Dificuldade em seguir uma dieta

É notória a dificuldade que as pessoas têm em seguir uma dieta. E por que isso ocorre? Para o psicólogo Michael Zanchet, da Equipe do Kur, a principal razão para as pessoas terem dificuldade de seguir uma dieta saudável é: imediatismo, resultado rápido, priorizar o estético e colocar a saúde em segundo plano, metas frágeis e difíceis de dar continuidade.

Segundo o profissional, todo resultado imediatista e rápido vem permeado de não ter um planejamento, não contemplando uma  mudança de hábito e de filosofia de vida, com metas frágeis do tipo: quero emagrecer para estar bem no verão ou para determinado evento; sendo assim, acabou o verão, passou a festa, terminou a motivação. “Toda dieta restritiva e monótona, não terá prosseguimento, trazendo assim prejuízo para a saúde.”

A estética tem que ser consequência de um processo saudável, “ela deve reforçar a autoestima, afinal para decorar a casa, a mesma tem que ter alicerce, caso contrário não tem sustentação.”

E também existem aquelas pessoas que se boicotam quando estão tentando fazer dieta e querer emagrecer. Michael Zanchet interpreta esse boicote: “Ele ocorre pela falta de planejamento e motivação interna. Quando não estou convicto e me ponho em situações de risco, onde existe oferta de comida, em que o ambiente social é centrado no comer e beber, fica inviável um processo adequado, no ponto de vista de organização; no âmbito emocional, o não reconhecimento das emoções geram muitas vezes a estratégia errônea de depositar as mesmas na alimentação, gerando uma saciedade, mas um prejuízo no processo de emagrecimento.”

Mas existem muitas pessoas que conseguem atingir seus objetivos, com um emagrecimento saudável. De que forma isso acontece? “As pessoas que conseguem ter êxito, mudam a filosofia de vida; organizam no seu contexto de vida: exercícios físicos, alimentação fracionada e organizada e planejam os eventos sociais, de maneira que se permitam a uma alimentação, talvez fora nos padrões do cotidiano, mas mensurando a quantidade; com isso, equilibram melhor o seu contexto de vida, sem perceber como sacrifício, pois reeducam a alimentação, sem torná-la monótona e com data para acabar; existem dois fatores importantes: primeiro é reduzir o peso e o segundo é manter o mesmo. Da mesma maneira é reconhecer as emoções, estabelecer estratégias adequadas para elaborar: caminhar, conversar, pintar, escrever, relaxar.

O psicólogo apresenta uma recomendação para quem está nesta busca. “Primeiro, analisar o contexto de vida, onde estou cometendo equívocos na alimentação e na organização. Segundo, não ter pressa e sim organização de um estilo de vida que componha exercícios físicos, fracionamento e organização de uma alimentação, relaxamento, reconhecimento das emoções. Busque auxílio de uma equipe composta por: médico: para avaliar a saúde clínica; psicólogo: para avaliar comportamentos e questões emocionais que possam estar interferindo no processo saudável; nutricionista: para prescrever e organizar uma dieta saudável baseada na sua rotina de vida; educador físico: para prescrever os exercícios físicos.​

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384

Projeto foca no emagrecimento saudável para o verão

Kurotel cria projeto focado no emagrecimento saudável para o verão

Atento as tendências mundiais de wellness e a crescente procura das pessoas por uma vida mais equilibrada física e mentalmente, o Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa de Gramado, lança no mês de setembro o “Kur Medida Saudável”, um projeto que une treino metabólico, alimentação gourmet saudável e tratamentos estéticos, voltado para as pessoas que estão se preparando para o verão. Para chegar bem na época mais aguardada do ano é necessário foco e disciplina com a alimentação e exercícios físicos. Diferente do que as pessoas pensam e divulgam como “projeto verão” sendo realizado com apenas algumas semanas de antecedência desta estação, é necessário um reajuste de hábitos e adoção de certas práticas com a antecedência de alguns meses para conquistar melhor retorno.

O objetivo do projeto é potencializar o emagrecimento com segurança e saúde através de uma combinação de elementos que, juntos, promovem uma diminuição de medidas. O treino metabólico Kur é único. Foi desenvolvido internamente, por profissionais de educação física para ser uma aula de forte intensidade com alto gasto calórico. O treino, combinado a uma dieta equilibrada, e terapias estéticas (como por exemplo, massagem modeladora, aparelho para redução de medidas, etc.), corrobora para os bons resultados dos hóspedes. O aparelho Vela Shape III, por exemplo, ajuda na queima da molécula de gordura e auxilia na melhora do colágeno e flacidez da pele.

A alimentação é uma grande aliada e essencial nesse processo. O cardápio do Kurotel sob a consultoria do chef francês Jean Paul-Bondoux, do renomado restaurante La Bourgogne da rede Relais & Châteaux de Punta del Este, está sendo atualizado junto com a equipe de nutrição do spa. O chef a cada 6 meses traz novas receitas que, adaptadas a filosofia alimentar Kur, integram o cardápio para que as refeições sejam sempre prazerosas, saudáveis e gourmet.

Para potencializar ainda mais os resultados, o Kurotel desenvolveu uma atividade em grupo chamada Psiconutrindo, onde os setores de Psicologia e Nutrição se juntam para esclarecer paradigmas sobre o emagrecimento e incentivar o hospede a estabelecer a melhor dieta para si, de acordo com seu organismo, a fim de melhorar o seu bem-estar. Esta atividade opcional foi criada com o objetivo de motivar o cliente na conquista de um melhor resultado e para que a experiência de emagrecimento do Kurotel não acabe junto com a estada, mas que realmente seja duradoura se refletindo em melhorias nos hábitos diários de cada hospede.

