já instaurado de estresse e ansiedade, e posteriormente pela melhora da performance dos profissionais com mais atenção, objetividade, rapidez no raciocínio, desempenho cognitivo e emocional.

 

Emagrecimento sustentável

images

Mais importante do que emagrecer é emagrecer com saúde, sem fragilizar o organismo. E fazer com que os resultados alcançados no curto prazo se estendam a médio e longo prazo, evitando o efeito sanfona. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 48,2% da população brasileira está acima do peso.

Muitos são os motivos que podem levar uma pessoa ao excesso de peso: estilo de vida inadequado, alimentação imprópria, sedentarismo, problemas hormonais, estresse e ansiedade, entre tantos outros. Cada pessoa tem os seus motivos.

Por isto, é importante o diagnóstico preciso e individualizado, para que se possa agir na causa, e não apenas na consequência do problema.