Condições especiais para a prevenção do câncer

Durante os meses de outubro e novembro, o Kurotel, concederá, aos clientes hospedados, a redução de 20% nas seguintes atividades: exames de marcadores tumorais femininos e masculinos, massagem ayurvédica, terapia respiratória energy, avaliação corporal por imagem, densitometria óssea e termografia.

Aproveite a oportunidade e previna-se!

Resultado de imagem para outubro rosa novembro azul

Nutrição no câncer de mama

Texto adaptado do site INFOMAMA

Já é bem estabelecido que avaliação prévia e acompanhamento nutricional em qualquer modalidade de tratamento para o câncer pode prevenir desordens nutricionais, melhorar o status nutricional, auxiliar na resposta cirúrgica e na cicatrização, bem como trazer benefícios ao tratamento antineoplásico por atender aos cuidados de minimizar alguns efeitos adversos das medicações.

Como a nutrição pode auxiliar no tratamento do paciente com câncer:

  • Melhorando as alterações do intestino, principalmente a constipação intestinal;
  • Evitando o surgimento de aftas (mucosite), que dificultam a ingestão alimentar;
  • Evitando flutuações de peso.
  • Manejando náuseas e alterações de paladar.

Conforme o site do Instituto Nacional do Câncer (INCA), “não podemos atribuir a nenhum alimento específico o poder de curar; a alimentação saudável e equilibrada é o melhor suporte de prevenção e de tratamento”. Uma alimentação colorida e variada, mantém o organismo mais sadio para enfrentar o tratamento, oferece qualidade de vida e ainda pode prevenir e amenizar alguns sintomas.

Algumas orientações que podem auxiliar:

– Dispor de uma variedade de frutas em 3, 4 ou 5 porções ao dia e variando as cores, pela oferta de vitaminas. As mais cítricas podem causar aftas no período do tratamento, então sugere-se evitá-las nos primeiros 7 dias do tratamento quimioterápico.

– Farináceos como pão com grãos, sementes, arroz e massa integrais, entre outros, devem ser mantidos na dieta, pois, além do alto teor de fibras que melhora o funcionamento intestinal, controla o peso e tem uma oferta maior de minerais.

– Laticínios magros – não necessariamente os desnatados, mas com menor teor de gordura – podem estar incluídos na dieta.

– Higienizar bem frutas e verduras: utilizar 1 colher de água sanitária em 1 litro de água, deixar de molho por 15 minutos e depois lavar bem.

– Verduras e legumes em abundância de forma in natura, refogado ou cozido. Uma porção de crucíferas ao dia se torna favorável, como: brócolis, couve flor, couve, pimentão, repolho entre outros, pelo poder antioxidante.

– Dar preferência aos orgânicos é definidamente um bom cuidado para uma alimentação saudável.

– Ingerir água (2 litros por dia) é essencial para a hidratação do corpo e para regular o intestino.

– Evitar açúcar e doces na dieta, pois, além de serem calorias vazias, podem aumentar as náuseas; deve-se priorizar um ou dois dias na semana para os excessos.

– As gorduras em excesso devem ser evitadas, pois além de contribuir para elevar níveis de colesterol e triglicerídeos, podem potencializar as náuseas durante o tratamento.

– As carnes, aves e peixes devem completar a dieta, preferencialmente magras, cozidas, assadas, grelhadas ou refogadas.

– Evitar alimentos processados demais, embutidos, excesso de corantes, refrigerantes, suco industrializados e sal em excesso.

– Acrescentar oleaginosas como: nozes, castanhas, amêndoas – 4 unidades ao dia promovem efeitos benéficos de saúde, além da melhora do humor e da fadiga.

Lembre-se de se permitir fugir da regra (às vezes e com moderação), sem culpa, pois também trará benefícios a saúde mental.

Ariane Paiva Vieira
Nutricionista
Porto Alegre, RS

Criança requer atenção!

A grande questão que preocupa pais e profissionais é a reflexão sobre a educação dos filhos. As crianças nascem livres de repressão, criativas e com grande capacidade de simbolização, quem deve dar educação, limites, proporcionar afetividade, espaço lúdico são as famílias e o estado.

Uma criança e um adolescente tem o direito de:

→ Receber carinho, amor, abraço e afeto;

→ Brincar ao ar livre, estar em contato com a natureza estimulando o movimento, a percepção, a empatia pelo outro. Para isso, é fundamental que os pais e o estado proporcionem espaços públicos lúdicos e de qualidade, para as crianças se desenvolvam pessoalmente com os outros e não fiquem virtualmente “presos” dentro de suas casas;

→ Receber o “não”, os limites e internalizar as regras de convivência para criar empatia;

→ Ter condições ambientais adequadas e que proporcionem bem-estar, acolhimento e desenvolvimento;

→ Ter orientação e educação, que permitam desenvolver as suas capacidades físicas, cognitivas, senso crítico e criatividade;

→ Ter família e amigos que desenvolvam o diálogo, a brincadeira sadia e o contato pessoal;

→ Ter o tempo dos pais, para dialogar, saber onde os filhos estão, com quem conversam, como está o aprendizado, poder olhar “olho no olho” e saborear o perceber de um sorriso.