Uma visão do envelhecer!

Se você acha que envelhecer é ruim, será assim. Mas se você observar que o envelhecimento faz parte de um processo natural da vida e que enquanto estamos envelhecendo, estamos vivos! Pode ser que envelhecer seja bom, se você lidar e analisar que a vida é feita de perdas para poder avançar a próxima etapa.

Perdemos do início ao fim, ao nascer perdemos o útero da mãe, ao caminhar o colo, na adolescência a infância, na faculdade o status de estudante para profissional e o convívio com os colegas, no intercâmbio o aconchego da casa dos pais, no casamento a privacidade exclusiva da individualidade e assim poderia citar inúmeros exemplos.

Mas se você focar somente na perda, não vai perceber os ganhos da próxima etapa, e em cada momento terá algo a aprender e desenvolver, sendo um paradigma da vida, por isso a perda, para você se desocupar daquilo e vislumbrar um outro horizonte; as pessoas tem a tendência a não elaborar o luto da perda e somente lamentar o que não tem e deixam de vislumbrar e desenvolver a próxima etapa.

Por isso, vai o recado elabore as suas perdas, identifique em que etapa da vida você está, vai desbravar e viver esse novo momento e assim poderá descobrir que envelhecer é bom, se souber aproveitar o presente, que é o único tempo certo.

Boas vivências!

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

CRP: 07/13384

Verduras que contribuem para o Emagrecimento

Hoje é a vez dos verduras!

Seguindo nossa lista de alimentos que contribuem para o emagrecimento, a Nutricionista do Kurotel separou quais as verduras que irão lhe ajudar a emagrecer, pois essas possuem um baixo valor calórico e alto teor de fibras, que promove mais saciedade.

No final da lista separamos duas receitas deliciosas para você preparar em casa.

Verduras: alho-poró, almeirão, brócolis, chicória, couve, couve-flor, erva-doce, espinafre e louro

Foto: boa forma e saúde

Brócolis e Couve-flor: Pertencem a classe das brássicas, possuem fitoquímicos (glicosinolatos e isotiocianatos), substâncias importantes para prevenção do câncer, pois apresentam elevada atividade antioxidante, minimizando assim os danos oxidativos e auxiliando na detoxificação do fígado. Contém Genistelina, substância com o poder de inibir o crescimento de tumores. Também são fontes de vitamina C, essencial para o fortalecimento do sistema imunológico, formação de colágeno, absorção do ferro e redução de colesterol. São também fontes de vitamina K, cálcio, fósforo e potássio, nutrientes importantes para a saúde óssea e cardiovascular.

 

Alho-poró: Vegetal que pertence à família do alho e da cebola. É rico em vitaminas B1, B6 e C, e dos minerais cálcio, magnésio, manganês, fósforo, sódio, potássio, ferro e zinco. Possui ações anti-inflamatória, antibacteriana e vasodilatadora. Seu consumo é eficaz para o controle da pressão arterial, saúde cardiovascular e prevenção do câncer, pois as propriedades nutricionais do alho-poró neutralizam a ação dos radicais livres no organismo.

 

Almeirão: Hortaliça fonte das vitaminas A, B2, B3, C e K, e dos minerais cálcio, fósforo, ferro, magnésio e potássio. Possui propriedades antioxidantes pela presença da lactucina e da lactupricrina, substâncias que conferem o sabor amargo à hortaliça e com ação ansiolítica e sedativa, que amenizam o estresse. Também é fonte de prebióticos, inulina e frutooligassarídeos, que estimulam o processo de digestão e alimentam as bactérias benéficas do intestino, melhorando o trânsito intestinal. Além disso contribui para a boa saúde do fígado, pois estimula a eliminação das toxinas.

 

Erva-doce: Planta medicinal de nome científico Pimpillena anisum. Mais conhecida pelos seus efeitos calmantes e sedativos, e estimulante do processo digestivo. É fonte dos minerais potássio, ferro, zinco, cobre, selênio, manganês, magnésio, e das vitaminas A, B1, B2, B3, B6 e ácido fólico. Na sua composição também está presente o ácido málico, um ácido orgânico, que auxilia no processo de geração de energia dentro das células, aumenta as defesas do sistema imunológico e participa do processo de desintoxição das toxinas (principalmente de metais tóxicos). As fibras presentes na erva-doce contribuem para o esvaziamento gástrico e bom funcionamento do intestino.

 

Louro: Planta medicinal de nome científico Laurus nobilis. Possui propriedades desintoxicantes, bactericida, antisséptica, digestiva e anti-inflamatória. Auxilia no processo de digestão, aliviando a acidez do estômago e estimulando a produção das enzimas digestivas, e nas doenças inflamatórias do fígado, através da eliminação das toxinas (principalmente de metais tóxicos).

 

Couve: É uma crucífera com inúmeros benefícios para saúde. Possui propriedades antioxidantes (flavonoides e carotenoides) que neutralizam a ação dos radicais livres, prevenindo o câncer e o envelhecimento precoce. Além disso estimula as funções hepáticas, gástricas e intestinais contribuindo para o processo desintoxicação e eliminação das substâncias tóxicas do organismo.

É fonte vegetal mais biodisponível em cálcio, essencial para a saúde óssea. Contém magnésio, mineral importante para o bom funcionamento dos neutransmissores como a serotonina e dopamina, melhorando o humor, sono e a disposição. É rica em ácido fólico, ferro, vitamina C e complexo B nutrientes essenciais para a manutenção das funções orgânicas e fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo as doenças cardiovasculares e neurodegerativas.

 

Chicória: É um alimento de baixo valor energético e se destaca por ser um alimento com maior de teor de inulina (fibra solúvel). Também é fonte de vitaminas e minerais como: vitamina A, B6, vitamina C, potássio, cálcio, ferro, magnésio e fibra solúvel (inulina). Por conter inulina contribui para o equilíbrio da flora intestinal, sistema digestivo, controle do colesterol e prevenção de doenças cardiovasculares.

 

Espinafre: Possui baixo valor energético e um elevado teor de nutrientes, vitamina A, B2, B6, vitamina C, E, K, folatos e minerais tais como o ferro, magnésio, cálcio, potássio e fósforo. Contém boa quantidade de fibras o que contribui para a saciedade. Os nutrientes, como a vitamina K, o magnésio e o cálcio auxiliam na manutenção óssea, prevenção da aterosclerose. As vitaminas antioxidantes A, C e polifenois neutralizam a ação dos radicais livres, protegendo o organismo da oxidação do colesterol. O aumento do consumo diário de vegetais de cores verdes, diminui a incidência de diabetes tipo 2.

 

Sugestões de receitas

 

SOUFLÉ DE ESPINAFRE

Ingredientes

2 xicaras (chá) de espinafre (pode usar também abobrinha ou cenoura)

3 ovos

1 xicara (chá) de leite desnatado (ou leite vegetal)

1 xicara (chá) de amido de milho

1 xicara (chá) de farinha de arroz integral

2 colheres (sopa) de queijo minas frescal (ou mozzarella de búfala)

1 colher (sopa) de fermento químico

1 colher (chá) de sal

1 cebola pequena picada

1 dente de alho picado

Tempero verde a gosto

 

Modo de Preparo: Ferva o espinafre em água e 1 pitada de sal por 3 minutos. Escorra e pique grosseiramente. Coloque o espinafre no liquidificador com os ovos, o leite, o amido, a farinha de arroz, o queijo, a cebola e o alho. Bata até ficar homogêneo. Acrescente o fermento e misture com uma colher. Incorpore o tempero verde e acerte o sal. Unte 4 forminhas com óleo vegetal e distribua a massa nas forminhas.  Leve para assar em forno médio (180ºC) por 20 minutos.

Rendimento: 4 porções

 

SOPA CREMOSA DE BRÓCOLIS

Ingredientes:

1 buque de brócolis frescos (pode usar os congelados)

1 unidade grande de chuchu descascado e picado

1 cebola pequena picada em cubos

2 dentes de alho picados

2 litros de caldo de legumes caseiro

1 colher (café) de sal não refinado

1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem

Coentro em pó a gosto

Pimenta do reino moída na hora a gosto

 

Modo de preparo: Lave os brócolis e o chuchu, pique em pedaços grandes e reserve.

Em uma panela, aqueça o azeite de oliva e acrescente a cebola, o alho e deixe dourar. Acrescente os brócolis picados e o chuchu, refogue mais alguns minutos.  Adicione o caldo de legumes e deixe cozinhar até os brócolis estarem bem macios. Desligue o fogo, bata a mistura no liquidificador e volte ao fogo. Adicionar os temperos e deixe a sopa ferver até adquirir a consistência desejada. Sirva em seguida, decorando com tempero verde a gosto ou crótons.

Rendimento: 6 porções

10 dicas para levar a vida após o câncer

Após receber o diagnóstico de câncer a vida rapidamente começa a girar em torno de uma agenda de compromissos, cirurgias e tratamentos. A maioria das pessoas tem uma ideia de quanto tempo isso durará e entram numa rotina. Depois de todo o processo há uma espécie de excitação para voltar à vida, mas quando a vida não está bem definida, o que você faz? É possível retomar o ritmo de onde você parou, antes do câncer? Felizmente, outras pessoas já passaram por isso, veja a seguir as dicas que poderão ajudar na volta à sua vida normal.

1. Fique aberto com quem você ama. O câncer não “termina” quando o tratamento termina, muito menos o apoio que você recebe. Alguns cuidadores não percebem que você ainda poderá necessitar deles com a mesma intensidade  de quando  fazia o tratamento. Seja honesto sobre como está se sentindo e não tenha medo de pedir ajuda.

2. Busque um novo Hobby. Poderá haver muita pressão sobre você para que volte a ser como era, mas para algumas pessoas fazer as mesmas coisas como antes pode agora ser estranho. Se acontecer, use isso como uma oportunidade tentar algo novo. Sempre quis começar a tricotar, correr ou pintar? Agora é a hora. Na verdade, você é uma nova versão de si mesmo, então por que não começar algo que você sempre quis fazer, mas nunca tentou? Isso te ajudará a definir este novo capítulo de sua vida como algo mais do que apenas “a vida após o câncer”.

3. Espere e aceite os dias ruins. Acredite, você passará por eles. Você, por exemplo, se perguntará por que tive câncer ou por que sobreviveu e outros não. Você sentirá medo e ansiedade apenas ao  pensar na possibilidade de recidiva. Mas, lembre-se, ter um dia ruim e ficar emotivo não significa que não esteja curtindo sua segunda chance na vida, significa apenas que é humano. Sinta o que sente no momento e não deixe ninguém lhe dizer como você deve se sentir. Elabore um plano para o que fará nesses dias ruins — talvez comer sua comida favorita com seu melhor amigo, fazer uma viagem ou assistir seu filme preferido. Crie o “plano de emergência do dia ruim” isso poderá garantir que sempre terá um lugar para voltar.