A consequência da privação desses direitos pode levar a:

→ Desarmonia familiar;

→ Dependência química;

→ Comportamentos antissociais;

→ Morte precoce (suicídio, acidentes automobilísticos, overdose, etc).

Pais! Reflitam, assumam as suas responsabilidades, não atribua ao outro, o que deve ser feito por você. Ame a seus filhos, priorize tempo para eles e assuma as responsabilidades, assim será revertido a incidência de sofrimento psíquico desses jovens que necessitam ter condições ambientais para elaborar seus conflitos naturais da idade.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

 

11 de outubro: Dia Nacional da Prevenção a Obesidade

A osteoartrite ou artrose é uma doença crônica, caracterizada por degeneração da articulação (cartilagem articular, ossos, músculos e ligamentos e sinóvias) gerando dor e rigidez à movimentação, sendo mais comum em mulheres acima de 65 anos. Devido esses fatos, os indivíduos que apresentam artrose apresentam dificuldades funcionais, especialmente na locomoção. A osteoartrite tem a característica de afetar as articulações do quadril e joelho, preferencialmente, por serem articulações que suportam o peso. Mas estudos recentes mostram que a osteoartrite não possui apenas características mecânicas, pois tem aumentado o índice da doença em articulações que não possuem características de suporte, como as mãos.

O excesso de peso é um fator causante e agravante para o desenvolvimento de osteoartrite. Estudos mostram que a articulação do joelho sofre forças de impacto de seis vezes o peso corporal. Esse dado aponta que quanto maior o peso corporal, maior a propensão do surgimento de osteoartrite e maior as limitações funcionais do indivíduo. Além disso, o tecido adiposo é um órgão que libera alguns fatores ao nosso corpo, como a adipocitocina. Essa substância leva a um aumento de processo inflamatório e degeneração da matriz na articulação. Quanto maior a quantidade de tecido adiposo, maior a concentração de adipocitocinas. Isso justifica articulações que não recebem carga também serem alvos de osteoartrite. Por isso a importância da manutenção do peso através de exercícios orientados.

Fisioterapeuta Jaqueline de Souza Correa

NEWS KUR – Três práticas para fazer da tecnologia uma aliada na educação dos filhos

As quatro dores do pai moderno são relacionadas ao dinheiro, ao tempo, aos limites e, obviamente, à tecnologia. Esse é o ponto de vista de Marcos Piangers, autor do livro “O Papai é Pop” e convidado do Kurotel – Centro Médico e Spa de Longevidade para palestrar sobre o tema “Do que meus filhos precisam?” na “Semana das Famílias”.

A ação faz parte da programação que acontece entre os dias 8 e 15 de outubro no Kurotel e tem como objetivo promover uma imersão no aprendizado sobre saúde e bem-estar para fomentar a união familiar por meio de atividades realizadas em conjunto. Há diversas possibilidades planejadas pela equipe do Spa, além da palestra, constam na programação atividades recreacionais como exercícios físicos realizados em um circuito funcional lúdico, contato com a horta e a natureza para um aprendizado sobre a importância dos alimentos na saúde, aula de culinária, caça ao tesouro, passeio ao Gramado Zoo, entre outras.

A escolha das práticas durante a “Semana das Famílias” não foi aleatória e tem muito a ver com o perfil de trabalho de Marcos Piangers e do Kurotel que, em uma era de redes sociais, defendem o aproveitamento máximo do tempo disponível com qualidade, prezando pelo equilíbrio no uso da internet. Confira abaixo como as sugestões dos especialistas sobre o tema para não se tornar refém das tecnologias:

  1. Instant feedback não é padrão

“O mundo em que tudo é respondido na hora que você quer, também é um mundo que te torna mais impaciente, menos empático, menos gentil e menos educado”, diz Marcos, que falará sobre esse e outros aspectos das suas experiências paternas como papai de Anita e Aurora durante o evento no Kurotel.

Segundo ele, os pais acabaram colocando a tecnologia na frente dos filhos ainda com meses de idade, além de se viciar nesse sistema. “Isso faz com que os nossos filhos também achem que o instant feedback é o padrão e, que muitas vezes, a falta de gentileza e educação é o padrão.