4. Considere voltar a trabalhar. Se você estava trabalhando antes do câncer, o retorno ao trabalho pode ajudar a restaurar um senso de normalidade e controle que muitas vezes é perdido durante o tratamento. Se você não se sente confortável em reassumir a posição que tinha antes do diagnóstico, considere trocar de trabalho ou fale com seu chefe. Monte o seu currículo por competências e realizações, ao invés de datas trabalhadas a fim de destacar suas capacidades e desviar a atenção da eventuais lacunas geradas pelo tratamento.

5. Pratique o seu discurso de elevador. O que falar é uma das maiores preocupações que os sobreviventes de câncer têm antes de voltar ao mundo “normal”: O que você faz quando alguém lhe pergunta sobre o seu diagnóstico? Acabou de terminar a luta por sua vida, então como fazer para resumir isso em um par de frases para quem pergunta? Anote e pratique uma explicação de cinco minutos, de dois minutos e de 30 segundos sobre o que você quer dizer quando alguém pergunta onde você esteve ou como você está, assim não se sentirá bloqueado ou surpreso.

6. Comece a se exercitar (se possível). O exercício, além de ser uma maneira de diminuir o estresse e a tensão, também é uma maneira de se conectar com seu novo corpo. Com a autorização do seu médico, comece a realizar exercícios leves em casa e posteriormente saia e vá até o parque no início de manhã. Em seguida, repense na questão de fazer uma academia ou mesmo aulas com um personal  trainer. Eles farão com que você se exercite com um grupo de apoio de alta energia. Nota: Se você considerar a última sugestão, não se esqueça de conversar com o instrutor sobre como tem se sentido com os exercícios.

7. Faça uma lista dos seus medos. Pode ser extremamente benéfico escrever sobre suas preocupações relacionadas à vida após o câncer. Alguns podem incluir a luta contra a químio, o medo de recidiva, ressentimento por ter que suportar o câncer, o medo de ser tratado de forma diferente uma vez que você retomou sua vida “normal”, ou como sua vida sexual será com as cicatrizes físicas e mentais. Anotar seus pensamentos pode efetivamente melhorar a ansiedade e ajudar a solucionar os diferentes problemas de forma mais eficaz.

8. Assuma o controle de sua saúde. Você não pode fazer seu cabelo crescer exatamente da mesma maneira como antes ou por um ponto final na questão dos esquecimentos, mas  pode pensar em coisas da sua vida que pode controlar. Participe ativamente da sua saúde e faça mudanças em seu estilo de vida — até mesmo definir uma agenda diária para ajudá-lo a voltar nos trilhos. Você conhece seu corpo melhor do que ninguém, então se certifique de permanecer diligente e anote o que lhe faz sentir bem.

9. Esteja disposto a deixar passar. Algumas pessoas não vão poder lhe ajudar nessa transição ao novo normal. Aqui, a chave para deixar em mente é a seguinte: se você não pode me amar no meu pior, você não pode ter-me no meu melhor. Nem todo mundo com quem você se importa estará do seu lado, mas tudo bem. Tome isso como uma lição a aprender, agradeça aqueles que ficaram e esqueça aqueles que se afastaram. Se não fosse agora, pelo câncer, eles teriam feito isso em algum outro momento.

10. Compartilhe suas experiências. O dom de dar é de quem continua dando, mesmo depois que seu tratamento terminou. Pense no dia do seu diagnóstico e pense em si mesmo agora. Você inevitavelmente aprendeu muito ao longo do caminho, embora tenha percebido (ou não). Você tem um conhecimento que poderá ajudar outras pessoas, e dissemina-lo permitirá com que se sinta como se essa experiência com o câncer não tivesse sido por acaso: você agora é capaz de ajudar alguém a passar por isso!

Fonte: oncoguia.org.br

Qualidade do tempo com os filhos é foco na “Semana das Famílias” do Kurotel

Programação especial de 7 a 14 de outubro traz como destaque a diversão em família, com atividades educativas de saúde, bem-estar e relaxamento para estreitar o relacionamento em pais e filhos

Dedicar o seu melhor quando se está com seu filho. Essa é a uma das premissas fundamentais da Semana das Famílias, programação especial promovida pelo Kurotel – Centro Médico de Longevidade & Spa localizado em Gramado, no Rio Grande do Sul,  com o objetivo de promover uma imersão no aprendizado integrado sobre saúde e bem-estar e, assim, fomentar a união familiar por meio de atividades diárias realizadas em conjunto.

Francisco Gil e família no Kurotel em Gramado, em 13/10/17
Foto: Marcos Piangers, a esposa Ana Cardoso e as filhas Anita e Aurora
Foto de Liane Neves

A culpa, ou ainda, a cobrança pessoal por não estar presente o tempo todo com as crianças, muitas vezes, leva os pais a buscarem espaços que promovam a interação entre eles por meio de práticas que unem relaxamento, alimentação funcional gourmet com um cronograma educativo guiado por uma equipe de recreação especializada e multidisciplinar. “Idealizamos a ´Semana das Famílias´ por uma demanda do mercado, mas, também, por entendermos que nosso papel nessa esfera tem muita relação com um dos pilares do Kurotel, que é o equilíbrio nas relações, incluindo trabalho, estudo, lazer, família, afetividade e espiritualidade”, explica a sócia- diretora da instituição Rochele Silveira.

Soma-se a isso o uso abusivo de tecnologias e devices, que acaba “roubando” o tempo que poderia ser investido nas relações humanas e interferindo nos valores que sustentam os vínculos entre pais e filhos. “A vida é composta de vários fatores, não somente atividades profissionais. A partir do momento que o foco está somente em uma área em detrimento da outra, gera-se um desequilíbrio. O advento da tecnologia otimizou o tempo de chegada e saída das informações, mas é necessário impor limites”, sugere Mariela Silveira, especialista em Mindfulness e Terapia Cognitiva Comportamental do Kurotel.

Compartilha a mesma opinião a jornalista e digital influencer Tanise Dutra, nome à frente do perfil Nave Mãe. “O importante não é a quantidade de horas que se passa com os filhos, mas a qualidade do tempo dedicado a eles”, afirma a jornalista que foi convidada nesta edição da “Semana das Famílias” para ser embaixadora da causa. Mãe de três filhos, seu espaço na internet discute essas e outras questões sobre a maternidade atual. “Eu já perdi as contas de quantas vezes fui para o Kur. Já fui sozinha, com amigas, com minha mãe e irmã, com meu marido. Só faltava ir com eles. Estou ansiosa para cuidar da minha saúde e do meu bem-estar ao lado deles. Alguns dias são suficientes para voltar recarregada e conectada com a nossa essência”, atesta.

Há diversas possibilidades planejadas pela equipe do Kurotel, entre elas, culinária funcional, meditação, hidro kids, contato com a horta e a natureza para um aprendizado sobre a importância dos alimentos na saúde, detox digital, entre outras.

SERVIÇO:
Informações: 0800-9709800; (54) 3295-9393
Site: www.kurotel.com.br
Instagram: @kurotel_

Legumes que contribuem para o Emagrecimento

Hoje é a vez dos Legumes!

Seguindo nossa lista de alimentos que contribuem para o emagrecimento, a Nutricionista do Kurotel separou quais os legumes que irão lhe ajudar a emagrecer, pois essas possuem um baixo valor calórico e alto teor de fibras, que promove mais saciedade.

No final da lista separamos duas receitas deliciosas para você preparar em casa.

Legumes: abóbora, abobrinha, cará, cogumelo, ervilha, inhame, pimentão e rabanete.

Abobrinha: Fonte de nutrientes essenciais para a saúde do organismo, destacando-se as vitaminas A, B1, B2, B6 e C, colina, ácido fólico, potássio, fósforo, zinco e magnésio.  Possui compostos antioxidantes, luteína e zeaxantina, responsáveis pela saúde dos olhos e proteção da degeneração macular e catarata. As vitaminas A e C, têm propriedades anti-inflamatórias, fortalecendo o sistema imunológico e reduzindo o estresse oxidativo celular. A sua casca é uma excelente fonte de fibras que ajuda no bom funcionamento do intestino.

Cará: É um tubérculo do mesmo grupo alimentar da mandioca e do inhame. Muito consumindo no Nordeste em substituição do pão e cereais. É um alimento energético de fácil digestão, fonte de fibras, potássio, fósforo, vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e manganês. Auxilia no fortalecimento do sistema imunológico e no funcionamento adequado do metabolismo dos carboidratos, lipídios e gorduras.

Inhame: É um tubérculo pertencente as várias famílias das dioscoreáceas. É um alimento de excelente fonte energética e de fibras solúveis. Rico em vitaminas A, B1, B2, B3, B6, C, ácido pantotênico e ácido fólico, e dos minerais potássio, ferro, cálcio, cobre, fósforo e magnésio. Possui propriedades benéficas para a saúde feminina porque ameniza os sintomas da TPM e da menopausa, devido a presença de diosgenina, um fitoesterol que melhora a síntese dos hormônios femininos. As fibras presentes no inhame auxiliam no controle do LDL-colesterol e da glicemia.

Abóbora: É fonte de potássio, cálcio, fósforo, magnésio, zinco, fibra, vitaminas A, C, E e complexo B. Contém carotenóides, que são componentes antioxidantes que o corpo transforma em vitamina A. Esses nutrientes auxiliam na proteção da pele contra os malefícios da luz solar e protege o organismo de doenças crônicas, como: doenças cardíacas e câncer e também previne problemas de visão. As vitaminas do complexo B ajudam no funcionamento do sistema nervoso, previnem doenças neurológicas e proporcionam mais energia ao organismo. Também é recomendada para quem quer emagrecer e para pessoas diabéticas, pois é um alimento rico em fibras, possui em sua composição carboidratos de baixo índice glicêmico, além de proporcionar saciedade.

Rabanete: Raiz que contém muitos nutrientes como ácido sulfociânico, isotiocianatos, fibras, vitamina C, vanádio, vitamina A, vitaminas do complexo B, cobre, magnésio, zinco, potássio, cálcio, ferro, fósforo, sílicio e antioxidantes. Fortalece o sistema imunológico, atua na prevenção de câncer e doenças cardiovasculares, no controle da pressão arterial e no funcionamento adequado dos rins e fígado.

Pimentão: O pimentão pertence à mesma família da pimenta (solanáceas). O sabor picante presente é devido a uma substância chamada capsaicina (encontrada também na pimenta). Contém também vitamina C, vitamina A, minerais como o cálcio, fósforo, ferro e capsorubina (antioxidante e protetor das células). Possui propriedades que auxiliam na saúde da pele, cabelos e unhas.