  1. Não seja refém dos devices

Para Marcos, é importante que os pais se policiem para não ficarem simplesmente viciados nos devices, olhando para tela o tempo todo, achando que é primordial uma resposta do whatsapp ou de um e-mail e que isso é mais significativo que a presença do seu filho. “Tantos pais trocam o sorriso do filho pelo sorriso de outra criança no Instagram, um pôr do sol que está na frente dele por um pôr do sol que está dentro da rede social”, conta.

  1. Gaste com o tempo com qualidade

Aproveitar o tempo de maneira otimizada é o desejo de 10 entre 10 pessoas, mas como fazer isso? “A vida é composta de vários fatores, não somente atividades profissionais, deve-se ter momento para: trabalho, estudo, lazer, família, afetividade, espiritualidade, gerenciamento financeiro. A partir do momento que foco somente em uma área em detrimento da outra, gera-se um desequilíbrio. O advento da tecnologia otimizou o tempo de chegada e saída das informações, mas é necessário impor limites”, sugere Mariela Silveira, diretora médica do Kurotel, especialista em Terapia Cognitiva Comportamental. “Acho importante entender que tudo isso é muito novo e que nós, mesmo sendo adultos, somos imaturos no relacionamento com a tecnologia e redes sociais. Eu tenho a convicção que é mais saudável gastar tempo de qualidade com seu filho, olho no olho, com bastante brincadeira: quanto mais analógico, melhor”, completa Marcos sobre aproveitar os momentos em família com qualidade, já que eles passam realmente muito rápido.

NEWS KUR – Alimentação preventiva e receita saborosa

No dia 16 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Alimentação, e neste ano a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, aborda o tema “Mude o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural”. O tema proposto traz consigo o conceito de sustentabilidade, que diz respeito à utilização dos recursos naturais respeitando os aspectos econômicos, sociais, ambientais e culturais, garantindo o bem-estar dos cidadãos e a preservação do ecossistema.

Cada vez mais percebemos a importância da sustentabilidade, através de um despertar no interesse das pessoas em ter a sua própria horta em casa, ou na compra de hortaliças, verduras, frutas, ovos, em feiras orgânicas de produtores locais, sendo estas alternativas fáceis e simples para ter uma alimentação saudável e uma maior proximidade com a natureza. Se nos nutrirmos com alimentos mais saudáveis, cultivados de acordo com a natureza, ou seja, respeitando o solo em que este alimento é plantado, sem a utilização de defensores químicos, estaremos melhorando a nossa própria qualidade de vida.

Ao valorizarmos o consumo de alimentos mais naturais (in natura) e reduzirmos ao mínimo a ingestão dos alimentos processados, garantimos mais saúde e nutrição ao nosso organismo, e um futuro mais sustentável para a humanidade e o planeta.

Você sabia que a alimentação pode ajudar na prevenção do Câncer? A berinjela, por exemplo, é fonte nutricional de fibras, das vitaminas A, B1, B2, B5 e C, dos minerais cálcio, fósforo, ferro, potássio, e de alcaloides que atuam diminuindo a pressão sanguínea e prevenindo a arterosclerose. A pele da berinjela é rica em substâncias fitoquímicas e glicosídeos solasodina, que ajudam na inibição do crescimento das células cancerosas e combate os radicais livres, prevenindo o envelhecimento celular.

Por isso, separamos uma lasanha de berinjela com soja para você preparar com a sua família

LASANHA DE BERINJELA COM SOJA

Ingredientes:

2 xícaras de proteína de soja texturizada
1 colher (sopa) de vinagre de maçã (ou suco de 1 limão)
500ml de água
1 cebola média picada
1 colher (sopa) de óleo vegetal
1 colher (chá) de sal
2 berinjelas
200g de queijo-de-minas ou tofu
200g de tomate picado
1 ml de tempero verde
Orégano a gosto

Modo de preparo: Coloque a soja de molho em água por 20-30 minutos, junto com 1 colher (sopa) de vinagre. Após, escorra e esprema bem a soja, para que saia toda a água. Refogue a cebola com pouco óleo, acrescente os temperos e o tomate. Acrescente a soja para cozinhar por 15 minutos. Corte a berinjela em finas fatias e coloque em uma panela com água quente por 10 minutos para cozinhar levemente. Caso utilize a abobrinha, o procedimento é o mesmo. Para montar a lasanha, coloque 1 camada de berinjela, 1 camada de soja e coloque o queijo por cima. Salpique orégano.

Leve ao forno para gratinar.

Rendimento: 5 porções

 

NEWS KUR – Apoio psicológico: acolhimento e adesão ao tratamento do câncer

Toda vez que vem o diagnóstico de câncer, permeia no imaginário coletivo a palavra morte, carregada de sofrimento para a pessoa que está com a doença e para os familiares. Muito importante que se possa dar suporte emocional, para o paciente enfrentar o tratamento e também para a família, para que possa ser um agente de suporte e que merece ser cuidada da mesma forma, pois é um momento ansiogênico para todos.