Ervilha: A ervilha é fonte de vitaminas B1, B2, B3, B6, ácido fólico, ferro, Vitamina C, vitamina K, carotenóides, fibras e proteínas. Auxilia na proteção cardiovascular, manutenção da saúde óssea, metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídios, prevenção de anemia, proteção antioxidante, funcionamento do intestino, controle da glicemia e colesterol.

Cogumelos: Os cogumelos são considerados vegetais, que não têm raízes, talos e folhas. São fontes dos aminoácidos: arginina, glutamina e lecitina, e ricos em fibras. O Champignon apresenta alta quantidade de fósforo, mineral que junto com o cálcio atua no fortalecimento do sistema ósseo. Em média a cada 100g de champignon tem 113g de fósforo. O funghi é rico em vitaminas B2 e B6, auxiliam na melhora do humor, além de controlar o stress, e melhorar dores de cabeça, insônia, desconforto gástrico. O Shimeji, contém uma boa quantidade de potássio. A cada 100g de shimeji tem cerca de 400mg de potássio, mineral ajuda no controle da pressão arterial e no processo de contração muscular. O shitake é fonte vitaminas do complexo B, E e C, além dos minerais cálcio, ferro e potássio. Nutrientes que ajudam no bom funcionamento do organismo. O cogumelo possui vitaminas do complexo B e ácido fólico, e dos minerais selênio, cobre, potássio, fósforo, zinco, manganês, magnésio, ferro, cálcio. Também é fonte do aminoácido triptofano, que ajuda no controle do estresse, ansiedade e do humor.

 

Sugestões de receitas

Purê de abóbora com especiarias

Ingredientes:

1 unidade pequena de abobora cabotia picada e sem casca (aprox. 800g)

1 colher (chá) de sal não refinado

1 colher (café) de noz moscada moída na hora

1 pitada de cravo em pó

1 colher (café) de salsinha picada

Agua filtrada suficiente para cobrir

Modo de preparo: Coloque a abobora para cozinha junto com os temperos, exceto a salsinha. Coloque uma quantidade de agua apenas para cobrir a abobora. Deixe cozinhar até a agua secar e a abobora ficar bem macia. Amasse a abobora dentro da própria panela até ficar parecido com um purê. Acrescente a salsinha, acerte o tempero se necessário e sirva em seguida.

Rendimento: 8 porções

 

SALADA DE SHITAKE COM MORANGO E FOLHAS VERDES

Ingredientes:

2 xicaras (chá) de cogumelo shitake seco desidratado

½ cebola picada

2 dentes de alho picados

1 colher (café) de azeite de oliva extra virgem

½ xicara (chá) de shoyu (preferencialmente sem glutamato)

1 xicara (chá) de caldo de legumes caseiro

1 colher (sopa) mostarda djon

1 xicara (chá) de morangos

Folhas verdes

Modo de Preparo: Coloque os cogumelos secos em uma tigela e cubra com água fervente e deixe descansar por 20 minutos. Os cogumelos devem ficar macios e dobrar de tamanho. Escorra e se desejar use o liquido para preparo de sopas. Apare os talos que são duros e difíceis de comer, corte finamente e reserve. Em uma frigideira, adicione um fio de azeite de oliva, acrescente a cebola, o alho e refogue brevemente. Adicione o shitake hidratado, o shoyu, o caldo de legumes e deixe a mistura ferver por 5 minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar. Acrescente a mostarda e reserve.

Para montagem da salada, cubra o prato com folhas verdes, coloque por cima a mistura com shitake e decore com morangos picados.

Rendimento: 4 porções

Aliado de Ouro

Se você ainda não ouviu falar do golden milk, ajuste seu radar. Esse preparo de origem indiana, que tem como base leite de origem vegetal e cúrcuma, faz sucesso entre as praticantes de atividade física e adeptas de alimentação saudável. “Também conhecida como açafrão-da-terra, a especiaria que dá a cor à bebida reúne muito benefícios, como a ação anti-inflamatória, antioxidante e termogênica. Outros componentes da receita, como a pimenta preta, potencializam tais propriedades, melhorando o funcionamento do organismo e garantindo mais disposição e bem-estar”, destaca Michelle Troitinho, nutricionista do Kurotel.

E tem mais! Sozinho, o alimento não faz milagres mas,  quando incluído num menu equilibrado, pode até dar uma forcinha para quem quer enxugar alguns quilos. Nos Estados Unidos e na Europa, várias versões industrializadas já estão disponíveis nas prateleiras. Enquanto elas não chegam por aqui, você preparar em casa.

Receita

Tempo de preparo: 10 minutos

Rendimento: 2 porções

Calorias por porção: 250cal

Ingredientes:

1 colher de chá de mel

1 colher de chá de cúrcuma

¹/4 de colher chá de gengibre em pó

¹/4 de colher chá de cardamomo em pó

1 pitada de pimenta preta moída

¹/4 de colher chá de canela em pó

2 colheres de sopa de água fervente

2 xícaras de chá de leite de coco caseiro (ou leite de castanhas)

Modo de preparo:

Em uma tigela média, junte o mel, a cúrcuma, o gengibre, o cardamomo, a canela e a pimenta. Misture bem. Em seguida, acrescente a água fervente e mexa para dissolver o mel. Junte o leite de coco quente. Mexa e sirva a seguir.

É importante consumir a bebida em até duas horas após o preparo para que ela não perca os bioativos presentes nas especiarias. Além disso, não extrapole a dose de quatro xícaras ao dia para não sobrecarregar o fígado nem engordar.

Fonte: Revista Corpo e Corpo

Data: Agosto 2018

Contribuição: Michele Troitinho (Nutricionista do Kurotel)

Frutas que contribuem para o Emagrecimento

Está chegando a primavera, momento ideal para mudar seus hábitos, criar novos projetos de vida, cuidar de você, redescobrir novos aromas e sabores.

A Nutricionista do Kurotel preparou uma lista de frutas que contribuem para o emagrecimento, devido ao baixo valor calórico e alto teor de fibras, que promove mais saciedade.

No final da lista separamos duas receitas deliciosas para você preparar em casa.

Frutas: abacaxi, banana-nanica, caju, jabuticaba, laranja-lima, laranja-pera, maçã, mexerica e tangerina

Maçã: A maçã contém pectina (fibra solúvel), presente na casca da maçã, que atua no sistema digestório, funcionamento do intestino (pode ser consumida por pessoas com diarréia ou constipação), auxilia no controle da saciedade e redução do colesterol. Possui flavonóides que combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce, vitaminas B1 e B2 que ajudam a regular o sistema nervoso. Contém potássio, indispensável para a o controle dos batimentos cardíacos e pressão arterial.

Tangerina: É rica em vitaminas B1 e B2, as quais ajudam à saúde dos nervos, pele, olhos, cabelos, fígado e boca. Além de conter grande quantidade de fibras, de sais minerais como magnésio, potássio, cálcio e fósforo, e da substância betacaroteno (precursor da vitamina A), que aumenta a resistência às infecções. Apresenta também compostos antioxidantes, que auxiliam, protegendo o organismo contra o envelhecimento precoce, reduzindo os riscos de câncer, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas.

Mexerica: Frutas fonte das vitaminas A, B1, B2, B6, C e ácido fólico, e dos minerais potássio, cálcio, fósforo e magnésio. Também é rica flavonoides, principalmente a beta-cripto xantina, limoneno, sinefrina, que substâncias antioxidantes que tem propriedades anti-inflamatória, atuam no combate dos radicais livres, estimulam a desintoxicação hepática, melhora o sistema imunológico. É fonte das fibras pectina e hemicelulose, que estimulam o funcionamento do intestino, aumentam a saciedade e auxiliam na redução do LDL-colesterol.

Caju: O caju é rico em vitamina C e compostos bioativos como carotenóides, fitoesteróis e flavonoides, contém ferro, vitamina A, B1, B2, B3. A castanha de caju é rica em fibras, proteínas, minerais (magnésio, ferro, cobre e zinco), vitamina K e complexo B, carboidratos, fósforo, sódio e vários tipos de aminoácidos. Possui função antioxidante e antiinflamatórias, auxiliando na prevenção e tratamento de diversas doenças crônicas como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares. Além disso, contém beta-sitosterol o qual ajuda no controle do perfil lipídico. Possui ainda propriedades diuréticas e cicatrizantes. É rico em fibras promovendo uma maior saciedade e ajudando no controle do peso corporal.

Jabuticaba: Contém compostos bioativos (polifenóis e antocianinas), fibras, potássio, vitaminas B1 e C, ferro, magnésio, fósforo, cálcio e cobre. Possui elevada atividade antioxidante concentrada principalmente na casca da fruta. Os antioxidantes protegem o organismo de do estresse oxidativo que podem causar doenças como: câncer, doenças cardiovasculares, diabetes e neurodegenerativas. Por conter vitamina C, auxilia na formação do colágeno, serotonina, na redução do colesterol ruim e fortalece o sistema imunológico.

Banana nanica: A banana-nanica contém carboidratos, fibras solúveis, fósforo, cálcio, cobre, zinco, ferro, iodo, manganês, vitamina A, vitaminas do complexo B, vitamina C e triptofano. Proporciona saciedade e auxilia na produção de serotonina, melhorando o humor. É muito consumida por atletas e praticantes de atividades físicas com o objetivo de melhorar o desempenho, tanto pelo alto conteúdo energético, quanto pelo teor de potássio. Pode ser consumida antes ou depois do treino, atua na regulação das contrações musculares e no equilíbrio hídrico do organismo.

Laranja pera: A Laranja-pera contém grandes quantidades de vitamina C. Essa poderosa vitamina aumenta a proteção contra infecções, tem propriedade cicatrizante e um alto poder de proteção antioxidante. Os antioxidantes protegem o organismo da ação prejudicial dos radicais livres. Além disso, seus antioxidantes melhoram o funcionamento dos vasos sanguíneos, ajudando a prevenir algumas doenças do coração. O consumo de laranja diariamente pode ser benéfico para aumentar o colesterol bom (HDL) e diminuir o colesterol ruim (LDL). A laranja também facilita a função intestinal por conter alto teor de fibras solúveis, encontradas na polpa e no bagaço. O betacaroteno, fitonutriente que confere a cor à laranja, auxilia na prevenção do câncer. O consumo regular de suco de laranja foi associado à menor incidência de hipertensão arterial e obesidade em homens adultos, sugerindo que o suco ou seus componentes auxiliam na prevenção da hipertensão e em menor prevalência de sobrepeso e obesidade.

Laranja lima: Os nutrientes da laranja lima são semelhantes aos da laranja em geral, a diferença está na acidez, sendo a lima de menos ácida que as outras qualidades de laranjas.