O espaço de escuta terapêutica a fim de auxiliar a passar pelos estágios da doença, que inicia pela negação e revolta, e em seguida pela aceitação do diagnóstico e adesão ao tratamento são importantes. Busca-se também, auxiliar e ser um elo de ligação com a medicina para que o paciente possa elucidar as suas dúvidas com relação ao tipo de tratamento e os possíveis efeitos colaterais, além da diminuição de todos os focos de possíveis fantasias em relação ao tratamento.

A família da mesma forma deve ser escutada, acolhida para que possa não alimentar as fantasias do paciente, assim como, poder aliviar suas próprias angústias frente ao problema. Por isso, que o mais adequado é um tratamento multidisciplinar para ajudar nesse processo, lembrando que nenhum caso é igual ao outro e quanto mais cedo ser feito o diagnóstico e aderir ao tratamento, maior a chance de êxito.

Concluindo: ter uma crença positiva é importante tanto na adesão quanto na recuperação do paciente. O psicólogo pode também ser o agente que estimula a adesão de técnicas de relaxamento, como meditação (Mindfulness) e reeducação de um estilo de vida saudável, acolhendo essa família, no antes, durante e depois do tratamento.

Psicólogo do Kurotel Michael Zanchet

Cuidados com as crianças

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, atualmente existe uma grande preocupação com o aumento da obesidade no mundo. A obesidade é um problema que não afeta somente os adultos, ela é uma doença que preocupa bastante pelo aumento dos seus índices na infância. A obesidade traz como consequências: aumento da pressão arterial, diabete, aumento do colesterol e, mais recentemente, aumento dos casos de câncer.

Com a crescente da obesidade e suas consequências, cresceu também a preocupação com os hábitos alimentares e com o incentivo à prática de exercícios, tão importantes na diminuição dos índices do sobrepeso, melhora da massa óssea e a força muscular, além de melhorar a pressão arterial, diabetes, doenças inflamatórias crônicas, cognição, autoestima e consequentemente melhora psicológica.

PORQUÊ A ATIVIDADE FÍSICA É IMPORTANTE PARA AS CRIANÇAS?

– Porque melhora o DESENVOLVIMENTO motor;
– Melhora aquisição de habilidades de MOTRICIDADE FINA;
– Possibilita um fortalecimento de ossos e músculos;
– Mantém e desenvolve a flexibilidade;
– Promove a manutenção do peso adequado;
– Melhora sistema cardiocirculatório;
– Melhora postura;
– Promove oportunidade de amizades;
– Melhora autoestima.

 

Como os adultos podem incentivar as crianças a terem hábitos mais saudáveis – segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria:

1-Servindo como exemplo, sendo ativos quando estamos com as crianças;
2- Incluir atividades físicas em programas familiares;
3- Estimular a ida à escola caminhando ou de bicicleta;
4- Pensar em uma atividade física quando ouvir: “não tenho nada para fazer, estou entediado”;
5- Estar sempre preparado para realizar com a criança uma atividade física, tendo em casa ou no carro bolas, pipas, bicicleta;
6- Encorajar a criança a trocar TV, computador e jogos eletrônicos por atividades esportivas;
7- Negociar tempo de utilização de computadores, TV e eletrônicos;
8- Trabalhar junto com a escola no aumento das atividades esportivas para as crianças;
9- Quando presentear a criança, comprar brinquedos que estimulem a atividade física como por exemplo: bicicletas, skates, cordas, pipas, discos de plástico, etc.

Sociedade Brasileira de Pediatria

Outubro Rosa: um mês dedicado a prevenção

Segundo dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer, o câncer de mama, resultante da multiplicação de células anormais da mama, é o mais incidente na população feminina mundial e brasileira, depois do câncer de pele não melanoma.

Diversos são os fatores de risco, sendo a idade um fator importante. Os estudos mostram que quatro em cada cinco ocorrem após os 50 anos.  Outros fatores de risco são a obesidade e o sobrepeso após a menopausa; sedentarismo (não fazer exercícios); uso de contraceptivos hormonais (estrogênio-progesterona); vários casos de câncer de mama na família, principalmente antes dos 50 anos; história familiar de câncer de mama em homens; etc.

O INCA considera ainda, que 30% dos casos de câncer de mama possam ser evitados adotando as seguintes práticas: atividade física, alimentação saudável, manter peso corporal adequado, evitar consumo de bebidas alcoólicas e amamentação.

É importante que todas as mulheres conheçam seu corpo para saberem o que é normal ou não em suas mamas e qualquer alteração procurar serviço médico especializado. Manter sempre a consulta ginecológica e exames em dia.

Dra. Gislaine Bonardi – médica geriatra do Kurotel