Abacaxi: Fruta rica em nutrientes e com vários benefícios para a saúde:

Vitamina C: é um potente antioxidante, combatendo os radicais livres e tem ação anti-inflamatória.

Vitamina A: atua na saúde da pele e mucosas e é essencial para a visão, protegendo contra cegueira noturna;

Betacaroteno: potente antioxidante, proteção contra câncer, degeneração macular, entre outras doenças;

Vitaminas do complexo B (folato, niacina, tiamina e riboflavina): muito importantes no metabolismo de proteínas, lipídeos e carboidratos.

Cobre: ação na formação das células vermelhas e fixação de ferro na hemoglobina para transportar oxigênio por todo o corpo.

Zinco: atua no metabolismo de proteínas e ácidos nucleicos, formação de DNA, cicatrização e estimula a ação de mais de 100 enzimas.

É fonte de bromelina, enzima que auxilia o organismo na quebra das proteínas durante o processo de digestão, ajudando a melhorar a sensação de mal-estar após uma refeição exagerada por exemplo. Além disso as fibras vão ajudar no funcionamento do intestino e aliviar o inchaço e a constipação.

RECEITAS

CREPE SUZZETE COM MAÇÃ

Ingredientes do crepe

1 xicara (chá) de farinha de arroz integral

2 ovos

1 xícara (chá) de água

1 colher (sopa) de óleo vegetal

1 pitada de sal marinho não refinado

Ingredientes do recheio e calda

3 maçãs sem casca sem sementes raladas

1 colher (sopa) de açúcar mascavo

1 colher (café) de canela em pó

Suco de 3 laranjas

Modo de preparo: Coloque os ingredientes do crepe no liquidificador e bata por alguns instantes. Coloque uma concha de massa em uma frigideira anti-aderente levemente untada e grelhe o disco dos dois lados. Faça os crepes um a um. Reserve.

Para o recheio, cozinhe as maçãs raladas em fogo baixo junto com o suco de laranja, o açúcar e a canela, por aproximadamente 15 minutos, mexendo sempre. Deixe esfriar.

Recheie os crepes com a maçã cozida e enrole. Decore com casca de laranja ralada ou canela em pó e sirva.

Rendimento: 6 porções

 

DOCE DE ABACAXI E BATATA DOCE

Ingredientes:

500 gramas de batata doce, cozida e passada na peneira

1 abacaxi bem maduro picado

Ameixa preta sem caroço para decorar

Modo de Preparo: Cozinhe a batata doce, amasse e passe por uma peneira grossa. Reserve. Pique o abacaxi, coloque em uma panela, cubra com pouca agua e cozinhe por 5 minutos. Em seguida, misture o abacaxi cozido e a batata doce peneirada, leve ao fogo até que desprenda da panela. Deixe esfriar e modele as bolinhas e enfeite com ameixa seca.

Rendimento: 10 unidades

 

Treino Metabólico é a grande novidade para Emagrecimento no Kurotel

A nova abordagem é baseada nas novas tecnologias para redução de medidas e nos conceitos atuais da fisiologia do exercício associados à recuperação ativa no frio.

Com o objetivo de ativar o metabolismo de forma mais eficiente para reduzir a gordura corporal, preservando e, de preferência, aumentando a massa magra, o Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa introduz o Treino Metabólico, agregando para o Programa Emagrecimento.

Realizado em período curto de tempo, sendo treino intenso associado à tecnologia localizada para o emagrecimento e recuperação ativa no frio, intercalados por exercícios físicos de intensidade leve a moderada e atividades de relaxamento, o Treino Metabólico acompanha ainda a prescrição de fitoterápicos, massagens relaxantes e meditação de acordo com as necessidades individuais para facilitar a recuperação física e proporcionar uma experiência ainda mais completa. “O processo inclui terapia localizada para redução de gordura da região abdominal, utilizando o ultrassom como principal mecanismo de ação, seguido por um treino resistido e intervalado de alta intensidade (HIIT) adequado às condições prévias de cada pessoa e é finalizado com um processo de recuperação ativa em temperaturas baixas”, explica o educador físico com especialidade em fisiologia do exercício, Luciano Sanseverino, que em parceria com a Equipe Técnica do Kurotel desenvolveram o método. Segundo eles, entre os treinos são propostos exercícios físicos para facilitar a recuperação muscular e continuar proporcionando a redução de gordura por conta da exigência requerida no dia anterior.

O grande diferencial para o emagrecimento, que passa contar com o Treino Metabólico, é o estímulo oferecido à massa magra e a utilização de diferentes vias metabólicas para a queima de gordura com o auxílio do frio na recuperação, através da termorregulação. “Ele também auxilia na regulação hormonal feita pelo próprio organismo, sem necessidade de se usar medicamentos para isto”, explica a nutróloga e Diretora do Kurotel Mariela Silveira. Resultado: mais saúde e maior redução de medidas. “Entre os exames e testes feitos internamente para estudar a combinação ideal para esse novo programa estão à avaliação da composição corporal através da densitometria de corpo inteiro (D.X.A.) e dosagens de triglicerídeos antes e após as atividades propostas para melhor mensurar os resultados”, explica a médica, que pontua o fato de o Treino Metabólico reduzir os níveis de triglicerídeos e  colesterol LDL, aumentando o bom colesterol (HDL). “Ao mesmo tempo, os exercícios levam a uma diminuição da resistência periférica a utilização da insulina, considerado um dos fatores que podem levar ao desenvolvimento da diabetes tipo II”, conclui a médica.